Partilhar

Gripe canina: causas, sintomas e tratamento

Por Aline Kitamura Prata, Estudante de Medicina Veterinária. 18 dezembro 2017
Gripe canina: causas, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Da mesma forma que nós humanos, nossos cães também podem ficar doentes devido à gripe. Porém, seres humanos não são propensos a se contaminarem com a gripe dos cães.

Já o inverso, cães se contaminarem com a nossa gripe, também é extremamente raro e existem poucos relatos científicos a respeito, pois o vírus que comumente causa a gripe em humanos é de uma cepa diferente daquela que causa a gripe em cães.

Se suspeita que seu cachorro esteja com gripe continue lendo esse artigo do PeritoAnimal e descubra as causas, sintomas e tratamentos para a gripe canina.

Causas da gripe canina

Apesar da gripe canina não ser considerada uma zoonose, ou seja, uma doença que não é transmitida aos seres humanos, um cão infectado com o vírus da gripe pode transmitir a doença a outro cão, já que é uma doença respiratória altamente contagiosa, inclusive, em se tratando de um animal que tenha a imunidade baixa devido a alguma outra doença, uma simples gripe pode se tornar bem preocupante.

O vírus causador da gripe em cachorros foi primariamente relatado em cães da raça Galgo, uma raça de cães de corrida, em 2004, e foi denominado de H3N8, e é similar ao vírus da gripe comum em seres humanos, por isso causa sintomas semelhantes, porém trata-se de uma cepa mais específica para cães, pois há algumas diferenças imunológicas e orgânicas entre as espécies.

Curiosamente, o vírus H3N8, era um vírus conhecido como causador da Influenza, ou gripe, como é popularmente conhecida, em cavalos, até que começou a ser relatado em cães. Por isso, atualmente, estudiosos acreditam que o vírus tenha sofrido adaptações para ser capaz de infectar cães mais facilmente, havendo inclusive uma outra cepa de H3N8 específica para cães e outra para equinos.

Ou seja, resumidamente, a causa principal da gripe canina é a transmissão do vírus H3N8 por parte de outro cachorro, uma vez que é um vírus altamente contagioso.

Como se dá a transmissão da gripe canina

Não há restrição quanto a raça, idade ou sexo do animal, portanto qualquer cachorro está propenso a ser infectado com o vírus da gripe.

No entanto, certamente a imunidade do cachorro e manejo ambiental são fatores contribuintes que podem facilitar a entrada do vírus. Geralmente filhotes e cães idosos, ou cachorros que já tenham alguma doença crônica são os mais suscetíveis de serem infectados.

Sintomas da gripe canina

Os sintomas em cachorros são bastante semelhantes aos relatados em seres humanos. Após a exposição ao vírus, ele geralmente fica assintomático nos primeiros 2 a 5 dias, que é a fase de replicação viral no organismo. Após os primeiros dias, o animal pode apresentar os seguintes sintomas da gripe canina:

  • Tosse persistente.
  • Coriza e bastante corrimento nasal.
  • Espirros.
  • Diarreia e mal-estar.
  • Febre.

Para saber se seu cachorro está com febre e o que fazer veja esse outro artigo do PeritoAnimal: Como saber se seu cachorro está com febre.

Gripe canina: causas, sintomas e tratamento - Sintomas da gripe canina

Gripe canina ou tosse dos canis

Estes sintomas se assemelham muito a Tosse dos Canis, ou Tose de Canil, cientificamente conhecida como Traqueobronquite Infecciosa Canina, porém são doenças diferentes visto que possuem agentes etiológicos diferentes. Na Tosse dos Canis o vírus causador da doença é a bactéria Bortedella bronchiseptica e o vírus causador da gripe canina ou Influeza é o Parainfluenza H3N8. Para saber mais sobre a Tosse de Canil - sintomas e tratamentos veja esse outro artigo do PeritoAnimal.

No entanto, se a imunidade do animal estiver baixa e em condições ambientais inadequadas, podem ocorrer infecções associadas, ou seja, um animal infectado por uma doença primária e não tratado da forma correta, pode ter uma piora do quadro clínico contraindo outra doença, portanto, as duas doenças podem estar associadas no mesmo animal.

Diagnóstico correto da gripe canina

Apenas através dos sintomas acima descritos, é possível se ter uma suspeita do que se trata, porém, com foi visto, as doenças podem ter sintomas semelhantes. E, apenas o médico veterinário pode solicitar o exame laboratorial para o diagnóstico correto a fim de se prescrever o tratamento mais adequado.

Como exame laboratorial pode-se realizar um teste de anticorpos específicos por meio da coleta de amostras de sangue. Um exame é feito assim que há a suspeita e repetido após 10-14 dias da detecção dos sinais e início do tratamento. Caso o animal apresente secreções nasais ou coriza, também se pode testar a secreção para presença do vírus.

Como curar a gripe canina: tratamento

O uso de antivirais humanos não são permitidos em animais, pois no caso da gripe além de serem cepas virais diferentes, não se sabe ao certo quais seriam os efeitos colaterais destes em nossos pets.

Portanto, não há um antiviral específico. Todavia, não significa que não existe a cura, o cachorro precisa ter o tratamento de suporte para que seu sistema imunológica consiga combater o vírus, o que pode incluir:

  • Fluidoterapia, para evitar a desidratação.
  • Analgésicos.
  • Antitérmicos para o caso da febre.
  • Antibióticos para prevenção de outras infecções.

Da mesma forma, deve-se efetuar a higienização adequada do ambiente em que o animal vive, para evitar a contaminação aos outros animais, e fornecer uma boa alimentação. São fatores que contribuem para que a imunidade do cachorro não caia, tornando-o propenso a infecção por doenças.

Se notar que seu cachorrinho apresenta alguns destes sintomas acima, e você suspeita que seja gripe leve-o imediatamente ao veterinário, pois a demora pelo diagnóstico e tratamento correto pode piorar seu quadro clínico e a doença pode evoluir para uma pneumonia, complicando seu estado.

Gripe canina: causas, sintomas e tratamento - Como curar a gripe canina: tratamento

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gripe canina: causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças virais.

Escrever comentário sobre Gripe canina: causas, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
anna beatriz
olá meu cachorro esta gripado aos uns dia nao tem apetide e nao tem muita força e respiraçao afocante lenta e rapido
me ajuuds



Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Anna Beatriz! Sem ver o seu cachorro não conseguimos passar nenhum diagnóstico. No entanto, recomendamos que você busque ajuda de um médico veterinário de confiança o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Emanuela leite
Queria saber se tem algum remédio caseiro para gripe de cachorro??

Gripe canina: causas, sintomas e tratamento
1 de 3
Gripe canina: causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página