menu
Partilhar

Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. Atualizado: 6 setembro 2021
Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer

Ver fichas de  Gatos

Muitas vezes podemos ver gatos que não têm cauda ou que têm uma cauda curta e torta. Isto é normal, já que existem mutações em algumas raças de gatos, como o gato Manx ou o gato Bobtail. Além disso, quando são cruzados gatos de cauda normal com gatos com esta mutação, seus filhotes podem exibir esta aparência.

A cauda é importante pois expressa emoções e é uma área que tem boa circulação sanguínea e nervosa. Ao mesmo tempo, problemas na cauda do gato podem surgir por ser uma região muito suscetível a receber lesões que podem produzir consequências desagradáveis para nossos felinos e preocupar muito os seus cuidadores.

Neste artigo gato com cauda quebrada - causas e o que fazer, o PeritoAnimal vai te contar tudo o que você precisa saber sobre a anatomia desta parte do corpo do felino, com curiosidades e também soluções. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Gato que não cresce: causas e o que fazer

A cauda de um gato tem ossos?

Sim, o rabo de gato é composto por cerca de 22 vértebras caudais ou coccígeas, que são ossos pequenos, de forma retangular que vão diminuindo de tamanho da base até a ponta. A cauda felina é uma continuação da coluna vertebral, de modo que o osso sacro ao redor do quadril separa as vértebras lombares das vértebras da cauda e por isso podem surgir problemas na cauda do gato como fraturas.

A coluna vertebral dos gatos é mais flexível do que a dos cachorros, especialmente a área da cauda o que lhes permite muita mobilidade e flexibilidade, além de servir como eixo de rotação quando caem para reajustar sua postura e intervir no centro de gravidade.

Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer - A cauda de um gato tem ossos?

Por que existem gatos sem cauda?

A ausência de cauda em um gato é considerada uma mutação (mudanças na sequência de DNA). Nos dias de hoje, podemos ver cada vez mais gatos sem cauda, com pouca cauda ou com cauda torcida. Isso acontece simplesmente porque muitas pessoas decidiram selecionar gatos assim e os reproduzir para que a dita mutação se perpetuasse. É possível encontrar dois tipos de genes mutados que produzem alterações no rabo de gato:

  • Gene M dos gatos Manx: este gene tem uma herança dominante, porque o gato que tenha um ou ambos os alelos dominantes para o gene (Mm ou MM, respectivamente), não terão cauda. Os que tiverem os dois alelos dominantes (MM) morrem antes de nacer devido a graves lesões no sistema nervoso. Os gatos heterozigotos (Mm) são os que podemos ver que têm a cauda muito curta ou não a tem. Além disso, alguns gatos da raça Manx apresentam defeitos nos ossos do quadril e nos órgãos e morrem antes do primeiro ano de vida. Por esta razão, deve-se evitar que os gatos sejam MM cruzando os gatos Manx com outras raças que sejam recessivas para o gene (mm), como o British Shortair ou com o Manx de cauda longa, que são homozigotos para o gene recessivo (o que não produz doença, ou seja, são mm), para evitar o resultado fatal que vão muito além de problemas na cauda do gato.
  • Gene B do Bobtail japonês: a herança é dominante como no caso anterior. Os gatos heterozigotos e homozigotos para este gene (Bb e BB) têm suas caudas curtas e são gatos com a cauda torta, sendo mais aparente nos gatos com os dois alelos dominantes para o gene (homozigotos BB). Este gene, ao contrário do M dos gatos manês, não é fatal e não apresenta transtornos esqueléticos associados.

Tipos de caudas em gatos

Há outros gatos que têm caudas encurtadas e são indistinguíveis das mutações do Bobtail ou do gato Manx, podendo aparecer em qualquer gato, independente da sua raça. Talvez algumas sejam mutações que ainda não foram investigadas. Também é possível ver cruzamentos de gatos normais com os que têm mutação. Em geral, se podem denominar os gatos segundo o comprimento da cauda da seguinte forma:

  • Rumpy: gatos sem cauda.
  • Riser: gatos com cauda de menos de três vertebras.
  • Stumpy: gatos com cauda com mais de três vértebras, mas que não chega ao comprimento considerado normal.
  • Longy: gatos com cauda com várias vértebras, mas que por pouco não chega à média normal.
  • Tailed: gatos com cauda de comprimento normal.
Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer - Por que existem gatos sem cauda?

