Partilhar

Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 18 maio 2017
Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Muitas das doenças que os humanos sofrem, os cachorros também podem sofrer delas. É o caso do glaucoma, em que os seus efeitos são devastadores pois pode chegar a causar cegueira no seu pet.

É importante conhecer alguns aspetos da doença se o seu pet estiver sofrendo dela, seguindo sempre os conselhos do veterinário. Informe-se de tudo sobre esta condição neste artigo do PeritoAnimal para saber tudo sobre os sintomas e tratamento do glaucoma em cães.

Causas do glaucoma

O glaucoma é um excesso de líquido intra-ocular, nas zonas internas do olho. As estruturas internas do olho sintetizam continuamente fluídos, de uma forma muito lenta e que posteriormente são drenados. Quando se sofre de glaucoma esta síntese de fluídos ocorre de uma forma excessiva e não há tempo suficiente para o eliminar.

Isto causa um aumento importante da pressão intra-ocular e este aumento da pressão causa mudanças degenerativas no nervo ótico e na retina, podendo inclusive chegar a causar cegueira.

O glaucoma pode ocorrer de forma hereditária ou de forma secundária, ou seja, causado por outra doença. Neste segundo caso tanto o tratamento como o prognóstico costumam ser melhores. O glaucoma pode ser agudo ou crônico.

Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento - Causas do glaucoma

Tratamento do glaucoma em cães

O tratamento vai depender da situação em particular do cachorro e da evolução que apresentar o glaucoma. Mas neste caso também podemos afirmar que o tratamento a realizar não difere muito do tratamento que seguem os humanos.

O mais comum é aplicar um colírio para controlar o líquido intra-ocular. É importante que se aconselhe junto ao seu veterinário para saber como o aplicar e como imobilizar o seu pet para uma correta aplicação. Também se pode realizar um tratamento com analgésicos ou anti-inflamatórios, uma vez que o glaucoma produz uma importante dor ocular.

Se for necessário também se pode realizar um procedimento cirúrgico para controlar este excesso de fluído intra-ocular, podendo-se inclusive realizar através de tecnologia a laser.

Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento - Tratamento do glaucoma em cães

O que pode fazer para ajudar o seu cão?

Se suspeita que o seu cachorro está sofrendo de dor ocular consulte de imediato o veterinário, quanto mais cedo detectar o problema, mais cedo o poderá tratar e melhor será o prognóstico do animal.

O seu cachorro sofre de glaucoma?

Se, pelo contrário, o seu cachorro já sofre de glaucoma o melhor que pode fazer é realizar os cuidados em casa e cuidar e estar o mais atento possível ao olho não afetado, uma vez que há uma grande risco do olho saudável ficar também doente.

Não utilize coleira se o seu cachorro sofre de glaucoma, utilize arnês uma vez que já foi demonstrado que o seu uso aumenta a pressão intra-ocular.

Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento - O que pode fazer para ajudar o seu cão?

Remédios caseiros para tratar o glaucoma

Antes de mais, deve saber que o glaucoma não se pode curar apenas com remédios caseiros, mas eles podem ajudar no processo de recuperação:

  • Espinafres: Aliviam os sintomas além de fortalecerem o tecido ocular graças aos corticoides. Ferve-os em água e dê-lhe pequenas quantidades junto às suas refeições diárias.
  • Erva-doce: Reduz a pressão do olho inflamado se se aplicar em forma de colírio. Para isso, faça uma infusão ou esprema o suco e limpe o seu olho com suavidade.
  • Mirtilos: Ofereça-lhe pequenas quantidades de mirtilos sem sementes uma vez que regulam a pressão intra-ocular e reforçam os vasos sanguíneos do olho.
  • Vitamina A: Poderá encontrá-la presente na cenoura e melhora a pigmentação da retina nos olhos. Também está presente à venda em forma de suplemento.

Consulte o seu veterinário antes de dar todos estes remédios caseiros para ajudar na recuperação do glaucoma e siga as suas indicações, uma vez que um excesso de fruta e verdura pode levar a diarreia e vômitos.

Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento - Remédios caseiros para tratar o glaucoma

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças hereditárias.

Escrever comentário sobre Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
10 comentários
silvia tobias
qual colirio posso usar no meu cachorro ele esta com aumento nos olhos e esbranquichado, acho que e catarata e ta saindo uma secreção meio verde
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Silvia! Sem ver o seu cachorro não conseguimos dar nenhum diagnóstico.
No entanto, recomendamos que você busque ajuda de um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
A sua avaliação:
Elaine
Muito bom as resposta meu cão ta com problemas nos dois olhos e tao doloroso ver ele assim ajudo ele como posso
Andreza Rufino
Qual o remédio bom para tratar glaucoma no meu cachorro
Célia
Como trataro glaucoma no meu cão,que remédio usar?
Ingrid
Minha cachorra fez 5 meses no sábado eu tive que sair e só voltei na terça é minha cachorro estava cm os olhos lagrimejando e cega o que pode ser Quais as providências q tenho q tomar
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Ingrid! É importante que você visite o veterinário o quanto antes porque pode ser algo com resolução caso seja detectado a tempo.
andresa
gostaria de saber se tem cura? minha cachorra so tem dois meses e ja esta com esta doença.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Andresa! Sim, mas depende de cada caso. Consulte o seu médico veterinário de confiança ou, idealmente, um especialista em oftalmologia.
sergio ubelhart g.ferreira
no ser humano a pressão ocular normal varia de 10 a 20 mm de HG
E NOS CÃES ????????? QUAL A FAIXA DA NORMALIDADE NO SER HUMANO A PRESSÃO OCULAR NORMAL VARIA NA FAIXA DE 10 A 20 mm de HG E NOS CÃES, QUAL É A FAIXA TOLERÁVEL



