Partilhar

Cachorro chorando: causas e soluções

Por Eduarda Piamore. 23 julho 2019
Cachorro chorando: causas e soluções

Ver fichas de  Cachorros

Embora utilizem principalmente a linguagem corporal (não verbal) para se comunicar, os cachorros podem emitir vários sons para expressar seus estados de ânimo e as emoções. Além do latido, o choro é um desses sons que os cachorros costumam emitir para se comunicar com seu tutor e também com outros cachorros e animais.

Mas, sejamos sinceros, um cachorro chorando e uivando geralmente provoca muita angústia e pode causar sérios problemas com a vizinhança. Além disso, o choro pode ser um sintoma que o cãozinho sente dor ou está doente e precisa ser atendido por um veterinário.

Por tudo isso, é muito importante estar atento se seu cachorro chora para identificar rapidamente a causa e saber como agir para ajudá-lo. Nesse artigo do PeritoAnimal, vamos explicar quais são principais causas e as possíveis soluções para um cachorro chorando. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Diferença entre cobra e serpente

Cachorro chorando: causas e o que fazer

Como também acontece com os latidos, o choro do cachorro pode ter muitos significados, já que os cães choram para expressar diferentes emoções, estados de ânimo ou humor que podem desenvolver em diversas circunstâncias do seu cotidiano. Por isso, para saber porque seu você tem um cachorro chorando, é fundamental prestar atenção ao contexto (ou situação) no qual ocorre esse choro.

A seguir, explicaremos as principais causas para um cachorro chorando e você saberá o que pode fazer para evitar que o choro excessivo prejudique a saúde do seu melhor amigo, a tranquilidade da sua casa ou a convivência com os vizinhos.

Cachorro chorando quando fica sozinho: como evitar

Seu cachorro chora muito quando fica sozinho em casa? Isso geralmente acontece quando um cachorro não aprendeu a gerenciar a própria solidão. Então, quando você sai para trabalhar ou fazer qualquer outra atividade, seu melhor amigo se vê “invadido” por emoções negativas, como a tristeza, estresse ou medo. Em casos mais extremos, o cãozinho pode sofrer inclusive ansiedade por separação, que inclui problemas de comportamento, como os choros excessivos e o ímpeto de destruir móveis e outros objetos do lar.

Naturalmente, os cachorros são animais sociáveis que vivem e se sentem mais seguros em comunidades (manadas, famílias, grupos, por exemplo). Por isso, não gostam de ficar sozinhos em casa e precisam aprender a gerir a solidão para não sofrer sintomas de estresse ou de outras emoções negativas prejudiciais à sua saúde.

Para evitar um cachorro chorando muito, latindo ou uivando quando fica sozinho em casa, te aconselhamos enriquecer seu ambiente com brinquedos, jogos de inteligência, ossos e/ou mordedores para que ele se divirta enquanto você não está. Lembre-se também de passear com seu pet antes de sair e respeitar os horários de alimentação, para evitar que ele tenha fome durante a sua ausência. Mesmo assim, não é aconselhável deixar um cachorro sozinho em casa por mais de 6 ou 7 horas seguidas.

Cachorro chorando e tremendo: o que significa

Se além de chorar, o seu cachorro também treme, esse pode ser um sintoma de que sente dor ou algum incômodo derivado de uma doença ou desequilíbrio em seu organismo. Lembre-se que um cachorro pode tremer por ter medo, por se sentir vulnerável ou inseguro. Por isso, um cachorro adulto ou um filhote de cachorro chorando de dor precisam ir ao veterinário para serem examinados e descartar qualquer problema de saúde.

Porém, se seu cachorro vive do lado de fora da casa, também é possível que chore e trema por sentir frio. Para evitar um resfriado ou gripe canina, é muito importante proporcionar uma casinha ou um refúgio coberto onde seu cachorro possa conservar calor e se proteger das adversidades climáticas, como o vento ou a chuva. Mas se o inverno é muito frio na região onde você mora, o ideal é deixar que seu cachorro durma dentro de casa.

Além disso, um cachorro chorando e tremendo também pode ter medo por ainda não estar completamente adaptado ao seu novo lar. Isso pode acontecer se você adotou um pet há pouco tempo, principalmente se ele ainda é um filhote. Lembre-se que a adaptação de qualquer cachorro a uma nova casa é um processo lento e gradual. Como tutor, é fundamental saber favorecer esse processo e fazer com que o novo membro se sinta seguro e bem-vindo ao seu lar desde o primeiro dia. Aqui no PeritoAnimal, você encontra vários conselhos para preparar a casa para a chegada do novo cãozinho.

