Partilhar

Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas

Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas

Ver fichas de  Gatos

A pelagem de um gato é o seu cartão de visita e, muito frequentemente, é possível notar problemas como feridas, caspa ou ausência de pelos. É desse último problema que falaremos neste artigo do PeritoAnimal, uma vez que causa grande preocupação para os tutores.

Vamos explicar sobre as causas mais comuns de gato com pelo caindo em diferentes partes, bem como as possíveis soluções para recuperar a pelagem, pois isso é muito importante para a saúde do seu companheiro felino. E, como sempre, é necessário procurar o veterinário se você notar qualquer problema noa pelagem do seu gato.

Também lhe pode interessar: Pelo de cachorro caindo: causas e soluções

Porque ocorre queda de pelo em gato

A primeira coisa que é preciso considerar ao explicar as causas de gato com pelo caindo é como essa falha se apresenta, uma vez que é possível estar diante de uma alopecia generalizada, na qual o gato não terá pelos em boa parte do corpo, especialmente nas laterais e na barriga, ou faltas de pelo muito mais específicas, na forma de manchas calvas visíveis em diferentes áreas do corpo.

Além disso, é necessário observar se a falha ocorre devido às lambidas excessivas do gato, uma vez que eles geralmente preferem se lamber em vez de coçar e essas lambidas excessivas podem quebrar os pelos e fazê-los cair, além de causar feridas, já que a língua dos gatos é áspera. Em outros casos, a falta de pelo pode ocorrer sem sua intervenção. Todos esses dados são importantes para chegar ao diagnóstico, como veremos nas próximas seções.

Gato com pelo caindo pode ser micose?

Se seu gato tem falta de pelo na forma de áreas calvas arredondadas e elas estão principalmente na região da cabeça, você pode pensar que ele está sofrendo de um distúrbio bastante comum, causado por fungos e conhecido como micose. A micose em gatos é uma doença relativamente frequente, especialmente nos menores. Geralmente começa quando o gato é sofre algum estresse, como uma mudança de casa, mas pode afetar também gatos adultos.

Condições inadequadas de higiene também são um fator predisponente. A micose de gato geralmente é autolimitada, o que significa que o sistema imunológico do gato consegue restaurar a integridade da pele sem a necessidade de medicação, simplesmente melhorando suas defesas. Para isso, é essencial controlar o estresse e fornecer uma alimentação de qualidade.

Em todo caso, o veterinário pode decidir receitar um antifúngico para gatinhos menores, casos mais graves com calvície generalizada ou quando há simultaneidade de várias doenças. Geralmente esses tratamentos são longos (de, no mínimo, cerca de 4 semanas).

É importante saber que a micose de gato é uma doença zoonótica contagiosa também para seres humanos, por isso, é necessário ter cuidado se você tiver em casa crianças, idosos ou pessoas imunocomprometidas que convivem com o gato. Você deve garantir uma higiene adequada e desinfetar e aspirar com frequência, especialmente as áreas onde o gato descansa ou passa mais tempo.

A micose é confirmada com um teste simples realizado pelo veterinário, que consiste em passar uma lâmpada (lâmpada de Wood) no gato. As áreas iluminadas indicam a presença de fungos, o que também pode ser observado ao microscópio.

Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas - Gato com pelo caindo pode ser micose?
Imagem: Reprodução/www.vetbabble.com

Gato com pelo caindo pode ser alergia?

Às vezes, a alergia em gatos é a razão que explica porque seu gato tem áreas sem pelo. O gato pode desenvolver alergia ao pólen, algumas proteínas, materiais e até mesmo alergia à saliva das pulgas. Neste último caso, uma única picada é capaz de desencadear todo o quadro alérgico, por isso que é muito importante identificar se o seu gato é alérgico e manter suas desparasitações em dia, mesmo se ele viver num espaço interior. Lembre-se também de que você deve usar produtos que eliminam as pulgas em todas as suas fases e não apenas as adultas.

Apenas o veterinário poderá te aconselhar sobre o assunto, considerando as circunstâncias específicas do seu gato. Essa alergia causa coceira, de modo que o gato se lambe, se arranha e acaba perdendo pelos em grandes áreas, causando até feridas. Quanto mais tarde receber assistência veterinária, mais complicado será o quadro.

Em um gato com esse tipo de alergia, você notará que a falta de pelo ocorre principalmente na base da cauda (área lombossacra), podendo se estender ao abdômen, flancos e pescoço. O tratamento pode exigir medicamentos para controlar a coceira e evitar uma infecção secundária, mas o mais importante, como dissemos, é evitá-lo seguindo um cronograma de desparasitação, usando sempre os melhores produtos para desparasitar gatos.

