Partilhar

Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

 
Por Eduarda Piamore. Atualizado: 26 agosto 2019
Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

Ver fichas de  Cachorros

Pelo de cachorro caindo pode ter vários significados, alguns deles são completamente naturais, como as épocas de mudanças de pelos, mas outros são motivos de preocupação para os tutores, como as dermatites caninas, os parasitas externos e os problemas hormonais.

Para saber diferenciar estas situações e proporcionar os cuidados necessários ao seu melhor amigo, é fundamental conhecer as principais causas da alopecia canina e os sintomas mais frequentes. Nesse novo artigo do PeritoAnimal, vamos explicar quais são as afecções e os fatores de risco que podem provocar a queda excessiva de pelos nos cães. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Feridas e crostas na pele do cachorro

Pelo de cachorro caindo muito durante as mudanças de pelos

A mudança de pelo é um processo natural que os cachorros experimentam pelo menos uma vez ao ano (normalmente duas) e que permite adaptar a pelagem às diferentes condições climáticas do seu ambiente. Nesse contexto, o pelo do cachorro caindo é um resultado normal dos diferentes ciclos de crescimento que o pelo do cachorro possui, intercalando fases de crescimento mais rápido e mais lento com períodos de descanso. Talvez, você também observe falhas no pelo do cachorro, o que é normal nos cachorros que possuem uma pelagem formada por duas capas de pelos (uma interna e outra externa).

A quantidade de pelos que um cachorro solta durante a muda pode variar segundo vários fatores biológicos, genéticos e ambientais. Os cães que perdem pouco pelo normalmente costumam apresentar uma queda bastante leve. Uma alimentação equilibrada e uma boa rotina de exercícios físicos também são fatores chave para evitar que a queda excessiva. Além disso, o clima e as condições ambientais influenciam na mudança de pelos. Geralmente, as raças nativas de países tropicais u temperados tendem a experimentar mudanças de pelos muito menos intensas do que as raças nórdicas, por exemplo.

Para evitar pelo de cachorro caindo em excesso e que se espalhe pela casa durante a muda, recomendamos escovar a pelagem diariamente durante esse período. Veja esse artigo do PeritoAnimal com algumas dicas para escovar corretamente a pelagem do seu cachorro!

Pelo de cachorro caindo sem coceira: problemas hormonais

O pelo do cachorro caindo de forma simétrica, geralmente com padrão bilateral, e sem coceira costuma ser um sintoma de problemas hormonais, como o hipotireoidismo canino e a síndrome de Cushing nos cães. Se você observar que seu cachorro está perdendo pelos em excesso mas não se coça, não hesite em levá-lo rapidamente ao veterinário para fazer os exames necessários e constatar se a alopecia é provocada por desequilíbrios hormonais.

Caso se confirme esse diagnóstico, o tratamento dependerá fundamentalmente do tipo de problema e suas causas específicas. Geralmente, os transtornos hormonais requerem um tratamento farmacológico crônico, ou seja, o cachorro deverá tomar determinado(s) medicamento(s) por toda a vida para evitar que os sintomas se desenvolvam e impactem negativamente na saúde.

Como já mencionamos, pelo de cachorro caindo sem coceira também pode estar associada a uma tendência genética à alopecia. As raças que perdem muito pelo, como o labrador, o pastor alemão, o pug e o chihuahua, podem perder pelos durante todo o ano de forma assintomática.

Cachorro caindo pelo e se coçando muito: parasitas externos

Cachorro caindo pelo e se coçando muito? Outra causa são as picadas de carrapatos e/ou pulgas, sendo esse um dos mais comuns problemas de pele nos cachorros, podendo provocar desde leves inflamações até alergias severas. Além disso, os ácaros podem causar diferentes tipos de sarna nos cães, que podem provocar queda excessiva de pelos, ardor intenso e coceira, erupções e crostas na pele e perda de peso. Se seu cachorro possui esses sintomas, você precisará revisá-lo cuidadosamente para verificar a presença de parasitas externos ou sinais de picadas.

Caso encontre rastros de carrapatos, pulgas ou ácaros, você precisará recorrer a um pet shop para adquirir um produto adequado para eliminar essas parasitas. Mas caso você não esteja habituado a aplicar esse tipo de produto ou se a situação do seu cachorro for grave, o melhor será se comunicar com o seu veterinário de confiança e solicitar uma consulta, avisando que o seu cachorro possui uma infestação de parasitas externos. O profissional marcará um horário especial para evitar que o seu peludo entre em contato com outros pacientes e possa contagiá-los com pulgas e carrapatos.

