Partilhar

Doenças mais comuns do pastor alemão

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 20 fevereiro 2019
Doenças mais comuns do pastor alemão

Ver fichas de  Cachorros

O pastor alemão é um cachorro extraordinário e esta é considerada como uma das raças mais inteligentes do universo canino. No entanto, tanta magnificência tem um preço. E o preço que esta raça tem pago é muito elevado: a criação massiva por parte de criadores inexperientes que apenas procuram o lucro e não a pureza e melhora sucessiva da raça. Por esse mesmo motivo, existem doenças graves de origem genética, como consequência das linhas medíocres de criação.

Neste artigo do PeritoAnimal mostramos as doenças mais comuns do pastor alemão. Tome nota e visite o veterinário regularmente para prevenir o aparecimento destas doenças.

Também lhe pode interessar: Tudo sobre Pastor Alemão

Doenças mais comuns do pastor alemão e as origens

Existem vários tipos de doenças e inflamações que atingem o Pastor Alemão, são transtornos que podem ter:

  • Origem genética: doenças produzidas por alterações genéticas.
  • Origem viral: inflamações em que a causa encontra-se nos vírus.
  • Origem bacteriana: doenças cuja origem são as bactérias.
  • Origem parasitária: inflamações provocadas por parasitas.

Doenças de origem genética

As doenças de origem genética que afetam a raça de cachorro Pastor Alemão são:

  • Displasia de qualdril: doença comum entre os pastores alemães, caracteriza-se por uma inflamação e dor nas articulações e no fêmur do cachorro. Produz descalcificação e deixa o cachorro manco, é uma doença hereditária congênita. Para combater a doença, é importante controlar a dieta e restringir os exercícios físicos.
  • Glaucoma: essa doença se detecta entre os 2 e 3 anos de idade. O Pastor Alemão começa a sentir dores nos olhos e começa a esfregar a pata ou qualquer outra superfície contra os olhos, a pressão intraocular aumenta e produz dor. A pupila opaca e dilatada é o sintoma mais conhecido desta doença e o tratamento é feito através de uma cirurgia.

Doenças de origem viral

As principais doenças de origem viral que afetam o cachorro Pastor Alemão são:

  • Parvovirose canina: é uma infecção que produz vômito, diarreia e hemorragia. Os cachorros devem ser vacinados contra a doença para prevenir, caso contrário, pode ser letal para o cachorro.
  • Cinomose em cães: é uma doença contagiosa que produz tosse, dispneia, mucos, conjuntivite, febre e outros sintomas se desencadeiam. Existem vacinas contra essa doença, se você quiser saber mais sobre o calendário de vacinação dos cachorros veja esse artigo do PeritoAnimal.

Doenças de origem bacteriana

Entre as doenças mais comuns da raça de cachorro Pastor Alemão estão as doenças de origem bacteriana, são elas:

  • Leptospirose: é uma doença causada pela ingestão de água contaminada por urina de ratos (poças, água parada, etc.). Os sintomas desta doença são, febre, vômitos, dores musculares e problemas respiratórios. Existem vacinas preventivas para leptospirose.
  • Brucelose canina: doença produzida pela ingestão de resíduos infecciosos, também é transmitida por via venérea. Nos machos produz inflamação no testículo e esterilidade e nas fêmeas produz aborto. O tratamento é feito com antibióticos.
  • Mastite: essa doença afeta as fêmeas e consiste na inflamação das glândulas mamarias.
  • Piómetra: infecção extremamente grave que sofrem as cadelas pelo acumulo de pus na cavidade uterina, o tratamento consiste na tomada de antibióticos antes da cirurgia.

Doenças de origem parasitária

O Pastor Alemão, como outras raças de cachorro, está exposto a sofrer ataque de parasitas, os mais frequentes são:

  • Pododermatite: doença parasitária que provoca herpes, pus, dor ao caminhar e etc. O excesso de umidade propicia a inflamação que deve ser tratada o quanto antes por um médico veterinário de confiança.
  • Sarna demodécica: inflamação provocada por um ácaro chamado Demodex canis. Provoca queda de pelo, coceira, inflamação e vermelhidão na epiderme, precisa de tratamento veterinário e não é contagiosa para humanos.
  • Sarna sarcóptica: produzida pelo parasita Sarcoptes scabiei, os sintomas são queda de pelo, inflamações e vermelhidão na derme. Precisa de tratamento veterinário e requer desinfecção profunda nos lugares habituais do cachorro, sendo contagiosa para humanos.

Doenças mais comuns do pastor alemão: prevenção

Visitar um veterinário de seis em seis meses é a melhor maneira de detectar uma doença quando apareça. Não se esqueça que a maioria das doenças que mencionamos tem um bom diagnóstico se forem detectadas atempadamente. Por outro lado, seguir o calendário de vacinação para cachorro é a principal forma de proteger o seu pet de uma possível infecção bacteriana ou viral. Também não se esqueça do plano de desparasitação para cachorros, uma rotina que deve ser mantida de forma externa uma vez ao mês e de forma interna a cada três meses.

Assista também nosso vídeo no YouTube sobre cuidados e características do Pastor Alemão:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças mais comuns do pastor alemão, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Escrever comentário sobre Doenças mais comuns do pastor alemão

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
A sua avaliação:
Maria
Artigo muito útil! Valeu!
João de Moura Brasileiro
Quais as doenças mais comum em filhotes de pastor belga? Pois ele morrem com muita facilidade...
Brenda_bdc@hotmail.com
Eu ganhei um pastor alemão porem como foi de um cachorro onde ele não tem registro gostaria de saber como faço para fazer o registro ?
silvio josé segnini
tenho um pastor alemão com registro , ele está com 10 anos de idade, tem apresentado em sua pele algo parecido como dermatite ou seja seu pelo cai e fica com sua pele toda esposta como se tivesse raspado. como posso tratar
Lara
Meu pastor de 11 anis, estava com o mesmo problema, levei ao veterinário e fizemos um tratamento a base de corticóides, além de manter ele sem pulgas, pois se tiver uma pulga; o pelo volta a cair, pensei até em eutanásia, mas seis meses depois ele está super bem, espero ter ele comigo por mais alguns anos!
Noris
Vc pensou em eutanásia, pelo fato de seu cachorro ter perdido pêlos?
Nem sei como te descrever.

Doenças mais comuns do pastor alemão
Doenças mais comuns do pastor alemão

Voltar ao topo da página