menu
Partilhar

As raças de gatos mais antigas do mundo

 
Por Eduarda Piamore, Técnica em psicologia, educação e adestramento canino e felino. 7 dezembro 2021
As raças de gatos mais antigas do mundo

Ver fichas de  Gatos

Muito se fala sobre a antiguidade dos gatos e da adoração humana por esses lindos felinos. Na atualidade, sabemos que eles já eram retratados como companheiros dos humanos em pinturas antigas da civilização egípcia, que habitou o continente africano por volta do ano 3000 a.C. No entanto, estima-se que o processo de domesticação do gato possa ter começado há mais de 10.000 anos[1].

Você já se perguntou quais são as raças de gatos mais antigas do mundo? Pois bem, neste artigo do PeritoAnimal você poderá conhecer os gatinhos que acompanham a humanidade há milhares de anos, tendo evoluído lado a lado conosco.

Também lhe pode interessar: As raças de gatos mais tranquilas

As raças de gatos naturais de acordo com a FCA

De acordo com um estudo científico que comparou análises genômicas de mais de 1.000 gatos pertencentes a 22 raças, a FCA (Cat Fanciers Association) destaca16 raças naturais entre as 41 raças felinas que reconhece atualmente. As raças naturais são aquelas que nasceram espontaneamente de variedades regionais (landraces) e foram domesticadas por diferentes civilizações antigas[2].

Estes gatos antigos, considerados felinos naturais, apresentam um código genético mais estável que as raças criadas a partir de cruzamentos controlados entre diversos exemplares de outras raças. Em geral, isso se expressa através de uma maior resistência física e menor predisposição genética a desenvolver numerosas patologias degenerativas. Posteriormente, essas variedades foram reconhecidas como raças pelas federações ou organizações correspondentes (a FCA, por exemplo). Com isso, pretende-se estabelecer um padrão estético a partir de cruzamentos seletivos entre os espécimes.

Por meio da criação seletiva, algumas raças alcançaram os objetivos estabelecidos pelos padrões, ganhando a classificação de raças estabelecidas em algumas sociedades felinas. É o exemplo do gato persa, um gato muito antigo que já não é considerado como natural, mas como estabelecido.

As raças felinas mais antigas do mundo

Além das fontes que já mencionamos, também consultamos uma excelente pesquisa realizada por pesquisadores de diferentes universidades dos Estados Unidos[3], que analisa o genoma de diferentes raças naturais, híbridas e mutações reconhecidas pela FCA e pela TIC (The International Cat Association) e nos oferece novos dados sobre suas origens, incluindo uma cuidadosa estimativa de seus anos de nascimento. Dito isto, listamos a seguir as raças de gatos mais antigas do mundo. Não perca!

1. Mau egípcio

Para muitos especialistas, o mau egípcio poderia ser considerado como a raça de gato mais antiga do mundo. Estima-se que seus antepassados tenham sido retratados pela primeira vez há mais de 4000 anos, no Egito Antigo. A raça teria começado a ser aperfeiçoada pelos próprios egípcios, que se encarregaram de selecionar os melhores exemplares para criar a representação ideal para a venerada figura felina.

Apesar da sua antiguidade, este gato do antigo Egito foi introduzido na Europa durante a década de 1950 por iniciativa da princesa Natalia Troubetzkoi. Rapidamente foi acolhida como um adorado animal de estimação por sua notável elegância e beleza, bem como por possuir uma personalidade muito especial.

Neste outro artigo mostramos quais são os animais sagrados em diferentes culturas e países.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 1. Mau egípcio

2. Bobtail japonês

O bobtail japonês chama a atenção por sua cauda muito curtinha, semelhante à de um coelho, que é o resultado de um gene recessivo presente nessa raça. Estima-se que seus ancestrais existiram durante o século V. No entanto, esse gato antigo foi introduzido no Japão (país ao qual é atribuída a criação da raça) há 1000 anos. Durante muitos anos, o bobtail tem sido o gato de rua icônico do Japão e, até hoje, é um personagem importante no folclore local.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 2. Bobtail japonês

3. Persa

Esses belos peludos nasceram na antiga Pérsia, onde hoje está localizado o território do Irã. Não há um acordo sobre quando nasceram os primeiros gatos persas, mas sabemos que o primeiro espécime devidamente registrado foi importado da cidade de Khorasan (Pérsia) para a Itália no início do ano 1600.