Terminado o tratamento, será essencial manter um plano de desparasitação para evitar que esses problemas se repitam no futuro. Para isso, você poderá combinar os produtos antiparasitários disponíveis no mercado, como as pipetas, os xampus, os sabões ou as coleiras antiparasitárias, com alguns remédios naturais para manter seu melhor amigo livre de pulgas e carrapatos, como os banhos de vinagre e a aplicação de frontline caseiro.

Cachorro caindo pelo e com feridas: causas e soluções

Cachorro caindo pelo e com feridas? O pet pode estar sofrendo uma alergia ou dermatite alérgica, que geralmente também provoca o ressecamento e a aparição repentina de manchas avermelhadas ou rosadas na pele. Nesses casos, as feridas costumam ser uma consequência do prurido intenso que faz com que o cachorro sem coce constantemente.

Os processos alérgicos são causados por uma resposta imunológica exagerada que pode ser ‘disparada’ pelo contato com diferentes elementos, estímulos, produtos ou substancias. Assim como nós, os cachorros podem ser alérgicos ao pólen, a alguns alimentos (como ovo, frango, soja, trigo), ao mofo, a algumas plantas, ao pó, etc. Felizmente, já existem testes de alergia para cães que permitem identificar os alérgenos e facilitam a prevenção e o tratamento desse tipo de resposta exagerada.

Na maioria dos casos, os cachorros sofrem de alergias alimentares que estão associadas a algum ingrediente da sua ração. Por isso, a primeira solução proposta pelos veterinários costuma ser uma mudança controlada na dieta do cachorro, optando geralmente por uma ração hipoalergênica.

Porém, existem outros tipos de dermatite canina que também podem provocar queda de pelos, manchas ou feridas na pele, mas não estão relacionadas com um processo alérgico. De fato, a dermatite atópica costuma ser a mais comumente diagnosticada nos cachorros e possui uma base genética, afetando principalmente os indivíduos jovens. Por isso, ao observar esses sintomas no seu peludo, leve-o rapidamente ao veterinário para confirmar a causa do pelo do cachorro caindo e estabelecer o tratamento mais adequado para recuperar o bem-estar do seu melhor amigo.

Pelo do cachorro caindo: outras causas comuns

Além dos motivos já mencionados, existem outros fatores de risco e causas comuns que podem provocar ou intensificar o pelo de cachorro caindo em excesso. Veja alguns deles:

  • Estresse: a alopecia é um dos sintomas associados ao estresse nos cachorros, principalmente aos casos crônicos. Além disso, um cão estressado precisará encontrar uma forma de liberar a tensão acumulada e aliviar o mal estar que sente. Muitas vezes, o fará através da repetição constante de algumas condutas (estereotipias), como se lamber ou se coçar intensamente. Isso acaba aumentando ainda mais a queda de pelos já provocada pelo estresse.
  • Fungos: podem causar muitas infecções e problemas de pele como a micose, provocando alopecia, vermelhidão, feridas e crostas na pele dos cachorro, que geralmente possuem um formato arredondado e se distribuem de forma tópica. A proliferação de fungos costuma estar associada ao acúmulo de umidade em algumas zonas do corpo do cão, assim como a problemas de higiene no seu ambiente. Aqui no PeritoAnimal, te ensinamos a preparar remédios caseiros para prevenir e aliviar a micose nos cachorros.
  • Déficits nutricionais: o pelo do cachorro caindo também pode ser sinal de uma má nutrição. Assim como todos os órgãos e tecidos do organismo de um cachorro, os pelos precisam de alguns nutrientes essenciais, como vitaminas, minerais e ácidos graxos, para crescer corretamente, se fortalecer e manter um brilho e um aspecto saudável. Um cachorro desnutrido ou com uma alimentação desequilibrada, provavelmente, não poderá formar corretamente a fibra capilar e terá um sistema imunológico mais frágil. Em consequência, será mais vulnerável a sofrer problemas de pele e várias doenças comuns nos cachorros. Para te ajudar a oferecer a melhor nutrição ao seu melhor amigo, te contamos tudo sobre os diferentes tipos de alimentação para cachorro e seus benefícios.

Considerando a grande variedade de causas e fatores de risco associados ao pelo de cachorro caindo muito, te recomendamos sempre levar seu melhor amigo ao veterinário antes de aplicar qualquer tratamento ou remédio caseiro. O profissional te ajudará a reconhecer a causa específica da alopecia, administrará o tratamento mais apropriado e te dará vários conselhos para evitar que esses sintomas se repitam e prejudiquem o bem-estar do seu peludo.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Pelo de cachorro caindo: causas e soluções, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Vídeos de Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

1 de 3
Vídeos de Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

Escrever comentário sobre Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Pelo de cachorro caindo: causas e soluções
Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

Voltar ao topo da página