Partilhar

Calendário de vacinação para gatos

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 7 fevereiro 2019
Calendário de vacinação para gatos

Ver fichas de  Gatos

Se é dono de um gato ou vai adotar um, como dono responsável, deverá se informar sobre muitas coisas. Uma das mais importantes é a prevenção perante muitas doenças graves para eles. Esta prevenção é conseguida com a vacinação adequada.

Dependendo do local onde morar algumas vacinas poderão ser obrigatórias ou não e, a periodicidade também poderá variar. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para se informar sobre o calendário de vacinação para gatos, assim irá certificar-se que a saúde do seu felino fica mais forte.

Também lhe pode interessar: Calendário de vacinas para cachorros

O que é e para que serve uma vacina?

As vacinas são substâncias criadas para ajudar o corpo a combater certas doenças. Estas substâncias costumam ser administradas por via subcutânea e contêm os antígenos necessários para criar os anticorpos no organismo do gato. Dependendo da doença que pretender combater, as vacinas podem conter fracções de vírus, microrganismos atenuados, etc. É com este leve contato com a doença, que o sistema imunológico do felino criará as defesas necessárias para lutar contra essa doença no caso de aparecer.

As vacinas que devem ser administradas aos gatos podem mudar na obrigatoriedade e periodicidade dependendo da zona geográfica em que se encontrar, pois pode acontecer que nessa zona existam doenças endêmicas concretas e que outras estejam erradicadas. Por isso, é da nossa obrigação como cidadãos dessa zona e como donos responsáveis do nosso pet, informarmo-nos de que vacinas são obrigatórias e com que frequência devem ser administradas ao nosso gato. É tão simples como ir ao veterinário e pedir-lhe que nos informe sobre o calendário de vacinação que deveremos seguir, uma vez que além das obrigatórias por lei, é provável que nos recomende alguma vacina voluntária por ser realmente importante para a saúde do nosso companheiro.

É necessário que antes de vacinar o seu gato se certifique que se encontra desparasitado, com boa saúde e que o seu sistema imunológico esteja suficientemente maduro, uma vez que esta é a única forma da vacina atuar e ser eficaz.

Como pode ver é realmente importante vacinar o seu pet e, por este motivo no PeritoAnimal recomendamos que o vacine todos os anos, embora lhe possa parecer desnecessário, na realidade é algo fundamental e vital tanto para a saúde do seu felino como para a sua, pois existem algumas zoonoses que podem ser evitadas com uma simples vacinação.

Infelizmente, não vacinar os gatos, é um dos erros mais comuns dos tutores de gatos.

Calendário de vacinação para gatos - O que é e para que serve uma vacina?

A partir de que idade deve vacinar o seu gato?

O mais importante é saber que deve esperar mais ou menos até à idade do desmame, uma vez que é fundamental que o seu gato já tenha o sistema imunológico um pouco maduro. Enquanto os filhotes estão no útero da mãe e enquanto são lactantes, parte das defesas imunológicas da mãe são passadas para os filhotes e assim estão protegidos durante um tempo enquanto criam o seu próprio sistema de defesas. Esta imunidade que a mãe lhes transmite começa a desaparecer entre as 5 e as 7 semanas de vida. Por isso, o momento ideal para vacinar pela primeira vez o seu gato são os 2 meses de vida.

É muito importante que enquanto o seu gato não tiver a primeira vacinação completa, não saía para o exterior nem interaja com gatos que estejam de passagem pelo seu jardim. Isto porque não tem a certeza do nível de defesas que pode ter neste lapso de tempo, entre o qual se vai esgotando a imunidade adquirida da sua mãe e que a primeira vacinação tenha efeito completo.

Calendário de vacinação para gatos - A partir de que idade deve vacinar o seu gato?

Calendário de vacinas

À exceção da vacina da raiva, não existem outras vacinas obrigatórias por lei para os felinos domésticos. Por isso, deverá seguir o calendário de vacinação que o veterinário recomendar dependendo da zona em que viver e alguns aspetos da saúde do seu gato.

É fundamental que antes de ser vacinado, o seu gato realize um teste de doenças como a leucemia felina e a imunodeficiência felina.

De qualquer forma, apresentamos-lhe de seguir um calendário básico que se costuma seguir para a vacinação de gatos:

  • 1,5 meses: Deve desparasitar o seu gato para que a vacinação primária seja mais para a frente. Saiba mais sobre a desparasitação em gatos no nosso artigo.
  • 2 meses: Teste de leucemia e imunodeficiência. Primeira dose de trivalente, esta vacina contém a vacina contra a panleucopenia, o calicivírus e a rinotraqueite.
  • 2,5 meses: Primeira dose da vacina contra a leucemia felina.
  • 3 meses: Reforço da vacina trivalente.
  • 3,5 meses: Reforço da vacina da leucemia.
  • 4 meses: Primeira vacina contra a raiva.
  • Anualmente: A partir daqui, deverá ser administrada uma vacina anual de cada uma das anteriormente administradas, pois os efeitos devem se manter ativos uma vez que com o tempo diminuem e perdem-se. Por isso, deve vacinar o seu gato uma vez por ano com a vacina trivalente, a vacina contra a leucemia e a vacina contra a raiva.
Calendário de vacinação para gatos - Calendário de vacinas

Outras informações sobre as vacinas para gatos

É muito importante para a saúde do seu gato que o vacine anualmente, mas é ainda mais importante para os gatos que saem à rua e entram em contato com outros gatos, dos quais muitas vezes desconhecemos o seu estado de saúde.