No entanto, o padrão estético da raça que conhecemos hoje foi influenciado pelo angorá turco e foi estabelecido nos anos 1800, após sua introdução na sociedade inglesa. Rapidamente, devido a sua notável beleza e personalidade afetuosa, tornou-se o número 1 das raças felinas mais populares do mundo.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 3. Persa

4. Angorá turco

O angorá turco é uma raça natural originária da região de Ancara, no centro da Turquia, onde é considerado um tesouro nacional. Estima-se que esse gato antigo foi introduzido na Europa pelos vikings, provavelmente durante o século X. Porém, começa a ser registrada oficialmente em alguns escritos franceses do século XVI. Cabe destacar que durante muitos anos o termo “angorá” foi utilizado para se referir a muitas raças felinas de pelo longo.

Embora a raça possa ter diversas cores, os espécimes de angorá mais valorizados são os de pelagem totalmente branca e um olho de cada cor (heterocromia). Esses felinos são mais reservados, preferem conviver com uma ou duas pessoas e valorizam muito a sua tranquilidade. Portanto, geralmente não são indicados para famílias grandes ou com crianças pequenas.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 4. Angorá turco

5. Van turco

O van turco é uma raça autóctone não apenas das regiões próximas ao lago Van, na Turquia, mas também do centro e sudoeste da Ásia e do sudoeste da Rússia. Esses felinos possuem um importante valor cultural para os cidadãos turcos, armênios e curdos, sendo considerado um controverso símbolo nacional.

A raça foi incorporada na Inglaterra nos anos 1950, mas estima-se que sua linhagem é tão antiga como a do angorá, razão pela qual o van turco também é considerada uma das raças de gatos mais antigas do mundo. Em relação a isso, é importante ressaltar que os gatos angorás e os gatos van são raças distintas com linhagens genéticas diferentes, embora tenham gerado muita confusão devido às suas semelhanças estéticas.

Para aqueles que consideram adotar um van turco como animal de estimação, é importante ressaltar que é um gatinho dominante que precisará ser socializado desde filhote (de preferência em suas primeiras 8 semanas) para conviver pacificamente com outros animais.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 5. Van turco
Imagem: perrito.info

6. Chartreux

O chartreux, também chamado "cartuxo", é uma das raças de gatos mais antigas do mundo. Embora, sua criação tenha sido atribuída à França, onde começou a ser retratada na década de 1930, estima-se que esses felinos foram introduzidos na Europa durante as cruzadas. Atualmente, estima-se que esses gatos antigos sejam originários da fronteira entre Irã e Turquia.

Uma curiosidade sobres esses gatinhos é que eles têm uma longa infância, precisando de mais de 1 ano para amadurecer e alcançar sua idade adulta. Além disso, devemos destacar seus belos olhos laranjas e sua pelagem de cor azulada, algo semelhante ao azul turco.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 6. Chartreux

7. Norueguês da Floresta

Essa raça natural é uma das raças de gatos mais antigas do mundo, pois é descendente direta dos gatos selvagens nórdicos que acompanhavam os vikings em suas embarcações para controlar a proliferação de ratos. É um gato de pelo longo, corpo grande e robusto (pode pesar entre 7 e 9 kg), com um temperamento muito vivo e afetuoso. Devido ao seu porte grande e sua elevada energia, os gatos noruegueses da floresta se adaptam melhor a espaços abertos e adoram desfrutar de atividades ao ar livre.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 7. Norueguês da Floresta

8. Korat

O korat, popularmente conhecido como “o gato da sorte”, é uma raça natural originária da Tailândia, cujos primeiros registros datam do ano de 1350. Esses gatinhos chamam a atenção não apenas por seu belo pelo azul e seus brilhantes olhos verdes, mas também por serem um dos menores gatinhos do mundo. Um korat adulto geralmente não pesa mais que 2 ou 4 quilos.

