Partilhar

Dicas para adestrar um Pitbull

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 14 fevereiro 2019
Dicas para adestrar um Pitbull

Ficha do animal: American Pit Bull Terrier

Encontramos no Pitbull Terrier uma das raças de cães consideradas em muitas regiões como raça potencialmente perigosa devido aos seus atributos físicos que o fazem um animal forte e robusto, não sendo avaliada em nenhum caso a psicologia do animal. Esta raça pode chegar a ser inclusive considerada como uma das mais perigosas.

É importante referir que o comportamento dos cachorros é um reflexo do adestramento e cuidados que os donos lhe dão, por isso o que muitas vezes acontece com esta raça de cachorro é uma falta ou um adestramento deficiente. Se tem um Pitbull ou está pensando em adotar um, continue lendo este artigo do PeritoAnimal em que lhe damos dicas para adestrar um Pitbull.

Também lhe pode interessar: Dicas para adestrar um Schnauzer

O Pitbull Terrier como raça potencialmente perigosa

Como já referimos no início, o Pitbull é considerada uma raça potencialmente perigosa em muitas regiões. E isto pode nos levar a acreditar que a agressividade do cachorro está relacionada com a raça de um cachorro, algo totalmente errado. O Pitbull é um cão perigoso?

A principal conclusão de um estudo da Universidade de Córdoba é que são os donos os principais responsáveis pelos ataques dos seus pets. Segundo o autor, Joaquín Pérez Guisado, a causa principal de um animal se tornar agressivo é a má ou inexistente educação proporcionada ao animal.

Se procurarmos outros estudos, vemos que Rachel Casey (da Universidade de Bristol) afirma que relacionar a agressividade a determinadas raças não tem qualquer rigor científico.

De fato, um artigo publicado na edição americana do Huffinton Post vai mais além. Nele encontramos o resultado de uma investigação da "American society of temperant". No seu infográfico podemos ver que o Pitbull é a segunda raça mais tolerante, apenas atrás do Labrador Retriever.

Dicas para adestrar um Pitbull - O Pitbull Terrier como raça potencialmente perigosa

Por que se relaciona o Pitbull a uma raça agressiva?

Ao longo da história vemos que as raças potencialmente perigosas são as que se utilizaram para realizar lutas de cachorros assim como esportes de caça. O treinos dos cachorros consiste em um teste duro desde que são filhotes, são estimulados desde cedo para pegarem em paus e desenvolverem assim a sua agressividade, para depois serem utilizados em lutas.

A lei também não está do lado dos Pitbull Terrier em muitas regiões, pois nestes locais em que a raça é considerada potencialmente perigosa o uso da focinheira é obrigatória. A justificação para esta medida é que devido à sua força física e poderosa mordida, devem usar a focinheira. Mas se pensar um pouco, existem outros cachorros com capacidades físicas iguais que não são considerados como potencialmente perigosos, por que isto acontece?

Infelizmente, isto fez com que a sociedade pense que estes cães são perigosos, quando na verdade não há nenhuma prova científica que o comprove, pelo contrário.

Dicas para adestrar um Pitbull - Por que se relaciona o Pitbull a uma raça agressiva?

Adestrar um filhote de Pitbull

A educação de um filhote de Pitbull rege-se sob as mesmas regras que as de qualquer outra raça. Para o ajudar vamos-lhe explicar os passos mais importantes a ter em conta na hora do adestramento básico de um cachorro:

  • Antes da chegada do filhote a sua casa, deve decidir o que pode ou não fazer. Por exemplo, se vai puder subir para os sofás e camas, onde vai dormir, entre outras coisas. Toda a família deve ser consciente dessas regras, pois todos devem agir da mesma forma com o cachorro, caso contrário ele ficará confuso.
  • Procure um nome para o seu cachorro Pitbull e ensine-o a relacioná-lo corretamente com ele, em pouco tempo conseguirá que aprenda o seu nome.
  • Deve socializar o seu cachorro Pitbull desde que é um filhote, é muito importante para que no futuro se possa relacionar com cachorro e pessoas adequadamente.
  • Deve aprender a não morder para não o machucar à medida que for crescendo, para isso será fundamental proporcionar-lhe uma vida relaxada assim como o uso de brinquedos e mordedores.
  • Evite dar bronca no seu cachorro e, sempre que fizer algo de bom utilize o reforço positivo. Perante uma situação desagradável deve dizer "Não" firme e nunca dar bronca em excesso, isso só vai causar estresse no cachorro.
  • Ensine o seu cachorro a ficar sozinho pouco a pouco e informe-se sobre a ansiedade por separação para a prevenir adequadamente.
  • Faça sessões de treinamento curtas (de entre 10 a 15 minutos) e ensine-lhe ordens básicas que lhe ajudem no dia a dia, como sentar ou ficar quieto.

No entanto, os Pitbull Terrier, tal como outras raças, são cachorros que têm muita energia que precisa de ser liberada. Isso faz com que você precise de ser consciente de que precisa de muita atividade física de forma diária, por isso deve saber quantas vezes o deve passear segundo o seu nível físico, adaptando-se sempre ao seu cachorro em concreto.

Cada cachorro é diferente e único, mas no geral deve sair e exercitar um Pitbull no mínimo cerca de duas horas por dia. É importante que dê a este ponto a devida importância. Um cachorro que não faz suficiente esporte, é um cachorro infeliz e nada saudável.