A vacina trivalente protege contra duas das doenças respiratórias mais comuns nos gatos, a rinotraqueite felina e a calicivirose felina, além disso a trivalente também contém a vacina contra uma das doenças que atacam o sistema digestivo e sanguíneo de forma mais grave, a panleucopenia felina. A vacina contra a leucemia é essencial para a saúde do gato, pois se contrair esta doença é muito complicado e, muitas vezes leva à morte do animal.

É essencial dar a vacina da raiva ao seu gato, pois ao se tratar de uma zoonose muito grave, quer dizer que esta doença também se transmite aos humanos, por isso é realmente aconselhável que vacine contra a raiva os gatos que saírem para a rua.

Existem outras vacinas para os felinos domésticos como a vacina contra a peritonite infecciosa felina e vacina para a clamidiose.

Por fim, se vai viajar com o seu gato para outra zona do mundo, é muito importante que se informe se existem vacinas obrigatórias para os gatos no país para o qual viajar, como costuma acontecer com a vacina para a raiva, além de se informar das doenças vacináveis que são endêmicas da zona.

Calendário de vacinação para gatos - Outras informações sobre as vacinas para gatos

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Calendário de vacinação para gatos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Vacinação.

Escrever comentário sobre Calendário de vacinação para gatos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
A sua avaliação:
Simone matilde
Quando vai ser o próximo calendário de vacinação de gato?
Nike
Eu ri demais desse comentário pqp kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Adriana da Silva castilho
Qdo engravidei da minha filha meus exames deu que eu não tinha imunidade alguma a doença toxoplasmose e que eu não deveria ter o contato com gatos ..hj minha filha já está com 3 anos e adotei uma gatinha isso pode causar algum problema comigo?
Stephanie
Só se você ingerir de alguma forma as fezes dos gato contaminado, ou na hora de limpar a caixa de areia e acidentalmente por a mão na boca etc. Lembrando que não é qualquer gato que tem, só se ele tiver já, e nem todos gatos tem.
Hugo
Gatos dificilmente transmitem toxoplasmose. Para haver a transmissão um gato contaminado irá uma única vez na vida defecar fezes contaminadas, as quais você terá que tocar e levar a mão na boca. Acho que você precisa mesmo é de um novo médico.
MAGALI
Uma total falta de responsabilidade quem respondeu que tem que trocar de médico. Gatos transmitem, sim, toxoplasmose e, sim, é muito perigoso para grávidas. Já, se não está grávida, não tem problema algum.
Daniella Maximo
A mãe desse filhote abandonou no fundo de casa... Mas ela está c pulgas... Posso dar alguma medicação? Parece ter cerca de uns 45 dias de vida... E q vacinas posso dar?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Daniella! Você deve consultar diretamente um médico veterinário, pois apenas um veterinário pode fazer isso.
A sua avaliação:
Ronilce Sebastiana Gonçalves de Sá
Bom dia!
Obrigada por importantes informações. Estava sem informações, apesar de ter consultado 3 veterinários, nenhum perguntou sobre as vacinas, mesmo eu informando ser de rua. Só dei o vermífugo oral para os pais. Vou dar a filhota que completou ontem, 3 meses.
Tenho um casal de gatos, uma filhota da 1ª cria e 3 agora da 2ª.
Vou providenciaras vacinas.
Ronilce
Eduarda
Meu gato caiu da janela e bateu em uma planta , que ate quebrou .e agora ele est urinandosangue o que fazer
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Eduarda! Ele pode ter feito algum trauma interno, você deve consultar um médico veterinário o quanto antes.
Lidia
Quanto a vacinação no gato, sei que é realmente necessária mas tenho as minhas dúvidas pois um gato nosso morreu de câncer ocasionado pelas aplicações da vacinas na parte superior da coxa, no quadril....
Sei q com o passar do tempo a aplicação causa um calombo q não é absorvido pelo organismo e pode virar uma doença ruim como foi relatado acima.O que fazer? Dar ou não dar as vacinas?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Lidia! Realmente, o tema da vacinação é muito controverso mesmo dentro da comunidade veterinária. Efetivamente, vacinar é fundamental e nisso os veterinários estão de acordo. O que neste momento alguns veterinários defendem é que o plano de vacinação deve ser adequado ao animal em questão, se o gato tem acesso ao exterior ou se vive dentro do apartamento, as vacinas necessárias variam. O que alguns especialistas defendem é que se deve evitar o excesso de vacinas desnecessárias que ainda são dadas e que por vezes têm efeitos colaterais como alergias e até tumores. Outra questão muito importante, é que as vacinas só podem ser administradas em animais saudáveis, sem nenhuma doença, sem parasitas e que tenham uma boa condição corporal. Este fator é crucial para evitar efeitos secundários indesejados. Claro que, existem outras formas de proteger os animas das doença, principalmente através de uma alimentação correta, com todos os nutrientes que fortaleçam o sistema imunológico e ele responda com eficácia a qualquer agente patógeno. Porém, de momento a melhor forma de prevenir as doenças é a vacinação!

Calendário de vacinação para gatos
1 de 5
Calendário de vacinação para gatos

Voltar ao topo da página