Apesar de também estar entre as raças de gatos mais antigas do mundo, o korat recuperou alguma popularidade nos países ocidentais nas últimas décadas. Na verdade, sua introdução no continente africano foi nos anos 1960.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 8. Korat

9. Siamês

Naturalmente, não poderia faltar nessa lista das raças de gatos mais antigas do mundo o popular gato siamês. Atualmente, podemos falar do siamês moderno e do siamês tradicional (ou thai). Embora não exista um acordo sobre as origens do antigo siamês, estima-se que os gatos thai já viviam no século XIV, em seu local de origem, o reino de Sião (atual Tailândia). Sua chegada ao continente europeu aconteceu no século XIX, na Inglaterra, onde rapidamente ganhou espaço nas exposições do London Cristal Palace. No entanto, a raça foi reconhecida na década de 1950 e os primeiros clubes foram fundados nos anos 1980.

Os siameses são reconhecidos por seu temperamento carinhoso e extremamente leal, sendo capaz de criar uma relação única com seus tutores. Além disso, sua pelagem curta não é apenas bonita, mas também muito prática de manter limpa. E seus olhos azuis e brilhantes são simplesmente irresistíveis.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 9. Siamês

10. Gato abissínio

O gato abissínio é originário do continente africano, onde hoje encontramos a Etiópia (antigamente chamada Abissínia). Seus primeiros exemplares chegaram na Europa em meados de 1868, mas a raça foi reconhecida pela FCA no século XX. A aparência deste gato antigo se assemelha muito ao Felis líbica, o antepassado selvagem dos gatos domésticos.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 10. Gato abissínio

11. Gato azul russo (blue russian)

O azul russo, também conhecido como “gato arcanjo” em seu país de origem (Rússia, é claro), é uma raça muito antiga. No entanto, seus primeiros registros conhecidos foram feitos após sua introdução no Reino Unido, em 1860. De acordo com algumas lendas russas, este felino foi mantido em segredo por séculos por ser considerado um animal de estimação exclusivo, que só poderia acompanhar os czares.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 11. Gato azul russo (blue russian)

12. Manx

O gato manês ou manx é uma das raças naturais mais peculiares e marcantes, pois não tem cauda devido a uma mutação genética natural que alterou a formação original da sua coluna vertebral. É um gatinho realmente belo, com um corpo redondo e robusto, e dono de uma personalidade sociável e inteligente que lhe permite estabelecer vínculos muito especiais com seus familiares e desfrutar da companhia de outros animais de estimação.

Embora a raça tenha sido formalizada e registrada oficialmente na ilha britânica de Man, durante o século XVII, sua origem é muito mais antiga e está rodeada de mitos incríveis. Uma das lendas mais populares sobre sua origem afirma que esses gatinhos já estavam vivos quando o profeta Noé começou a construir sua arca. De acordo com o mito, o gato Manx estava tirando uma soneca quando Noé convocou todas as espécies para subir na arca. Ao chegar à ela, Noé já estava fechando a porta e, para conseguir entrar, o gatinho realizou um salto espetacular. No entanto, sua agilidade não foi suficiente e, por acidente, a porta da arca cortou sua cauda. Dessa forma, o Manx conseguiu se salvar, mas desde então, a ausência da cauda é uma marca registrada das origens desse gato antigo.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 12. Manx

13. Maine coon

O maine coon é uma das raças de gatos gigantes mais reconhecidas e queridas em todo o mundo. Um macho adulto dessa raça pode alcançar os 70 centímetros de comprimentos, com um peso corporal médio de 10 quilos. Apesar do seu tamanho imponente e robustez, esses felinos são muito carinhosos e sociáveis. Entre as curiosidades sobre essa raça de gato antigo, podemos citar que os maine coon adoram brincar com água. Além disso, eles têm a incrível capacidade de miar em diferentes tons, entonando praticamente melodias para se comunicar com seus tutores.