  • Recomendação: qualquer raça considerada potencialmente perigosa deve andar sempre na rua com uma focinheira. Por isso, é muito importante habituá-lo a usá-la desde filhote. Pode começar assim que fizer dois meses de idade, mas sempre pouco a pouco. Comece com sessões apenas de 1 minuto e vá aumentando gradativamente.
Dicas para adestrar um Pitbull - Adestrar um filhote de Pitbull

Adestrar um Pitbull adulto adotado

Se adotou um cachorro Pitbull Terrier, primeiro deixe-me dar-lhe os parabéns. Muitos Pitbull enchem os canis de todo o mundo devido à quantidade de formalidades que são necessárias para o adotar. No entanto, deve ter em atenção pois não conhece o passado do seu cachorro, talvez o seu dono anterior não o tenha educado corretamente. Ou pior ainda, pode ser que o tenho educado para lutar.

Independente disso, deve ter claro que sob nenhuma circunstância lhe deve dar bronca ou utilizar a agressividade, pois lembre-se que ele é um cachorro forte do qual desconhece o seu caráter e história. Ter em atenção a linguagem corporal do cachorro será fundamental, deve verificar se em algum momento assustou o seu cachorro.

Se acha que o seu cachorro tem algum tipo de problema de comportamento grave, o ideal é consultar um etólogo ou educador canino, especialmente se não estiver bem socializado, nunca tente fazê-lo você mesmo.

Para finalizar este artigo deixamos-lhe uma curiosidade sobre os Pitbull. Sabia que esta raça era conhecida como "cachorro babá"? Era conhecida assim por serem tolerantes e pacientes com as crianças, saiba mais no nosso artigo o Pitbull Terrier como cachorro babá.

Dicas para adestrar um Pitbull - Adestrar um Pitbull adulto adotado

Se deseja ler mais artigos parecidos a Dicas para adestrar um Pitbull, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Educação básica.

Conselhos
  • Se estiver em um país onde o Pitbull seja considerado uma raça potencialmente perigosa, é muito importante cumprir com todos os requisitos para conseguir adotar um cachorro desta raça.

Escrever comentário sobre Dicas para adestrar um Pitbull

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
23 comentários
A sua avaliação:
beatriz
adotei uma filhote metade dessa raça e metade american staff , faz uma semana mais ou menos e a filhote demonstra um comportamento meio agressivo , o que eu devo fazer para reduzir esse comportamento ? ela tem uns 2 meses
A sua avaliação:
ESTER URCINA P.T
a minha mãe adotou um filhote de pitbull macho o nome dele é Zeus,ele tem 2 meses.
Ele está se comportando um pouco agressivo,ele as vezes corre ataz dos meus gatos mas,não por mal ele se deu bem com os meus outros cachorros:eu queria saber como eu faço para ele parar de morder as coisas?
A sua avaliação:
Roberta
Adotei uma cadela de Pit Bull e ela e muito dócil adotei ela com 1 mês hj ela está com quase 4 meses nunca mordeu ninguém só quando que brinca e eu tenho um poddol que nunca foi apegado a mim como ela e eu não posso sai de perto dela que ela fica chorando até eu volta dormi grudada em mim e eu quem adestra ela e eu e o meu irmão. Pq a gente já tem um de conhecimento pq nosso sonho sempre foi ter um cachorro dessa raça e eu descobri hj que ela e Pit Bull pura e ela se dá super bem com cachorro que já tem 15 anos ela já está bem mais calma de quando ela chegou aqui em casa eu amo muito ela e cuido muito dela o nome dela e Lola
A sua avaliação:
SILVIA ADRIANA FALCAO MARQUES
Tenho dois um macho de 6 anos que criei desde filhote a mãe dele era minha faleceu de câncer super dócil e obediente. A pequena pouco mais de um mês têm se mostrado agitada mas, estou ensinando a socializar
A sua avaliação:
ALEX
Tenho um pitbull de 3 messes e ele dependo da situação ele rosna e da pra ver q ele ta com medo eu ja ganhei ele assim mais ele e manso
DIEGO LEONARDO CALDARDO
Adotei um pitbull de 7 meses. Ela é fêmea e dócil, mais gosta de morder. Gostaria de saber como treinar ela com crianças?
Luan
Quando ele estiver mordendo você diz NÃO, e simplesmente o ignora, ao longo do tempo ele vai aprender que não é certo ficar mordendo
Paulo Roberto
Eu tenho um filhote de pit bull com labrador ele tem 10 meses ele tem medo de tudo eu ando com ele na rua e ele ficar com medo de carros e motos de tudo oq eu faço
Francisco Matheus
Eu tenho um pit bull com 1 mês é 21 Dias
Ele gosta muito de morde oque Eu faço?
Luísa Savala
Oi Francisco! Nosso artigo sobre filhote de cachorro mordendo e rosnando pode te ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/filhote-de-cachorro-mordendo-e-rosnando-o-que-fazer-21408.html
De qualquer maneira, o mais indicado é buscar ajuda de um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Kamylla
Bom, li nesse site que é bom dar a ele brinqurodos e morderores
Jorge Jr
Muito legal as dicas, pois tenho 1 e vou ensina-lo a forma correta!
Renata
Vou adotar um pitbull adulto cuja origem é desconhecida. Preciso de conhecer mais sobre eles e sobre como agir nas diversas situações. Podem me ajudar?
Luísa Savala
Oi Renata! Nosso artigo sobre o que deve ter em conta antes de adotar um Pitbull, pode te ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/o-que-deve-ter-em-conta-antes-de-adotar-um-pitbull-21185.html
Temos também, outro artigo a respeito dos mitos sobre Pitbull, confira: https://www.peritoanimal.com.br/10-mitos-sobre-o-pitbull-21109.html

Dicas para adestrar um Pitbull
1 de 5
Dicas para adestrar um Pitbull

Voltar ao topo da página