Partilhar

A mastite em cadelas - Sintomas e tratamento

A mastite em cadelas - Sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

A mastite canina é uma das doenças mais comuns que afetam as cadelas lactantes, que tenham dado à luz recentemente e, pode inclusive ocorrer em cadelas que não estejam grávidas.

Por este motivo, se temos uma cadela como membro da família é importante conhecer os sintomas que causam esta condição, o tratamento e os cuidados que devemos oferecer ao nosso animal de estimação para minimizar os incômodos desta doença.

Neste artigo de PeritoAnimal vamos explicar-lhe mais sobre a mastite em cadelas para que saiba do que se trata e como deve agir se a sua cadela estiver sofrendo desta doença.

Também lhe pode interessar: A capivara como animal de estimação

O que é a mastite

Podemos chamar de mastite a infecção das mamas da cadela que normalmente ocorre durante a gravidez e a lactação ou quando acontece uma gravidez psicológica. A causa principal da doença é a diminuição das defesas que a mãe sofre depois do parto dos seus filhotes.

Esta falta de defesas faz com que uns germens chamados de estafilococos se instalem no leite materno e daí passem para as mamas causando uma dolorosa infecção na nossa cadela.

Em muitos casos quando os filhotes mamam empurram instintivamente as mamas com as patas para extrair o leite, arranhando assim o mamilo da sua mãe com suas unhas afiadas. É nesse momento que pode ocorrer uma mastite, que se não se tratar corretamente pode acabar afetando os filhotes. O leite torna-se tóxico para eles, podendo acabar inclusive com sua vida.

O que é a mastite

Os sintomas da mastite canina

Saber identificar os sintomas da mastite na nossa cadela é fundamental para iniciar o tratamento o quanto antes, aliviar o seu mal-estar e salvar a vida dos pequenos recém-nascidos.

Se suspeita que a sua cadela pode estar sofrendo de mastite, preste atenção ao primeiro dos sintomas desta doença grande, que é a falta de apetite na cadela afetada. Essa falta de apetite, pode provocar também a consequente perda de peso na sua cadela, deixando-a também triste e apática, condições que poderiam ser confundidos com os sintomas típicos de uma depressão. Para evitar esta confusão, deverá prestar especial atenção ao restantes sintomas:

  • Vômitos
  • Diarreias
  • Mal-estar
  • Aumento do ritmo cardíaco
  • Temperatura alta
  • Febre
  • Apatia
  • Dor nos mamilos
  • Irritabilidade

Embora todos estes sintomas em conjunto sejam uma prova de que a nossa cadela sofre de mastite canina, sem dúvida que a dor nos mamilos é a indicação mais clara e, por sua vez a mais perigosa uma vez que a cadela pode deixar de alimentar os filhotes.

Além disso, outra consequência grave é a toxicidade do leite da progenitora que pode originar intoxicação dos cachorros, o aparecimento de tumores nas mamas e inclusive a morte dos filhotes recém nascidos.

Os sintomas da mastite canina

Tratamento da mastite nas cadelas

Se tem a mínima suspeita de que a sua cadela está sofrendo de mastite canina, a primeira coisa que deve fazer é ir com ela ao seu veterinário de confiança para que lhe realizem um exame físico, uma análise de sangue e um cultivo bacteriano.

O tratamento a seguir é a administração de antibióticos para combater a infecção e a aplicação de compressas de água quente que melhorem o estado das mamas.

Não receber um tratamento veterinário adequado pode resultar em um caso extremo de remoção das mamas afetadas e de alimentação artificial para os filhotes, que é um processo difícil para o dono, pois envolve muito tempo e esforço.

Tratamento da mastite nas cadelas

Prevenção da mastite canina

Devemos ter claro como sociedade avançada do século XXI que utilizar a nossa cadela para procriar é uma má prática. Doenças como a mastite ou outras refletem que este processo deve ser levado a cabo por pessoas qualificadas e centros aprovados como no caso dos criadores. Além disso, a quantidade desproporcionada de cachorros (incluindo filhotes) em milhões de refúgios de todo o mundo faz com que a criação em uma casa seja um ato insensível e irresponsável.