Meu gato não levanta a cauda, por que e o que fazer?

Quando vemos que nosso gato não levanta a cauda, se ela está solta e até imóvel, devemos imaginar que algo aconteceu com seus nervos caudais. Fraturas, luxações ou subluxações das vértebras caudais podem produzir danos na medula com paralisia flácida, o que faz com que o gato não levante a cauda que está paralisada.

Entretanto, problemas exclusivamente na cauda do gato não são muito frequentes. O mais comum é que danos sejam causados na cauda junto aos segmentos medulares do sacro, causando uma lesão sacrococcígea (sacro e cauda). Neste caso, mais sintomas ocorrerão, já que os nervos destes segmentos estão lesionados, tais como o nervo pudendo e os nervos pélvicos, que inervam os esfíncteres da uretra, bexiga e ânus, causando incontinência urinária e fecal.

Além disso, eles também intervêm na sensibilidade do períneo e dos órgãos genitais, que são acompanhados por lesões dos nervos caudais, resultando em uma perda de sensibilidade no rabo do gato ou flacidez. Se o suprimento de sangue também for afetado, será observada necrose ou gangrena (morte do tecido devido à falta de irrigação sanguínea) da área afetada.

Portanto, se você observar problemas na cauda do gato ou se o gato não levanta a cauda, leve-o a um centro veterinário o mais rápido possível para que sua condição seja avaliada e o melhor tratamento seja aplicado.

Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer - Meu gato não levanta a cauda, por que e o que fazer?

Como curar a cauda quebrada de um gato?

A cauda é um local relativamente comum para fraturas ósseas em gatos, devido a atropelamentos, quedas, ficarem com a cauda presa, ou lutas com mordidas de outros animais. Se a lesão for muito superficial, você pode consultar este outro artigo sobre feridas em gatos para saber mais sobre primeiros socorros.

O tratamento para um gato com rabo quebrado dependerá da gravidade da fratura e de sua localização, pois aquelas localizadas mais próximo da ponta geralmente curam bem sem passar pela sala de operação, colocando uma tala ou atadura com anti-inflamatório e antibióticos. Entretanto, quando um gato está com o rabo quebrado perto da base e houve danos aos nervos mencionados na seção anterior ou o dano à cauda é irrecuperável, a solução é amputar a cauda do gato, total ou parcialmente.

A amputação é a melhor solução para um gato com a cauda e o nervo gravemente lesionados. Após a operação, ele deve tomar medicamentos anti-inflamatórios e antibióticos para evitar infecções bacterianas secundárias, assim como evitar que danifique a área, não arranhando ou lambendo a ferida. Se o tratamento for seguido e a evolução for favorável, os pontos são normalmente removidos após uma semana e meia e mais tarde a cicatrização ocorrerá e seu gato poderá ser tão animado quanto um com cauda e manter uma boa qualidade de vida.

E se você estiver tendo problemas para dar medicamentos a seu gato, nós te encorajamos a ler este outro artigo sobre como dar comprimido a um gato.

E agora que você sabe tudo sobre problemas na cauda do gato, você certamente vai se interessar por este vídeo com a linguagem dos gatos: como entender seus sinais e posturas:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Z. Ann. Traumatismos de las vértebras caudales en gatos. Disponível em: <https://www.monografias.com/trabajos96/traumatismo-vertebras-caudales-gatos/traumatismo-vertebras-caudales-gatos.shtml>. Acesso em 5 de janeiro de 2021.
  • Equipo Editorial Gatos. (2014). El gen “M” que modifica la longitud de la cola del gato. Paradais Sphynx. Disponível: <https://gatos.paradais-sphynx.com/genetica-felina/mutacion-cola-gato.htm>. Acesso em 5 de janeiro de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer
1 de 4
Gato com cauda quebrada - Causas e o que fazer

Voltar ao topo da página