Problemas da pele

Remédio caseiro para parar de cair pelo de cachorro

 
Carla Moreira
Por Carla Moreira, Médica veterinária. 26 dezembro 2023
Remédio caseiro para parar de cair pelo de cachorro
Cachorros

Ver fichas de  Cachorros

A pelagem de um cachorro pode mostrar muito sobre sua saúde. E, diferente do que costumamos pensar, perder pelos nem sempre significa que exista algo errado com o animal. A queda dos pelos é considerada normal até certo ponto, não podendo deixar falhas aparentes na pele. O pelo possui um ciclo, onde ocorre uma fase de troca, caindo o antigo e nascendo um novo, de maneira sincronizada, de forma que o cachorro sempre estará coberto de pelos.

Cuidados com a higiene da pelagem podem ajudar a amenizar os transtornos da troca de pelos para os tutores. Escovações periódicas, alimentação balanceada e de boa qualidade, vitaminas e banhos com a frequência correta podem facilitar a convivência com nossos amigos peludinhos sem maiores dores de cabeça. Neste artigo, o PeritoAnimal explicará como funciona a troca e queda de pelos e dará dicas de como melhorar essa fase, evitando complicações. Se você se interessou pelo assunto, não deixe de ler este artigo até o final!

Índice
  1. Por que o pelo do meu cachorro está caindo?
  2. Remédios e soluções caseiras para queda de pelos em cachorros
  3. Quando posso considerar normal a queda de pelos em cachorros?

Por que o pelo do meu cachorro está caindo?

Para entender como funciona a queda de pelos nos cachorros, é preciso entender também que o crescimento do pelo ocorre de maneira cíclica, compreendendo uma fase de crescimento ativo, uma fase transitória e uma fase de repouso. A fase de crescimento ativo é denominada anágena, que é seguida de um período de transição, denominado de fase catágena, e uma fase de repouso, chamada de telógena.

A raça do cachorro influencia sobremaneira o ciclo dos pelos. Alguns cães apresentam-se predominantemente na fase anágena (crescimento ativo) ou telógena (fase de repouso). Cães de raça, como poodle e bichon frisé, apresentam ciclos predominantemente anágenos, ou seja, seus pelos crescem o tempo todo, sendo necessária a tosa periódica. Raças com revestimento de pelos do tipo “pelúcia”, como chow-chow, malamute do Alasca e spitz alemão, apresentam o ciclo de pelos predominantemente telógeno (fase de repouso).

Os pelos dos cachorros são substituídos em um padrão semelhante a um mosaico, ou seja, em uma mesma região da pele existem folículos pilosos nos três estágios. Vários fatores controlam o crescimento piloso, como a produção de citocinas, fatores de crescimento, hormônios da tireoide e sexuais, temperatura ambiente, fricção e uso de medicamentos. O processo de troca de pelos é muito bem sincronizado, de tal forma que o cachorro sempre estará coberto de pelos. Caso algo errado aconteça nesse processo, o animal pode ficar sem pelos em alguns locais ou no corpo todo.

Problemas endócrinos costumam causar alopecia (falta de pelos) pelo corpo todo, de forma simétrica. A hipotireoidismo (quando a tireoide produz uma quantidade menor de hormônios do que deveria), por exemplo, interrompe o ciclo de crescimento dos pelos, que entram na fase telógena, e então sofrem queda sem serem substituídos. Uma nova fase anágena não retorna até que a anormalidade hormonal seja corrigida.

Doenças causadas por fungos, bactéria, vírus, ácaros e outros agentes patogênicos também podem causar queda de pelos, mas por motivos diferentes. Pode ser por fricção, quando o cachorro se coça, arrancando ou quebrando os pelos com as unhas ou com os dentes, ou por lesões no folículo piloso. Geralmente, esses casos apresentam regiões de quedas de pelos localizadas, podendo ocorrer lesões na pele. Doenças que causam muito prurido, como as sarnas, podem resultar em grande perda de pelos, devido às lesões traumáticas e de arrancamento.

Deficiências nutricionais também podem causar uma maior queda dos pelos. Alguns nutrientes são essenciais para a saúde da pele e formação do pelo. Além disso, alguns componentes da dieta podem causar alergia no cachorro, fazendo com que ele se coce e caiam mais pelos. Alguns animais podem se beneficiar com a troca da ração seca para a dieta caseira, que deverá ser balanceada e utilizar ingredientes frescos e de qualidade.

Remédio caseiro para parar de cair pelo de cachorro - Por que o pelo do meu cachorro está caindo?

Remédios e soluções caseiras para queda de pelos em cachorros

O melhor cuidado caseiro para evitar a queda excessiva de pelos e manter a pelagem bonita e saudável é fornecer uma alimentação de qualidade para o cachorro. Sempre utilize rações com quantidades adequadas de proteínas, carboidratos, gordura e outros nutrientes essenciais. Além disso, a dieta precisa ter ingredientes de boa qualidade.

Suplementos vitamínicos podem ajudar na saúde da pelagem, principalmente aqueles com ômega 3 e 6. Além disso, manter uma rotina de escovação do cachorro, para que sejam retirados os pelos mortos, evita que estes embolem e prejudiquem a pelagem nova. Banhos excessivos também devem ser evitados, pois eles retiram a gordura natural da pele, deixando-a ressecada e coçando. O ideal é que o cachorro tome um banho por mês, utilize xampus neutros e próprios para cachorros.

Passeios e brincadeiras ajudam os cães a liberarem a energia acumulada, diminuindo o estresse da rotina. Cães estressados e nervosos costumam se coçar mais e lamber as patas, como uma forma de aliviar a tensão. Essas atitudes causam uma maior queda de pelos, já que eles podem ser arrancados ou cortados durante a fricção. A realização de check up também auxilia na prevenção de doenças, assim como no tratamento precoce dos distúrbios causadores de queda de pelos.

Quando posso considerar normal a queda de pelos em cachorros?

A mudança nas estações do ano também pode influenciar a pelagem do animal. Na época do calor, como no verão, os cães ganham uma pelagem mais leve e curta, enquanto na época mais fria, os pelos ficam mais densos e espessos, para proporcionar um melhor isolamento térmico. E para que essa pelagem nova apareça, é necessário que a antiga caia, mas sempre de forma natural e sem deixar falhas, pois o pelo novo já deve substituir o antigo rapidamente.

Geralmente, a troca normal de pelos acontece a cada seis meses. É possível notar uma quantidade maior de pelos soltos pela casa e que saem durante a escovação. No entanto, para ser uma troca de pelos fisiológica, normal, não deverá ter falhas na pelagem. Caso isso aconteça, é preciso que o animal seja avaliado pelo veterinário, para que seja diagnosticada a causa da alopecia.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Remédio caseiro para parar de cair pelo de cachorro, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Bibliografia
  • Cunha, F. K. A. Alopecia X responsiva à castração em cão da raça Spitz Alemão - Relato de Caso. Universidade Federal da Paraíba, Centro de Ciências Agrárias, Curso de Bacharelado em Medicina Veterinária, 2015. Disponível em https://repositorio.ufpb.br/jspui/bitstream/123456789/4273/1/FKAC16052018.pdf. Acesso em 21/12/2023.
  • Principais afecções de um cão alopécico. Jornada do Conhecimento TECSA Diagnóstico Pet. Disponível em https://www.tecsa.com.br/assets/pdfs/Principais%20Afeccoes%20de%20um%20Cao%20Alopecico.pdf. Acesso em 21/12/2023.
Escrever comentário
Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 de 2
Remédio caseiro para parar de cair pelo de cachorro