Partilhar

Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento

 
Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 4 dezembro 2018
Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Distúrbios gastrointestinais como diarreia com sangue são um dos problemas mais comuns no consultório veterinário que suscitam muita preocupação por parte dos tutores dos animais. Felizmente nem todas as causas de cachorro evacuando sangue são necessariamente graves. Contudo, existem casos em que as fezes com sangue podem significar um problema de saúde grave e é necessário que você encare esse problema como um assunto sério, independentemente da gravidade da situação. Neste artigo do PeritoAnimal vamos explicar sobre: Cachorro com diarreia e sangue - Causas e tratamentos.

Também lhe pode interessar: Frutas e verduras que hamster pode comer

Cachorro defecando sangue

Um animal com um distúrbio gastrointestinal pode ter todo o sistema digestivo afetado ou apenas parte dele (estômago, fígado, pâncreas, intestino delgado e/ou intestino grosso). Esse distúrbio pode originar vômitos e/ou diarreia com distintas aparências.

A diarreia é caracterizada pelo aumento da frequência e volume das fezes do animal. Simplificando, a diarreia resulta de doenças que afetam o intestino delgado, intestino grosso ou parte distal do intestino grosso e reto, qualquer diarreia não controlada pode evoluir para uma diarreia com sangue.

Sangue nas fezes do cachorro pode surgir de um momento para o outro, através de episódios esporádicos ou de forma contínua e, por vezes, é acompanhada de vômitos.

Relativamente à cor do sangue presente nas fezes, podemos classificar como:

Hematoquezia

Presença de sangue fresco, de cor vermelho vivo, nas fezes. Na hematoquezia o sangue vivo nas fezes não foi digerido e, normalmente, provém do sistema digestivo inferior (intestino grosso). Neste caso, o sangue pode estar misturado com as fezes ou surgir sob a forma de gotas de sangue quando ha uma evacuação. Normalmente o quadro é de um cachorro com diarreia com sangue e muco, o seu volume é reduzido.

Melena

Presença de sangue digerido, de cor escura, nas fezes e com mau cheiro. Normalmente provém do sistema digestivo superior e é identificável devido à sua aparência de alcatrão. Esta situação é mais difícil de identificar do que a hematoquezia, uma vez que são necessárias grandes quantidades de sangue gastrointestinal para que a cor escura nas fezes seja facilmente detectada. Ou seja, cachorros com uma hemorragia gastrointestinal leve a moderada, podem não apresentar melena tão evidente. Se você tiver dúvidas de que se trata de sangue digerido, você pode colocar as fezes do seu cachorro em papel branco absorvente e esperar um momento. Se começar a surgir uma coloração avermelhada no papel, é muito provável as fezes contenham sangue.

É importante referir que diarreia não é uma doença, mas sim um sintoma de alguma de uma doença que está a afetar o seu cachorro. Além disso, diarreia por si só pode indicar um certo tipo de doença, enquanto que diarreia com sangue pode significar um outro tipo de doença, uma vez que a diarreia e a presença de sangue podem ser consequentes de doenças distintas.

Cachorro defecando sangue: causas

Procurar um profissional é muito importante na hora do diagnóstico, pois só ele saberá qual a causa mais provável entre todas as possíveis. As causas de um cachorro com diarreia com sangue são muito variadas, podendo ser apenas ocasionadas por uma mudança brusca na alimentação do cachorro, verme nas fezes ou ser algo mais grave como a parvovirose.

Existem muitas causas para causas de cachorro com diarreia e sangue, entre elas:

  • Ingestão de sangue: proveniente de alimentos ou de feridas na boca do seu animal. Normalmente causa melena.
  • Desidratação: a falta de água no organismo do seu cachorro pode levar a distúrbios gastrointestinais que causam diarreia (provocando ainda mais desidratação) e sangue nas fezes.
  • Complicações pós-cirúrgicas: se o seu cachorro foi submetido recentemente a uma cirurgia, o surgimento de diarreia com sangue pode ter origem na zona da cirurgia.
  • Estresse;
  • Alteração da alimentação: a simples mudança brusca na alimentação pode levar a um quadro de diarreia com sangue. Antes de alterar a dieta do seu animal, pergunte ao médico veterinário se essa nova dieta é adequada e qual o método mais apropriado para fazer a transição da dieta atual para a nova dieta.
  • Alergias ou intolerâncias alimentares: certos alimentos consumidos pelos seres humanos podem irritar o estômago dos animais sendo que alguns são tóxicos. Por exemplo, normalmente os cachorros são intolerantes a alimentos com lactose (um açúcar presente no leite e nos seus derivados) causando diarreia que pode conter sangue e outros sintomas gastrointestinais. É importante evitar dar grandes quantidades desses alimentos ao seu pet para evitar estes problemas.
  • Corpo estranho: algo que o cachorro comeu e que está obstruindo e/ou a perfurando o estômago ou intestino do cachorro (ossos, peças de brinquedos, peças de roupa e objetos pontiagudos). Para evitar este tipo de problemas é necessário evitar dar ao animal ossos de galinha (que são muito pontiagudos), brinquedos e objetos que possam engolir facilmente.
  • Úlceras gástricas ou intestinais: a presença de úlceras gastrointestinais pode levar à presença de hematoquezia. O sangue presente no estômago ou intestino é digerido e surge nas fazes com cor escura. O uso prolongado de anti-inflamatórios não esteroides (AINEs) também pode provocar este tipo de úlceras e, consequentemente, diarreia com sangue.
  • Vermes intestinais: estes vermes podem causar diarreia, e, em casos de infestação grave, o cachorro pode evacuar sangue e apresentar verme nas fezes.
  • Intoxicações ou envenenamentos (por plantas, medicamentos ou produtos químicos e tóxicos como veneno de rato): podem provocar problemas de coagulação sanguínea e, consequentemente, hemorragias que o organismo do animal não é capaz de interromper. Com a chegada do Natal é necessário estar atento ao tipo de plantas de natal que você tem em casa e quais podem ser tóxicas para o seu pet. Além disso é importante que você nunca automedique o seu cachorro com remédios humanos, mesmo que sejam indicados para tratar os mesmos sintomas em seres humanos.
  • Feridas retais: as feridas retais, na porção distal do sistema digestivo inferior, podem causar hematoquezia.
Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento - Cachorro defecando sangue: causas

Cachorro defecando sangue: causas por infecção

Algumas das causas possíveis de um cachorro com diarreia com sangue pode ser algum tipo de infecção:

  • Infeção bacteriana: a infeção por bactérias pode causar melena ou hematoquezia, dependendo da região do corpo afetada. Os agentes bacterianos mais comuns são: Campylobacter, Salmonella, Clostridium e Escherichia coli.
  • Infeção fúngica: igual como ocorre na infeção bacteriana, os fungos podem provocar melena ou hematoquezia dependendo da região afetada. Os agentes mais comuns são: Aspergillus, Penicillium, Fusarium
  • Infeção viral: a Coronavirose e a Parvovirose são as mais comuns. A parvovirose é altamente contagiosa entre cachorros, tem elevada taxa de mortalidade e um dos principais sintomas é a diarreia com um odor muito característico associado a letargia, vômitos e a anorexia. Afeta principalmente filhotes de cachorro entre os 1 e 6 meses, não vacinados. A diarreia apresenta um odor malcheiroso característico, é muito fluída e hemorrágica.

Cachorro defecando sangue: causas por doenças

Outras causas comuns para um cachorro com diarreia e sangue:

  • Doenças dos sacos anais.
  • Gastroenterite hemorrágica: causa hematêmese (vômito com sangue) e diarreia com sangue. As raças toy e miniatura são as mais afetadas.
  • Doença renal, hepática ou pancreática.
    Doenças endócrinas.
  • Tumores (adenocarcinoma, linfossarcoma, leiomiossarcoma): o sangue nas fezes do cachorro pode ser indicativo de tumores malignos. Este facto não deve ser ignorado e quanto mais cedo for identificada a causa, mais cedo se começa o tratamento e melhor será o prognóstico.

Cachorro com diarreia e sangue: diagnóstico

A diarreia e/ou o vômito são dos sintomas mais comuns em pequenos animais de companhia e podem ter uma imensidão de causas. Por isso, é necessário que o médico veterinário reúna o máximo de informação possível para descartar ou incluir certos diagnósticos, até que possa identificar o diagnóstico exato do seu cachorro.

O plano diagnóstico inicial envolve a recolha de todo o histórico do cachorro, o exame físico durante a consulta e os exames complementares iniciais. O histórico médico deve incluir:

  1. A raça, a idade e o sexo do cachorro;
  2. Desparasitação interna e externa;
  3. Protocolo vacinal;
  4. Doenças anteriores do cachorro;
  5. Contato com outros cães:
  6. Tipo de alimentação, frequência, todo o tipo de alimentos extra que possa receber ou ter acesso, como alimentos que não sejam a ração do cachorro, objetos, brinquedos, ossos, detergentes e outros produtos químicos (o histórico alimentar é particularmente importante pois é dos poucos fatores que não se pode verificar no exame físico ou nos exames complementares);
  7. A gravidade, a evolução e as características da diarreia e/ou vômito: quando surgiu pela primeira vez, com que frequência acontece, aspeto da diarreia (cor e consistência);
  8. Alterações de apetite e de comportamento.