Para prevenir adequadamente o aparecimento da mastite canina devido a infecções, parasitas ou bactérias é importante limpar as mamas da cadela com gazes úmidas com regularidade. Confira os mamilos da progenitora diariamente e corte com cuidado as unhas dos filhotes para evitar arranhões nesta zona tão delicada.

Prevenção da mastite canina

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a A mastite em cadelas - Sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças infecciosas.

Escrever comentário sobre A mastite em cadelas - Sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
Rosiene Puello
Gostaria de saber de um remedio para dar para minha cadela que esta com um tumor por causa de leite empedradio.
Maria Cristina B. Azevedo
Tenho uma cadela Poodle de 12 anos com boa saúde e ativa, mas vem apresentando inchaço nas mamas com liberação de leite. Favor nos orientar nas providências necessárias.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Maria! Existem diferentes possíveis causas para o que está acontecendo com a sua cadela. Sem examinar e fazer as devidas provas, não é possível fazer um correto diagnóstico. Você deve consultar o seu médico veterinário de confiança.
Nataline
A minha cachorra deu cria de um cachorrinho da com 19 dias e do lado do mamilo dela no meio da barriga tinha um ferimento bem fundo tava um buraco e do lado uma mancha branca e no outro dia fui ver como tava ferimento dela a mancha branca também virou outro bucaro td inflamado o veterinário receitou pra ela iodo e oxigenada pra passar no local e chemetril em comprimido e dexamatazona em comprimido só que ele não falou o que era e ela só amamenta quando a cachorrinha chora ela quase nao fica muito com cachorrinha por sentir um puco de dor porque a cachorrinha ponha a pata lá sabe o que pode ser ?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Nataline! Sem fazer o exame físico é impossível dizer qual é o diagnóstico. O ideal é contactar diretamente o veterinário que está acompanhando o caso.
karina knebel
Minha cachorra é uma Vira lata de 6 anos, o problema é que não consegui castrar devido o cio dela ter entrado muito cedo, na verdade ela estava tendo cios de 4 en 4 meses e desta vez ela teve uma ninhada de 14 bebes, e quando eu vi ela já estava no cio com menos de 3 meses de criada, eu ainda nem havia doado todos os filhotes, ela teve esta cria em 04 de novembro 9 bebes mas só 7 nasceram vivos, , e hoje percebi que ela esta com um teta bem empedrada, mas alem disso ela não tem nenhum outro sintomas, esta se alimentando bem e não esta apática, mas já percebi que á uns 4 dias ela tem amamentado cada vez menos os filhotes, eu as vezes que faço ela deitar com eles. e outra mania que ela esta tendo, ela fica espalhando os bebes pelo quintal. sempre tenho que estar de olho, ela deixa dois aqui dois ali e assim vai. Estou sem condições de arcar cm um tratamento agora, eu e meu marido estamos desempregados e apenas fazendo bicos de vez em quando. existe algo que possa fazer para ajudar a minha cachorra?
Dês de já agradeço a atenção.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Karina! Ela precisa mesmo ser vista por um veterinário para poder tratar essa situação que parece ser uma mastite. Existe alguma associação de animais na vossa zona a quem possam pedir ajuda?
Karina
Muito Obrigada Mariana, mas eu fiz compressas e massageei o local, ainda não estava inflamado, na verdade essa minha cachorra é danada ela teve duas crias em menos de 6 meses, e na cria passada ela brigou com outra cachorra que entrou no meu quintal e levou uma mordida feia no peito, e percebi que era o mesmo peito, agora já desinchou e ela esta amamentando normalmente. Eu preciso castrar ela, mas ela é terrível, os cio dela vem muito rápido, e como ela era da rua ela é mestre em escapar, e quando vejo já está prenha e eu tive medo de castrar no começo da gestação. Mas vou ver se consigo castrar mesmo antes de desmame, pois da ultima vez ela desmamou com um mês os bebês e com menos de 3 meses de ter dado a cria entrou no cio. Desta vez vou tentar castrar logo eles completam 1 mês dia 04/12...(Existe alguma associação de animais na vossa zona a quem possam pedir ajuda?) Infelizmente não. Aqui vejo muitos veterinários mas poucos com essa disposição de ajudar.
A sua avaliação:
ana caroline morais da silva
muito bom gostei do artigo me ajudou muito!

A mastite em cadelas - Sintomas e tratamento
1 de 5
A mastite em cadelas - Sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página