Fábio Vidovix
Hoje meu cachorro vai fazer a cirurgia para colocar a válvula. Amigos, cuidado. Existem medicos veterinarios especialista que podem cuidar do seu cão. Já vi casos de pessoas pingarem soro fisiologico e acabar com o olho do cachorro. Glaucoma é sério, eles ficam cego e perdem a visão sim. O meu tem 5 anos agora, o pai é um lhasa apso e a mãe um buldogue frances, o diagnostico foi glaucoma genético. É dificil perceber que eles perdem a primeira visão, pq enxergam bem com o outro olho. Quando a gente descobre, já está trombando nas coisas e perdendo a segunda visão. Os tratamentos são para controle, com Timolol, Trusopt, PredFort e o travatan. Todos colirios humanos. Procure um veterinario oftalmo. O tratamento não é simples.
Cinara
Você descreveu exatamente o que está acontecendo com minha cachorra. No entanto estávamos investigando outros problemas quando percebemos que o olho foi ficando esbranquiçado, e por estarmos investigando outra possibilidade de doença ainda ninguém falou em cuidar dos olhose e me parece que já perdeu a visao de um olho e está perdendo do outro, isso ocorreu nos últimos 4 dias, estou sem saber o que fazer....ela está com suspeita de tumor no pulmão
João Paulo
Tenho um cão PODLE TOY, está com os primriros sintomas de Glaucoma como ´posso trata-lo em casa,grato...
CarlosConde
Algum tempo minha cachorra teve um olho inchado, vermelho, pupilas dilatadas e sem nenhum reflexo a luz, logo o outro olho começou a ter o mesmo sintoma, então eu já desconfiava de glaucoma, um amigo meu veterinário tbm diagnosticou o mesmo, me passou um colírio chamado Timosopt e Predinizona, depois Enalapril, e a situação continuava na mesma, olhos vermelhos e a visão do bichinho cada vez pior, eu percebi que com um colírio comum(Visazul) a vermelhidão sumia e o cão sentia um alivio, mas horas depois retornava, então eu contei o caso a outro amigo farmacêutico que me indicou um colírio que custava R$120,00 o Travatan, como ele tinha uma amostra grátis eu decidi usar, já que a situação só piorava, apliquei um gota em cada olho e uma hora depois parece que a doença sumiu, as pupilas diminuíram, ele voltou
enxergar de um olho(como o outro fazia mais tempo que estava com o problema não melhorou, mas não inchou mais e a pupila normalizou) quando disse isso ao meu amigo veterinário ele foi ver o principio ativo do colírio, mas não encontrou a formula veterinária, porém isso é apenas para que saibam que podem ocorrer melhorias ou não, creio que no meu caso foi sorte ou muita oração, pois nossos animais são nossa alegria e vale tudo para salva-los , deixo aqui para que aqueles que não tem mais esperança, um pouco dela para aqueles que sofrem desse mal....
Vanessa Lopes (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Carlos! Muito obrigada pelo seu depoimento valeu! :)
Climaco
Boa noite.Vi seu depoimento e resolvi usar a mesma medicação no meu cão pois ele estava há quatro dias com os mesmos sintomas oculares e apesar de tê-lo levado ao veterinário e estar medicado os sintomas oculares não melhorava.Comprei o remédio que vc falou e apliquei-o conforme a bula, em duas horas já apresentou uma melhora porém houve mudança na coloração dos olhos ficando acastanhado ,aconteceu no seu cão também e por quantos dias vc usou?
Silvana
Advertências de Travatan
Foi relatado que TRAVATAN causa alterações nos tecidos pigmentados. As alterações relatadas com maior freqüência foram aumento na pigmentação da íris e tecido periorbital (pálpebra) e aumento na pigmentação e crescimento de cílios. Estas alterações podem ser permanentes. TRAVATAN pode alterar gradualmente a coloração dos olhos, aumentando a quantidade de pigmento castanho na íris através do aumento do número de melanossomas (grânulos de pigmento) nos melanócitos. Os efeitos a longo prazo nos melanócitos e as conseqüências de um dano potencial aos melanócitos e/ou depósito de grânulos de pigmento em outras áreas dos olhos não são atualmente conhecidos. A alteração da coloração da íris ocorre lentamente e pode não ser perceptível por meses ou anos. Os pacientes devem estar cientes da possibilidade de alteração da cor da íris. O escurecimento da pele palpebral tem sido relatado em associação ao uso de TRAVATAN Solução Oftálmica. TRAVATAN Solução Oftálmica pode alterar gradualmente os cílios dos olhos tratados. As alterações incluem o aumento do comprimento, espessura, pigmentação e/ou número de cílios. Os pacientes tratados em apenas um dos olhos devem estar cientes da possibilidade de aumento da pigmentação castanha da íris, do tecido periorbitário e/ou palpebral e dos cílios, no olho tratado, ocorrendo assim heterocromia entre os olhos. Pode ocorrer disparidade entre os olhos no comprimento, espessura e/ou número de cílios.

Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento
1 de 5
Glaucoma em cães - Sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página