Durante o exame físico deve-se verificar o nível de hidratação/desidratação, observar as membranas mucosas para ver se há alterações na circulação sanguínea ou perda de sangue, assim como a função cardíaca, fazer a palpação abdominal para detetar algum sinal de dor, desconforto, presença de gás, massas abdominais ou obstrução.

Os exames complementares iniciais envolvem a análise sanguínea e bioquímica, recolha e análise de fezes, radiografia e endoscopia para verificar algum corpo estranho ou obstrução.

Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento - Cachorro com diarreia e sangue: diagnóstico

Cachorro com diarreia e sangue: o que fazer?

Antes de mais, a primeira coisa a ser feita é levar o seu cachorro ao veterinário para que ele possa avaliar a condição do animal e selecionar o melhor tratamento.

O tratamento é específico para cada causa e depende da gravidade da situação, sendo que certos animais vão precisar de fármacos para tratarem e outros vão necessitar de um jejum seguido de uma dieta especifica e/ou de exclusão para entender que tipo de alimento está causando os problemas gastrointestinais.

Caso o animal esteja desidratado o médico vai fazer fluidoterapia para hidratar o cachorro.

Casos como a parvovirose é necessário fazer o isolamento, fluidoterapia e tratar os sintomas do animal (controlo do vômito e dor, e antibiótico para possíveis infeções secundárias). A doença não tem cura e, como tal, não existe medicação especifica para esta doença.

A lavagem gástrica é realizada caso se suspeite de algum tipo de envenenamento ou intoxicação.

Dependendo da localização e das características do corpo estranho, o médico veterinário pode:

  • Fazer uma endoscopia e removê-lo;
  • Prescrever fármacos que facilitem a saída do corpo estranho pelas fezes;
  • Caso se trate de um corpo estranho pontiagudo e exista o risco de perda de integridade da mucosa gástrica ou intestinal, vai indicar uma cirurgia de urgência para que ele seja removido.

Veja também: Causas de vômito em cães



Cachorro com diarreia com sangue: como tratar?

Os próximos passos são muito importantes para tratar e prevenir futuros episódios de cachorro defecando sangue:

  • Manter uma boa higiene do seu cachorro e do ambiente. Em casos de vermes intestinais, eles podem estar presentes nas fezes e ficarem no ambiente do animal. Por isso é importante limpar o espaço e toda a casa do cachorro, depois aplicar vermífugo para evitar a re-infestação.
  • Após o jejum prescrito, comece por alimentar o seu cachorro com uma dieta específica com pequenas refeições diárias e sem alterações bruscas na dieta ou alimentos extra. Você deve evitar compartilhar a sua comida com o seu pet, por mais que seja difícil. Normalmente, o médico veterinário recomenda um remédio caseiro para cachorro com diarreia com sangue que se baseia numa dieta de fácil digestão à base de água de arroz ou de arroz e frango cozido desfiado que vão acalmar o aparelho digestivo do seu cachorro. Só depois de tratada a diarreia é que o cachorro pode voltar à ração normal, fazendo sempre uma transição progressiva entre o arroz e o frango e a ração.
  • Não deixe o seu cachorro ter acesso ao lixo, remédios e alimentos impróprios para cachorro.
  • Manter o cachorro hidratado. Além da fluidoterapia que o veterinário pode aplicar, o cachorro deve sempre ter em casa água fresca à disposição. Isso irá evitar que o cachorro com diarreia com sangue desidrate facilmente e ajuda a eliminar toxinas presentes no organismo.
  • Correta desparasitação com o vermífugo adequado, cumprindo a data de cada desparasitação.
  • Vacinação é muito importante principalmente em casos de parvovirose

O PeritoAnimal tem um artigo sobre remédio caseiro para cachorro com diarreia que pode te interessar.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas intestinais.

Bibliografia
  • Hall, E. J., Simpson, J.W. e Williams, D.A. (2005) BSAVA Manual of Canine and Feline Gastroenterology. Second Edition, p334
  • Mortier, F., Strohmeyere, K.., Hartmann, K. e Unterer, S. (2015) Acute haemorrhagic diarrhea syndrome in dogs: 108 cases. The veterinary record, 176 (24): 627
  • Volkmann, M. Steiner, J.M., Fosgate, G. T., Zentek, J., Hartmann, S. e Kohn, B. (2017) Chronic Diarrhea in Dogs – Retrospective Study on 136 Cases. Journal of Veterinary Internal Medicine, 31 (4): 1043-1055

Escrever comentário sobre Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento
1 de 3
Cachorro com diarreia com sangue: causas e tratamento

Voltar ao topo da página