Partilhar

Teste de alergia em cães

Teste de alergia em cães
Imagem: aadconline.com

Ver fichas de  Cachorros

As alergias ocorrem quando o sistema defensivo de um animal reage exageradamente a certos componentes encontrados no ambiente ou na comida, reconhecendo-os como prejudiciais ao corpo e combatendo-os. Esta reação tem consequências indesejáveis, como inflamação ou coceira, por exemplo.

São comuns as alergias em cães. Para resolvê-lo é muito importante saber contra que substâncias esta reação ocorre, sendo necessário realizar certos testes. Portanto, neste artigo do Perito Animal, revisaremos os testes de alergia para cães que podem ser realizados.

Tipos de alergia de cachorro

Existem várias substâncias, conhecidas como alérgenos, capazes de produzir uma reação alérgica. Vamos rever brevemente os tipos mais comuns de alergia para entender melhor os testes que podem ser realizados em cães e a sua função:

1. Alergia Alimentar

O número de cães que são alérgicos a certos componentes da comida é mais numeroso que as pessoas pensam. Os sintomas geralmente incluem coceira na pele e distúrbios digestivos, como vômitos ou menos consistência nas fezes do animal.

Uma dieta de eliminação, com um alimento específico para cães com alergia alimentar (ração hipoalergênica), pode ser usada para saber se um cão tem esse tipo de alergia, como veremos mais adiante.

De qualquer forma, os testes de alergia são recomendados para confirmar a existência do processo e saber a que alimentos o animal é alérgico.

2. Alergia à picada de pulgas

Alergia à picada de pulga, também conhecida pela sigla DAP ou DAPP (dermatite alérgica a picada de pulga) também é um problema relativamente comum.

Ocorre quando o organismo animal reage a certos componentes da saliva destes parasitas traquinas e os seus sintomas mais representativos são a coceira intensa e a alopécia (calvície) em várias partes do corpo do cão, mais comumente na parte de trás do dorso do animal.

Embora o diagnóstico desses processos possa ser feito com base nos sintomas apresentados pelo animal e na resposta ao tratamento, os testes de alergia são altamente recomendáveis.

O tratamento é baseado no controle das pulgas no cão e no ambiente em que ele vive e administrar um produto que reduz a coceira até alcançar o anterior.

3. Alergia a substâncias ambientais ou atopia

A alergia a certos compostos encontrados no ambiente, como o pólen, também é muito frequente, especialmente em certas raças, como o buldogue inglês, o buldogue francês ou o shar pei.

O sintoma que mais representa é a intensa coceira e vermelhidão na pele do cão. As alopecias, causadas pelo fato de pet se coçar, também são frequentes.

Neste caso, os testes de alergia são ainda mais indicáveis que nos processos anteriores e o tratamento é mais complexo.

Em geral, o tratamento inclui todas as medidas que visam melhorar as condições da pele e evitar, tanto quanto possível, o contato com esses alérgenos. Existem também produtos farmacológicos capazes de controlar o processo e combater a coceira, mas a sua eficácia é muito variável.

Os corticosteroides são eficazes, porem, uma dosagem bastante cuidadosa deve ser seguida e eles não podem ser administrados ​​por um longo período, já que a cortisona tem efeitos colaterais importantes.

Teste de alergia em cães - Tipos de alergia de cachorro
Imagem: yellowdogblog.net

Tipos de testes de alergia para cães

Antes do teste, o caso deve ser examinado por um veterinário, descartando outros processos que podem decorrer em sintomas digestivos (como gastroenterite), ou com coceira e alopecias (como as infecções bacterianas da pele ou certas sarnas).

Uma vez feito isso, é bom saber que existem vários tipos de testes alérgico que podem ser realizados em animais suspeitos de terem alergias, os mais comuns são:

  • Dieta de eliminação
  • Testes intradérmicos
  • Análise de sangue

Vamos rever estes testes de alergia em cães e as suas vantagens e desvantagens abaixo.

Dieta de eliminação

Como já foi dito, uma dieta de eliminação é um método confiável para saber se um cão tem alergia alimentar.

No entanto, a maioria dos cães com este problema não apresenta alergia apenas a um determinado alimento, senão, vários! Além disso, a ração comercial geralmente inclui uma grande variedade de componentes, tornando este método praticamente impossível de averiguar de quais alimentos específicos o cão tem alergias, sendo essa a sua principal desvantagem.

Em qualquer caso, a sua principal vantagem é que é um teste simples e que pode ser usado para saber se o cão tem uma alergia alimentar ou não tem (embora não se saiba qual alimento), o que permite descartar o processo e iniciar um tratamento.

Isto é conseguido somente alimentando o animal com uma ração hipoalergênica.

Nestas rações, as proteínas alimentares são hidrolisadas, isto é, "cortadas" em fragmentos menores, incapazes de causar uma reação alérgica em cães. Portanto, se fornecemos apenas este tipo de ração como único alimento e os sintomas desaparecem, estamos diante de uma alergia alimentar.

O tratamento é muito simples e consiste, logicamente, em alimentar o animal durante toda a sua vida com este tipo de alimento, exclusivamente. Outro inconveniente deste tratamento é o preço relativamente alto desta ração.

Teste de alergia em cães - Dieta de eliminação

Testes intradérmicos

Os testes intradérmicos vêm sendo tradicionalmente usados em animais e pessoas e são baseados em injetar várias substâncias capazes de causar alergia sob a pele e observar a reação do organismo do animal (basicamente vermelhidão e inchaço).

Não é necessário dizer que isso deve ser feito por um veterinário.

A sua principal vantagem é ser um método muito confiável e, como uma desvantagem, o desconforto, já que, geralmente, é necessário sedar o cão e realizar várias injeções sob a pele (algo não muito agradável para o animal).

Além disso, o número de substâncias que podem ser estudadas é bastante limitado (se mais tarde, você quiser investigar outros alérgenos, terá que repetir o teste), e não é útil contra as alergias alimentares.

Teste de alergia em cães - Testes intradérmicos
Imagem: rmvetderm.com

Análise de sangue

Nesse exame para descobrir alergia, o veterinário irá coletar o sangue do animal e enviá-lo a um laboratório, onde detectará os anticorpos contra certos alérgenos para, assim, saber a qual o cão é alérgico.

A única desvantagem é que eles não são 100% confiáveis (os anteriores também não eram confiáveis e dependiam da avaliação subjetiva do veterinário que os executou). De qualquer forma, cada vez a sua confiabilidade é maior, especialmente se o sangue é enviado para um laboratório confiável e especializado em alergias.

Esses testes têm a vantagem de ser mais confortáveis e menos dolorosos para o cão (basta com uma simples extração de sangue) e permitem estudar mais alérgenos que os anteriores, incluindo os capazes de causar alergia alimentar.

Teste de alergia em cães - Análise de sangue

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Teste de alergia em cães, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Teste de alergia em cães

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Marcia Passini
Minha cachorra lambe e fica muito marron..
E tbm tem umas pintinhas igual cravo já gastei 2 mil nele e não sei que usar mais

Teste de alergia em cães
Imagem: aadconline.com
Imagem: yellowdogblog.net
Imagem: rmvetderm.com
1 de 5
Teste de alergia em cães

Voltar ao topo da página