Partilhar

Norueguês da Floresta

Atualizado: 7 fevereiro 2019
Norueguês da Floresta

Das exuberantes florestas escandinavas, encontramos o Norueguês da Floresta, cuja aparência se assemelha à de um pequeno lince. Mas que esse aspecto selvagem não engana, pois estamos diante de um gato incrivelmente carinhoso e sociável, inclusive alguns tutores os levam para passear.

A história desta raça de gato é incrível e fascinante, sendo cheia de magia e misticismo viking. É um dos gatos que não temem a água, sendo um excelente pescador. Não se engane pelo seu aspecto físico, pois é um animal surpreendentemente ágil que pode se tornar um acrobata digno das piruetas mais incríveis. Continue lendo esse artigo e aprenda mais sobre as características do Norueguês da Floresta, seus cuidados e curiosidades em PeritoAnimal.

Origem
  • Europa
  • Noruega
Classificação FIFE
  • Categoria II
Características físicas
Tamanho
Peso médio
  • 3-5
  • 5-6
  • 6-8
  • 8-10
  • 10-14
Esperança de vida
  • 8-10
  • 10-15
  • 15-18
  • 18-20
Tipo de pelo

Norueguês da Floresta: origem

Embora a raça de gato Norueguês da Floresta tenha sido reconhecida em 1930 e seus padrões tenham sido oficialmente estabelecidos na década de 1970 pela Fédération Internationale Féline, esses gatos já estavam listados em mitos e lendas nórdicas. Uma dessas lendas da mitologia escandinava relata que foram esses gatos que puxaram a carruagem da deusa Freya, mesmo quando o próprio Thor não pôde realizar essa tarefa. Por outro lado, há documentos que o registram como um dos três tipos de lince norueguês, como o escrito em 1599 por um frade dinamarquês chamado Peter Friis, e é por isso que agora é catalogado como uma das raças de gatos mais interessantes e antigo do mundo.

A verdade é que é muito plausível que foram os vikings que causaram a expansão da raça em todo o continente, porque os levaram em seus barcos devido às grandes habilidades de caçador de roedores que o Norueguês da Floresta tinha, e a raça acabava por chegar a vários países.

Esta raça não era muito conhecida, mas quando o rei norueguês Olaf V a denominou como animal de estimação nacional, ganhou uma popularidade repentina, que se mantém até hoje. Há também uma teoria que expõe que são ancestrais do atual Maine Coon.

Norueguês da Floresta: características físicas

Essa é uma raça de gato grande, podendo chegar a pesar até 9 kg. Habitualmente o peso oscila entre 3 e 5 quilos em fêmeas e de 4 a 6 em machos. Tem um corpo musculoso, cauda longa e orelhas que fazem a sua aparência lembrar um lince. Sua cabeça é triangular, longa e com perfil reto. Seus posteriores são altos e suas garras são grandes e fortes, o que faz do gato Norueguês da Floresta um alpinista magnífico.

Sua pelagem é longa e possui duas camadas, uma densa e lanosa mais próxima do corpo, que a isola do meio ambiente, impermeabilizando e mantendo o calor do corpo e outra mais longa e sedosa, principalmente na cauda, pescoço, costas e flancos. O Norueguês da Floresta perde pelo uma vez por ano, variando o comprimento do pelo de acordo com a estação sazonal.

Em relação às cores do Norueguês da Floresta, preto, azul, vermelho, creme, prata, ouro e marrom são reconhecidos. A pelagem pode ser uniforme de uma única cor, chamado sólido ou malhado que pode ser de vários tipos, como malhado quadrado ou clássico, com desenhos que lembram asas de borboleta nas laterais, tabby mackerel, que teria o mesmo padrão de um tigre, ou marcado com pontilhados turvos. Também pode apresentar mais de uma cor.

Quado o gato é bicolor, uma dessas cores deve ser branca, sim ou sim. A proporção dos 3 tipos se distingue quanto às cores:

  • Bicolor: com um 25% a 50% de superfície branca, de capa vão 75% de cor branca ( o resto da camada pode ser de qualquer cor e será distribuído entre as orelhas e a cauda), ou a camada arlequim, quando 50-75% será branco a outra cor formará manchas de uma ou mais sombras.
  • Tricolores: maioritariamente serão fêmeas porque a variação genética que a origina é extremamente rara nos machos. Dentro do tricolor são black tortie, blue tortie e chita, que seria o mais atraente da raça. Veja todas as informações sobre Por que os gatos tricolor são fêmeas? neste artigo do PeritoAnimal.

