Partilhar

Doenças do gato siamês

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 27 dezembro 2017
Doenças do gato siamês

Ver fichas de  Gatos

Os gatos siameses são pets muito saudáveis, desde que eles venham de criadores responsáveis e éticos e não existam problemas de consanguinidade ou outros fatores negativos. No entanto, alguns que se encontram em adoção são vítimas destas práticas.

Os gatos siameses vivem mais que outras raças, alcançando uma esperança média de vida de cerca de 20 anos. É nos em que se convertem em "avós" que, as dores e doenças próprias da velhice aparecem. No entanto, existem algumas doenças ou malformações que se acusam desde jovens.

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal e se informe adequadamente sobre as mais frequentes malformações e doenças do gato siamês.

Também lhe pode interessar: Nomes para gatos siamês

Câncer de mama

Quando as gatas siamesas são maiores costumam surgir cistos mamários. A maioria deles são benignos, mas alguns convertem-se em cancerígenos. Por este motivo, o veterinário deverá controlar os cistos se aparecerem, analisá-los e proceder a uma cirurgia no caso de serem malignos.

Com uma visita veterinária a cada 6 meses será suficiente para prevenir este problema e detetá-lo a tempo caso ocorra.

Alguns gatos siameses jovens sofrem de episódios de problemas respiratórios, URI, que os deixa em um estado idêntico à gripe que nós humanos sofremos. Também podem sofrer de inflamações nasais e de traqueia. Não são infecções frequentes porque os gatos siameses são basicamente caseiros e não andam vagueando pelas ruas. Ao serem maiores já não estão expostos ao URI. Estes episódios bronquíticos temporais devem ser controlados por parte do veterinário.

Transtornos obssessivos/compulsivos

Os gatos siameses são animais de estimação sociáveis que precisam da companhia de outros animais ou humanos, e o melhor é se conviver com ambos em simultâneo. A solidão excessiva pode levá-los a um transtorno causado pelo tédio ou a ansiedade pela espera do regresso das pessoas de casa. Uma compulsão que consiste em uma limpeza excessiva, chegam a lamberem-se tanto que podem provocar falhas no pelo.

Este transtorno tem o nome de alopecia psicogênica. De forma indireta a ingestão de pelo também lhes pode causar problemas intestinais como consequência das bolas de pelo. É conveniente administrar-lhes malta para gatos.

Doenças do gato siamês - Transtornos obssessivos/compulsivos

Doença vestibular

Esta doença costuma ser causada por problemas genéticos e, está relacionada com o nervo que conecta o ouvido interno.

A doença vestibular causa no gato tonturas e perdas de equilíbrio, costuma durar pouco tempo e curar-se por si mesma. Se isto ocorrer de forma frequente, deve ser tratada pelo veterinário.

Distúrbios ópticos

Os gatos siameses também podem sofrer de alterações que não são propriamente doenças, mas sim desvios do padrão do gato siamês. Um exemplo é o estrabismo, o gato vê perfeitamente bem, apesar dos seus olhos estarem orientados de forma estrábica visivelmente.

O nistagmo é outra alteração do nervo óptico, tal como o estrabismo. Esta alteração provoca uma oscilação dos olhos da direita para a esquerda ou de cima para baixo. Não é frequente mas pode ocorrer em gatos siameses. Deve consultar o veterinário, porque pode ser um sinal de que o gato sobre de alguma doença renal ou cardíaca.

Doenças do gato siamês - Distúrbios ópticos

Porfiria

Esta anomalia genética já desapareceu praticamente, embora antigamente era procurada por se tratar de um traço típico de alguns gatos orientais. Não influencia em nada na saúde do gato, a cauda é corta e torcido em uma espécie de saca-rolhas, idêntica às caudas dos porcos.

A porfiria é uma doença metabólica normalmente hereditária. É muito complexa e de difícil diagnóstico, pode ter diversos graus de intensidade e afetar diferentes órgãos. Altera as enzimas que favorecem a síntese da hemoglobina sanguínea.