A origem dessa raça é atribuída aos Estados Unidos, onde começaram a ser registrados em meados do ano de 1860. No entanto, sua história também guarda diversas hipóteses e especulações, algumas mais críveis, outras mais fantasiosas. De acordo com algumas teorias, esses gatinhos ganharam muita popularidade na Europa antes de chegar ao solo americano. Outras versões contam que os ancestrais desses gigantes felinos poderiam ter sido introduzidos na Europa pelos vikings e a raça seria o resultado de diversos cruzamentos naturais entre esses grandes gatinhos que acompanharam os marinheiros com alguns gatos selvagens.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 13. Maine coon

14. Gato siberiano

O siberiano também é classificado como uma raça natural pela FCA. Como seu nome indica, esses gatinhos são originários da região oriental da Rússia, mais especificamente do território da Sibéria. Suas origens ainda guardam muitos mistérios, mas sabe-se que esses gatinhos foram registrados desde as épocas em que os czares governavam os territórios hoje pertencentes a Rússia e Ucrânia. Além de fazer companhia, esses gatos antigos desempenhavam um papel crucial para controle de roedores. No século XVIII, esses felinos também começaram a ser retratados em contos para crianças e ganharam especial popularidade depois de aparecer no livro "Nossos gatos", de Harrison Wier, que foi publicado em 1889.

Os siberianos mantêm uma aparência um tanto selvagem, o que é muito atraente. Além disso, são gatinhos muito fortes e resistentes, com uma personalidade muito leal e carinhoso. Apesar de sua pelagem abundante, o siberiano está entre as melhores raças para pessoas alérgicas, pois produzem uma quantidade muito reduzida da proteína FelD1. No entanto, antes de adotar um gatinho dessa raça tão antiga, lembre-se que eles precisam de atenção especial com a manutenção de sua bela pelagem.

As raças de gatos mais antigas do mundo - 14. Gato siberiano

15. Singapura

Os gatos singapura são pequenos (geralmente não pesam mais de 3 ou 4 quilos), mas ostentam um corpo forte e musculoso; são tão pequenos que são considerados a menor raça de gato do mundo. Sua cabeça tem uma forma arredondada, com olhos amendoados e um pequeno “M” na testa. Em Singapura, seu país de origem, ainda podem ser encontrados espécimes vivendo em estado semisselvagem, alternando seus hábitos entre a cidade e as selvas.

Uma curiosidade é que esses felinos são tão afetuosos que, em alguns países, são conhecidos como “gato de velcro” pelo vínculo muito especial que desenvolvem com seus tutores, seguindo-os por todos os lados e desfrutando muito de cada momento com eles.

Em relação às suas origens, também encontramos muitas hipóteses e poucos dados precisos, o que é totalmente compreensível levando em conta que esses gatinhos se originaram naturalmente nas ruas de Singapura, onde não receberam atenção especial por parte dos nativos. Sabe-se que os primeiros exemplares desembarcaram nos Estados Unidos durante a década de 1970 e, a partir daí, a raça recuperou muita popularidade. No entanto, estima-se que seus antepassados vagaram por seu país natal desde de tempos muito remotos, sendo popularmente conhecidos como "gatos de esgoto".

Agora que você conheceu os principais gatos antigos do mundo, não perca este outro artigo sobre os animais mitológicos mais poderosos!

As raças de gatos mais antigas do mundo - 15. Singapura

Se deseja ler mais artigos parecidos a As raças de gatos mais antigas do mundo, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Os mais....

Referências
  1. Genetics and animal domestication: new windows on an elusive process. En: J. Zool. 269, 261–271, 2006.
  2. The Ascent of Cat Breeds: Genetic Evaluations of Breeds and Worldwide. En: Genomics. Jan;91(1):12-21, 2008.
  3. Patterns of molecular genetic variation among cat breeds”. En: Genomics, vol. 91 (1), p.1-11, 2008.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
As raças de gatos mais antigas do mundo
Imagem: perrito.info
1 de 16
As raças de gatos mais antigas do mundo

Voltar ao topo da página