Cachorro filhote chorando a noite: o que fazer

Se você acabou de adotar um filhote, é possível que seu novo pet chore bastante pelas noites. Isso ocorre com muita frequência quando o filhote adotado foi separado da mãe antes de desmamar naturalmente e começar a se alimentar sozinho, o que acontece por volta do seu terceiro mês de vida.

Esse filhote desmamado de forma prematura provavelmente terá um sistema imunológico mais frágil e adoecerá com maior facilidade. Além disso, poderá apresentar sérias dificuldades de aprendizagem e socialização, o que termina facilitando os problemas de comportamento, como os choros ou latidos excessivos.

Por isso, é muito importante esperar que o filhote desmame naturalmente para separá-lo da mãe e dos irmãos. Porém, se por algum motivo você teve que adotar um cachorro recém-nascido, é fundamental proporcionar uma alimentação e os cuidados apropriados para fortalecer o sistema imunológico. Também é essencial oferecer um ambiente positivo e tranquilo onde o seu cachorro se sinta seguro para descansar, desenvolver o corpo e a mente. Além disso, você pode conferir nossas dicas para evitar que seu cachorro chore à noite.

Porém, um filhote de cachorro recém nascido chorando muito também pode estar sentindo dor ou incômodo associados a alguma doença ou problema de saúde. Então, novamente recomendamos levar o filhote ao veterinário para confirmar a causa desse intenso choro. Também aproveite a consulta com profissional para tirar todas as dúvidas sobre a nutrição e a vacinação dos filhotes.

Já em cachorros idosos, é possível que o choro esteja relacionado com câimbras ou problemas musculares que costumam ocorrer com maior frequência durante as noites, principalmente quando faz frio. Por isso, não deixe de conhecer também os cuidados essenciais para um cão idoso que te ajudarão a oferecer uma ótima qualidade de vida ao seu melhor amigo.

Meu cachorro chora muito: o que posso fazer

Se você já levou seu cachorro ao veterinário e descartou as causas anteriores, então, precisará prestar mais atenção à educação do seu cachorro. Muitas vezes, os tutores acabam reforçando alguns comportamentos inapropriados dos cachorros de forma inconsciente. Por exemplo, imagine que, quando seu cachorro era filhote, você costumava dar um petisco para que ele parasse de chorar. Se essa situação se repetir várias vezes, seu cachorro poderá assimilar que ganha um prêmio a cada vez que chora. Então, poderá começar a chorar para receber algum petisco ou outra recompensa, como sair para passear, brincar ou simplesmente chamar a sua atenção. Isso se denomina adestramento inconsciente e é muito mais comum do que se imagina.

Para evitar que isso ocorra, é muito importante que você entenda como usar corretamente o reforço positivo na educação dos cachorros. Além disso, para prevenir problemas de comportamento, como os choros e latidos excessivos, é fundamental educar e socializar o seu cãozinho desde as suas primeiras etapas de vida, quando ainda ele ainda for um filhote. Porém, também é possível adestrar e socializar um cão adulto, sempre com muita paciência, afeto e constância.

Lembre-se sempre que é mais fácil, seguro e eficaz prevenir condutas inadequadas em um filhote do que corrigi-las em um cachorro adulto. Por isso, não deixe de conferir nossas dicas para educar cachorros de forma positiva.

Para saber mais sobre as causas de cachorro chorando, confira nosso vídeo no canal do YouTube:

Cachorro chorando: meme

Para finalizar e deixar o artigo mais leve, deixamos uma série de memes de cachorro chorando, confira:

Cachorro chorando: causas e soluções - Cachorro chorando: meme

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cachorro chorando: causas e soluções, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Vídeos de Cachorro chorando: causas e soluções

1 de 3
Vídeos de Cachorro chorando: causas e soluções

Escrever comentário sobre Cachorro chorando: causas e soluções

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
iracema
tenho uma poodle e percebo que quando faço carinho nela proxímo ao rabínho ela se encolhe toda e fica resmungando será que e dor que ela sente?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Iracema! Sem ver o seu cachorro não conseguimos passar nenhum diagnóstico. No entanto, recomendamos que você busque ajuda de um médio veterinário de confiança para eliminar qualquer possibilidade de doença.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!

Cachorro chorando: causas e soluções
1 de 6
Cachorro chorando: causas e soluções

Voltar ao topo da página