Pode ser muito leve ou grave. Como pode atacar diferentes órgãos: coração, rins, fígado, pele, etc, são inúmeros os sintomas que pode apresentar: urina avermelhada, vômitos, alterações da pele, convulsões e, inclusive ser assintomática. Apenas um veterinário competente conseguirá faze um diagnóstico adequado.

Hidrocefalia

No gato siamês trata-se de uma alteração genética do gene hy. A acumulação de líquido cefalorraquidiano no cérebro pressiona o cérebro pode causar danos irreversíveis. Um sintoma claro é a inflamação da cabeça, nesta situação deverá a atenção imediata de um veterinário.

Já deve ter notado que a grande maioria dos transtornos se devem a deficiências nas linhas genealógicas do gato. É por este motivo que é importante adotar filhotes em lojas de confiança, profissionais que possam assegurar a origem dos gatos siameses.

Doenças do gato siamês - Hidrocefalia

Desparasitação

Além disso, devemos ter em conta, especialmente se o nosso gato entra e sai de casa com frequência, a importância de desparasitar o nosso gato siamês. Desta forma, vamos evitar o aparecimento de parasitas intestinais e parasitas externos como as pulgas e carrapatos.

Descubra no PeritoAnimal remédios caseiros para desparasitar gatos.

Você adotou recentemente um gato siamês? Veja a nossa lista de nomes para gatos siameses.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças do gato siamês, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Prevenção.

Escrever comentário sobre Doenças do gato siamês

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
4 comentários
creusa coelho
Ontem dia 13 ganhei um filhote macho de siamês.Nasceu 2/01/018 e preciso de orientação e dicas das vacinas e qdo pode fz a castração.A pessoa q me arranjou tem uma ONG e resolvi adotar p ser meu amiguinho e quero q ele viva seguro
e protegido e eu tbm. Obrigado!!!Aguardo resposta.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Creusa! Temos vários artigos que podem ajudar. Relativamente à vacinação: https://www.peritoanimal.com.br/calendario-de-vacinacao-para-gatos-20222.html. Quanto à castração: https://www.peritoanimal.com.br/a-melhor-idade-para-castrar-um-gato-macho-21122.html. E ainda, aconselho a leitura deste artigo que resume todos os cuidados essenciais com um gatinho: https://www.peritoanimal.com.br/como-fazer-um-gato-feliz-10-passos-imprescindiveis-22396.html
miriam
ola. minha gata esta com ascentuada queda de pelos. ja fiz varios exames e no diagnostico nao da nada. estou preocupada. a queda se damais na area da barriga e nos bracos. a vet diz que pode ser estress a comida etc. mas achar nao esta resolvendo nada. por favor tentem me ajudar.
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Miriam! Já foram excluídos com exames as possibilidades de problemas como fungos, ácaros e mesmo doenças endócrinas? Se a conclusão foi que realmente o motivo é o estresse é importante rever todas as condições em que vive a gata para descobrir o que pode estar estressando ela. Alguma coisa mudou na casa antes de ela começar a perder pelo? Um novo gato? Novo membro na família? Nova decoração?
Ilda Mello Dias
Minha gata siamesa volta e meia fica urinado sangue ja tratei mas volta tudo de tempos em tempos. Pode me orientar no que fazer?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Ilda! É importante que visite o seu médico veterinário de confiança para diagnosticarem e iniciarem um tratamento adequado. Leia o nosso artigo sobre essa matéria: https://www.peritoanimal.com.br/meu-gato-esta-urinando-sangue-o-que-pode-ser-20933.html
Maria João Salgado
Gostei das explicações dadas sobre a raça siamesa pois tenho uma gatinha muito fofinha que encontrei na rua perto da casa de meu filho .Adoro animais e já tive 4 cães e 4 gatos mas só esta gatinha é que é pura e é siamesa
Vanessa Lopes (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Maria! Que bom saber isso! Se quiser pode partilhar uma foto da sua gatinha :) Obrigada pelo comentário e continue acompanhando nossa página :)

Doenças do gato siamês
1 de 4
Doenças do gato siamês

Voltar ao topo da página