Partilhar

Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 27 dezembro 2019
Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

Ver fichas de  Cachorros

O cachorros são animais curiosos e, muitas vezes, cheiram plantas ou tentam ingerir certos insetos que podem levar a uma reação alérgica, ficando o cachorro com pescoço inchado ou outras regiões como o focinho.

A reação alérgica ou reação anafilática é uma das causas mais comuns que tem como sintoma principal o inchaço e inflamação das estruturas envolvidas. Esta reação pode ser algo tão simples como um inchaço ou ser algo mais perigoso que, em minutos, pode comprometer a vida do seu pet.

Além disso, certas neoplasias (tumores) podem desencadear inchaço no pescoço do cachorro. Para saber mais sobre reações alérgicas em cachorros e tudo o que pode ser cachorro com pescoço inchado, não perca este artigo do PeritoAnimal.

Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

As causas de cachorro com o pescoço inchado podem ser:

Reações alérgicas

As reações alérgicas podem ser despoletadas por picadas de insetos, aracnídeos ou répteis, alergias alimentares, reações vacinais ou medicamentosas e alergias de contacto (plantas ou produtos químicos).

Meu cachorro está com a cara inchada: o que fazer?

As reações alérgicas podem provocar inchaço local no local da picada/contacto, sendo mais comum cachorro com cara inchada. Para saber mais sobre "cachorro com cara inchada, o que pode ser", consulte esse artigo.

A reação alérgica é um mecanismo de defesa do organismo, no entanto, por vezes, pode tomar proporções descontroladas e originar uma reação anafilática (reação sistêmica geral) que pode levar a:

  • Choque anafilático
  • Falha cardiorrespiratória
  • Morte.

Reação ganglionar

Os gânglios linfáticos são pequenas estruturas do sistema linfático que são responsáveis por filtrar e combater agentes causadores de doenças (como vírus e bactérias). Uma vez nos gânglios linfáticos, as células de defesa (principalmente os linfócitos) vão atacar o agente e tentar eliminá-lo. Enquanto esse processo ocorre o gânglio pode ficar reativo, quente, doloroso e aumentado. Se for algo fácil de resolver, a situação regride em 3 ou 4 dias. Caso contrário, o gânglio continua a aumentar e fica muito doloroso ao toque.

Uma infeção em um dente pode resultar em reação ganglionar ou abscesso, explicando porque você vê o cachorro com pescoço inchado.

O linfoma é um câncer (tumor maligno) que resulta da proliferação descontrolada das células do tecido linfóide. No estadio I se manifesta por um aumento de um gânglio regional, no estadio II envolve vários gânglios da mesma área e no III afeta todos os gânglios. Surge mais em cães idosos e de meia-idade, sendo que também pode ser encontrada em animais muito jovens.

Hematomas

Quando ocorre um traumatismo ou ferimento e a estrutura de um ou mais vasos sanguíneos é afetada, pode ocorrer extravasamento de sangue dos mesmos, resultando em uma hemorragia. Se o ferimento tiver ligação ao exterior, o sangue sai para o exterior. No entanto se não existir ligação para o exterior, se dá a formação de um hematoma (acumulação de sangue entre os tecidos, originando inchaços mais ou menos extensos, explicando porque você nota o cachorro com a cara inchada) ou equimose (a conhecida nódoa negra, de reduzidas dimensões).

Em caso de hemorragia: tentar cobrir com toalhas para estancar a hemorragia e levar o animal ao veterinário o mais rápido possível.

Em caso de hematoma: nestes casos você pode colocar gelo no local e posteriormente aplicar pomadas que tenham na sua composição, por exemplo, polissulfato sódico de pentosano ou polissulfato de mucopolissacáridos, com propriedades anticoagulantes, fibrinolíticas, anti-inflamatórias e analgésicas locais.

Abscessos

Os abscessos são acumulações encapsuladas de material purulento sob os tecidos (pele, músculo, gordura) e são a forma de o organismo tentar expulsar microrganismos ou um corpo estranho (como sementes, espinhos ou poeiras).

Se se localizam no pescoço, é mais comum serem consequência de arranhaduras ou mordeduras de outros animais. Normalmente são acompanhados de muita dor, muita sensibilidade ao toque e aumento da temperatura local e, em estados mais avançados, a cápsula do abscesso pode fistular e drenar o material para o exterior apresentando um aspecto variado (entre o sanguinolento ou purulento pastoso) e um odor desagradável.

Você pode colocar uma compressa úmida quente no local para tentar estimular a circulação sanguínea. Caso o abscesso já esteja drenando, você deve fazer limpeza e desinfecção duas vezes por dia com soro fisiológico ou clorexidina diluída. Muitos deles necessitam de antibioterapia sistêmica, por isso, nunca deixe de pedir ajuda ao seu veterinário de confiança.

Tumores

Cachorro com pescoço inchado pode, ainda, ser explicado por tumores. Tumores de tiróide, ósseos, massa muscular ou pele do pescoço geralmente se observam facilmente através de inchaços pronunciados ou feridas que nunca saram que podem mesmo deformar o pescoço do animal.

Os tumores benignos são, geralmente, tumores de crescimento lento, são localizados e não metastizam (não se difundem por outros tecidos ou órgãos).

Quando são malignos apresentam crescimento rápido, são muito invasivos localmente e podem metastizar.

Independentemente da malignidade do tumor, quanto mais cedo for avaliado e diagnosticado melhores são as chances de tratamento e cura.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Jackson, H.A. & Marsella, R. BSAVA Manual of Canine and Feline Dermatology. 2012 Sept, BSAVA 3rd Edition.
  • Shmuel, D.L. & Cortes, Y. Anafilaxia em cães e gatos. Journal of Veterinary Emergency and Critical Care (San Antonio). 2013 Jul-Aug; 23 (4): 377-94.
  • Westermeyer, H.D.; Tobias, K.M., Reel, D.R. Head and neck swelling due to a circumferential cicatricial scar in a dog. Journal of the American Animal Hospital Association. 2009 Jan-Feb; 45(1):48-51.

Vídeos relacionados com Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

1 de 3
Vídeos relacionados com Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

Escrever comentário sobre Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
Vandi Gadelha
Meu cachorro tem cerca de 2 anos e meio e apresenta um inchaço muito intenso no pescoço, tem inapetência e está percendo peso. o inchaço é como uma papeira é duro e o cão anda muito triste, já dei analgesico e antiinfamatório mas não percedo melhora. Moro em um sitio e acho que deve ter comido algum inseto personhento. Vocês podem me ajudar não estou em condições de levá-lo a um veterinário.
A sua avaliação:
Elaine Araújo
Meu cachorro parece está com uma íngua no pescoço está comendo normal mais quando toco e apalpo com mão ele senti dor será que foi um inseto que mordeu ou pode ser algo mais grave.
Nídia do Carmo (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi! Apenas um veterinário pode fazer um exame físico do seu pet para chegar a um diagnóstico e recomendar o tratamento adequado para o caso. Recomendamos que você consulte um profissional o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
A sua avaliação:
Elizabete
Minha cadela teve filhotes, estão com 20 dias de nascido um deles apareceu com o lado do pescocinho inchado eu pego e dói ela está mamando normal por favor me ajude
Nídia do Carmo (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Elizabete! Apenas um veterinário de confiança pode recomendar um tratamento depois de fazer um exame físico do filhote.

A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!

Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?
Cachorro com pescoço inchado, o que pode ser?

Voltar ao topo da página