Outras causas de gato com pelo caindo

O estresse em gatos é outro fator que pode explicar porque um gato tem áreas sem pelo. Para considerar que a causa da ausência de pelos é psicológica, é necessário primeiro descartar as causas físicas. O estresse pode causar excesso de lambidas no gato, causando consequentemente a queda de pelos. Além disso, como vimos, também diminui suas defesas, o que pode afetar a qualidade do pelo e sua troca. Para evitar isso, você deve investigar os motivos que podem estar estressando o gato para corrigi-los.

Nesse ponto, você pode entrar em contato com um etólogo (especialista em comportamento animal) ou um veterinário com treinamento em psicologia e comportamento felino. Um exemplo da incidência de estresse nos pelos é o distúrbio conhecido como eflúvio telógeno, em que a falta de pelo se apresenta nas laterais, na barriga e no peito do seu gato. Nesse caso, as áreas sem pelos não são causadas por lambidas excessivas mas sim por um distúrbio na troca de pelo.

O ciclo de crescimento do pelo é dividido em três fases que vão acontecendo em mosaico, para que os pelos sejam renovados gradualmente. O estresse pode interromper esse ciclo, deixando-o em sua fase telógena, na qual o pelo não cresce. Uma vez resolvida a causa do estresse, o novo pelo desloca o existente, que está em fase telógena, produzindo uma troca repentina de todos os pelos ao mesmo tempo. Isso não requer tratamento e a pelagem acaba se recuperando, mas é importante evitar as causas de estresse, como já dissemos.

Outra das causas da alopecia, especialmente nas laterais do corpo e afetando inclusive áreas extensas, são certas doenças endócrinas, como pode ser a síndrome de Cushing em gatos, que trará outro sintomas como o aumento da ingestão de água, aumento da produção de urina ou uma fragilidade muito acentuada da pele. Nesses casos, deve-se tratar a causa primária da falta de pelo, que poderá ser diagnosticada por exames de sangue.

Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas - Outras causas de gato com pelo caindo

Medidas preventivas para evitar queda de pelo em gato

Agora que já identificamos os motivos mais comuns para um gato com pelo caindo em diferentes partes, você deve levar em consideração uma série de medidas que te ajudarão a evitar problemas com a pelagem. Essas medidas são as seguintes:

  • Higiene e escovação: o cuidado com a pelagem deve estar integrado à rotina básica;
  • Desparasitação: é necessário estabelecer um calendário de desparasitações, tanto externas quanto internas, e mantê-lo ao longo do ano para todos os animais da casa.
  • Evitar contágios: se a falta de pelos do seu gato se deve a uma micose ou pulgas, é necessário ter cuidado, pois os fungos que causam a micose são muito contagiosos. A alergia à pulgas não é contagiosa, mas as pulgas sim, então é importante cuidar da desparasitação;
  • Alimentação: você deve fornecer ao seu gato alimentos adequados para suas necessidades, prestando atenção à sua qualidade em termos de proteínas, minerais, vitaminas e ácidos graxos, pois estes influenciarão a qualidade e o crescimento dos pelos;
  • Estresse: já vimos que este é um fator que pode explicar porque o gato tem áreas sem pelos. Por isso, é necessário oferecer cuidados adequados, um ambiente enriquecido para evitar o tédio e a frustração, e promover uma adaptação gradual à qualquer mudança que tenha relação com o gato.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Vídeos relacionados com Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas

1 de 3
Vídeos relacionados com Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas

Escrever comentário sobre Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
A sua avaliação:
Leley
Meu gato está caindo pelo na calda e pescoço o que fazer
A sua avaliação:
Jordana
Meu gatinho está com uma falta de pelo na cabeça e soltando muito pelo, dei remédio de sarna pois descobri que estava com sarna mas ainda sim está com muita queda de pelo
A sua avaliação:
Inês Godinho
Boa tarde, Adotei recentemente uma gatinha de 3 meses, preta e branca, que parece ter pouco pelo em cima de um dos olhos e nas orelhas, que estão avermelhados/cor-de-rosa (anexo fotos). O que pode ser? Devo usar alguma pomada / champô especial? Obrigada, Inês Godinho
A sua avaliação:
Ieda
Queria sabe por que o pelo dele tá caindo assim
A sua avaliação:
Luciane
Oii, o meu gato está com rachaduras nas patas, a pele parece muito seca. Pensei ser algum tipo de queimadura, ele tem acesso a rua, mas a cicatrização nunca fica completa e começa a rachar de novo e sair a pele. O pode ser esse problema é como posso tratar?

Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas
Imagem: Reprodução/www.vetbabble.com
1 de 3
Gato com pelo caindo em diferentes partes: causas

Voltar ao topo da página