Norueguês da Floresta: personalidade

O Norueguês da Floresta é um gato atento e carinhoso com seus tutores, de modo que é um companheiro perfeito para as famílias, já que se dá muito bem com as crianças da casa. Ele cuidará da casa como guardião pois é bastante territorial, suas origens selvagens fazem com que seu instinto de caçador permaneça muito presente, por isso ele também adora brincar com brinquedos que o estimule.

São gatos que adoram escalar, por isso é recomendável que lhes forneça arranhadores com vários andares ou alturas para o Norueguês da Floresta desfrutar bastante. Isso impedirá que subam em nossos móveis evitando que estrague e fazê-los sentirem-se frustrados com o fato de suas necessidades básicas não serem atendidas.

Como já dissemos, a personalidade do Norueguês da Floresta é caracterizado por ser paciente e inteligente. Por isso, o treinamento dele será muito mais fácil do que com outras raças de gatos e você pode até ensinar alguns truques, como ensinar o gato a dar a pata. A maturação emocional é lenta, durando até os 5 anos de idade, sendo assim, você terá tempo para treinar e ensinar as regras da casa ao seu bichano.

Norueguês da Floresta: cuidados

Sendo um gato de pelo longo, dentro dos cuidados básicos do Norueguês da Floresta estão as escovações frequentes. O uso de malte para gatos pode ser benéfico para evitar bolas de pelo que possam causar distúrbios digestivos de vários tipos. Esses cuidados devem ser mais rigorosos durante a época da muda de pelo, que normalmente ocorre durante os meses de primavera e mais tarde no outono, isto é, quando ocorrem mudanças de temperatura ao passar de uma estação para outra.

O banho constante não é recomendado, já que remove a camada protetora que isola o animal do frio e da umidade, mas se for necessário é importante saber como dar banho no seu gato ou ir a um petshop.

É importante monitorar a alimentação, optar por uma ração de qualidade e uma dieta equilibrada que também,mantenha sua pelagem lustrosa e que dê bastante energia para que possa manter o nível de atividade, que por sua vez será o que irá determinar as necessidades energéticas do gato. Da mesma forma, será necessário ter atenção aos ouvidos, boca e dentes e unhas. Lembre-se que os arranhadores e vários brinquedos irão estimular mentalmente o Norueguês da Floresta, por isso, são extremamente necessários para o bem estar do felino.

Se você quiser saber mais sobre escovas para gatos de pelo longo, confira nosso artigo.

Norueguês da Floresta: saúde

Os Noruegueses da Floresta são saudáveis e fortes, mas isso não pode ser uma desculpa para negligenciar ou esquecer as visitas frequentes ao veterinário para prevenir e detectar possíveis patologias que terão um melhor prognóstico quanto mais cedo eles são diagnosticados. Alguns deles são cardiomiopatia hipertrófica, que consiste em um espessamento do músculo cardíaco, ou displasia da anca , muito comum em gatos que têm um tamanho grande. Para esta última condição, deve ter cuidado para que o animal de estimação permaneça em uma faixa de peso adequado, uma vez que o excesso de quilos afetará negativamente suas articulações.

Por sua vez, o Norueguês da Floresta pode estar predisposta a sofrer alterações na retina e na glicogenose tipo IV, que consiste em um déficit de enzimas que geralmente é bastante grave. Felizmente essa é uma condição que acontece muito raramente.

Você deve estar atento ao seu animal para detectar possíveis alterações que precisam ser verificadas pelo veterinário e é muito recomendável seguir o calendário de vacinação e ter revisões frequentes com o especialista.

Fotos de Norueguês da Floresta

Artigos relacionados

Suba a sua foto de Norueguês da Floresta

Suba a foto do seu Pet

Escrever comentário sobre Norueguês da Floresta

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
Como avalia esta raça?

Norueguês da Floresta
1 de 5
Norueguês da Floresta

Voltar ao topo da página