Partilhar

Gato ragdoll - doenças mais comuns

 
Por Giselly Lillmans. 10 outubro 2018
Gato ragdoll - doenças mais comuns

Ver fichas de  Gatos

Os gatos ragdoll pertencem a uma raça de gatos gigantes que teve origem nos Estados Unidos, a partir de diversos cruzamentos entre outras raças, como o persa, o siamês e o sagrado de Birmânia. Nas últimas décadas, esses felinos se tornaram muito populares como animais de estimação, por sua beleza notável e seu comportamento temperado. São gatos leais e afetuosos que estabelecem um vínculo muito especial com seus guardiões e que precisam de companhia para levar uma vida saudável e feliz.

De maneira geral, os gatos ragdoll têm uma saúde muito boa e têm uma longevidade de cerca de 10 anos. No entanto, eles precisam receber medicina preventiva adequada e cuidados essenciais para preservar sua boa saúde e manter um comportamento equilibrado.

No PeritoAnimal você encontrará informações sobre os cuidados básicos do ragdoll, mas nesta ocasião te convidamos a conhecer as doenças do gato ragdoll, para que você possa oferecer uma ótima qualidade de vida ao seu companheiro felino. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Doenças mais comuns nos gatos

A endogamia no gatos ragdoll

A endogamia pode ser definida como o acasalamento entre indivíduos geneticamente relacionados (entre irmãos, entre pais e filhos ou entre netos e avós, por exemplo). Esses cruzamentos podem ocorrer espontaneamente na natureza, como entre gorilas-das-montanhas, abelhas e chitas, ou podem ser induzidos por humanos. Infelizmente, a endogamia vem sendo utilizada como recurso durante o processo de criação e/ou padronização de raças em animais domésticos, principalmente em cães e gatos.

Nos gatos ragdoll, a endogamia é um problema sério, já que cerca de 45% de seus genes vêm de um único fundador, o Raggedy Ann Daddy Warbucks. Indivíduos nascidos de cruzamentos endogâmicos têm baixa variedade genética, o que os torna mais propensos a sofrer uma série de doenças hereditárias e degenerativas, reduzindo também sua expectativa de vida.

Além disso, esses indivíduos podem ter uma taxa de sucesso reduzida quando se reproduzem. Os cruzamentos endogâmicos geralmente geram ninhadas menores e a prole geralmente tem um sistema imunológico mais fraco, o que aumenta a taxa de mortalidade e reduz suas chances de sobrevivência para dar continuidade à sua espécie.

Gato radgoll obeso

Os gatos Ragdoll são especialmente mansos e desfrutam de um estilo de vida tranquilo, eles não são exatamente fãs de uma rotina de atividade física intensa. No entanto, o estilo de vida sedentário é muito prejudicial para a saúde desses gatos, pois eles podem ganhar peso facilmente e mostrar alguns sintomas de obesidade em gatos. Portanto, seus tutores não devem apenas oferecer uma dieta balanceada, mas também incentivá-los a praticar exercícios, jogos e atividades estimulantes regularmente.

O enriquecimento ambiental é fundamental para proporcionar um ambiente que desperta a curiosidade do seu gato e o "convida" a brincar, se exercitar e gastar energia. Além disso, uma casa enriquecida é ideal para estimular as habilidades cognitivas, emocionais e sociais do seu gatinho, evitando assim os sintomas de estresse e tédio.

No PeritoAnimal nós te ensinamos também alguns exercícios para gatos obesos, que te ajudarão a gerenciar um peso saudável para seu companheiro felino. Não perca!

Gato ragdoll - doenças mais comuns - Gato radgoll obeso

Problemas do trato urinário dos felinos

Os problemas no trato urinário destacam-se como as doenças mais comuns do gato ragdoll, que podem afetar os ureteres, a uretra, a bexiga e até mesmo espalhar para os rins. Entre os distúrbios urinários mais frequentes em gatos, encontramos as seguintes patologias:

Cada uma dessas doenças tem seus próprios sintomas, que também dependem do estado de saúde do gato e do progresso do quadro clínico. No entanto, existem alguns sinais que podem indicar uma condição no trato urinário dos gatos, tais como:

  • Vontade constante de urinar, mas com dificuldade de expulsar a urina
  • Lamber intensamente ou constantemente a área genital
  • Dor ao urinar
  • Fazer força para urinar
  • Presença de sangue na urina
  • Incontinência urinária (o gato pode começar a urinar do lado de fora da caixa de areia e até mesmo em lugares totalmente incomuns, como em sua área de descanso ou banheiro)

Bolas de pelo e problemas digestivos nos gatos ragdoll

Como a maioria dos gatos de pelo longo ou semi longo, os ragdoll podem sofrer problemas digestivos derivados da acumulação de bolas de pelo em seu estômago e trato intestinal. Devido aos seus hábitos de limpeza diários, os felinos costumam ingerir pelos ao se lamber para higienizar o próprio corpo.

Se o gato conseguir efetivamente expulsar o pelo, ele não deve sofrer nenhuma alteração em sua boa saúde. No entanto, quando o gatinho não consegue purgar adequadamente, os seguintes sintomas podem aparecer:

  • Decadência geral
  • Apatia
  • Arcadas frequentes
  • Regurgitações
  • Vômitos de líquido e alimento

Para evitar a formação de bolas de pelo no trato digestivo do seu gatinho, é essencial escovar regularmente sua pelagem para remover pelos e sujeira. Para ajudar a manter a beleza e a saúde da pelagem do seu ragdoll, oferecemos algumas dicas para escovar o cabelo de um gato, e também mostraremos como escolher a escova ideal para um gato de pelo longo.

Além disso, a malta para gatos pode ser uma maneira segura e eficaz de ajudar seu gatinho a purgar os pelos ingeridos em sua higiene diária. Além disso, funciona como um excelente estímulo sensorial para gatos, permitindo-lhes exercer habilidades físicas e cognitivas.

Gato ragdoll - doenças mais comuns - Bolas de pelo e problemas digestivos nos gatos ragdoll

Doença renal policística felina

O rim policístico (ou doença renal policística) é uma patologia hereditária diagnosticada com maior frequência nos gatos persas e exóticos de pelo curto, mas também pode afetar os ragdolls.

Neste quadro clínico, os rins do gato produzem cistos que estão cheios de líquido desde seu nascimento. A medida que o gato cresce, esses cistos aumentam de tamanho e podem gerar danos severos aos rins, e até provocar uma insuficiência renal.

Alguns dos sintomas do rim policístico felino podem ser:

  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Debilidade
  • Decaimento geral
  • Depressão/letargia
  • Elevado consumo de água
  • Micção frequente

A castração ou esterilização de gatos que sofrem desta doença são medidas preventivas cruciais para prevenir a transmissão desta doença e a superpopulação, que na maioria dos casos terminam em abrigos ou na própria rua.

Miocardiopatia hipertrófica nos gatos ragdoll

A miocardiopatia hipertrófica felina é a patologia cardíaca mais frequente em felinos domésticos e também está entre as principais doenças do gato ragdoll. É caracterizada pelo espessamento da massa miocárdica do ventrículo esquerdo, que causa redução do volume da câmara cardíaca.

Como resultado, o coração do felino se torna incapaz de bombear o sangue corretamente para os outros tecidos e órgãos do corpo. Então, complicações relacionadas à má circulação podem aparecer, como o tromboembolismo (formação de coágulos em diferentes partes do corpo que prejudicam as funções orgânicas).

Embora possa afetar todos os gatos, é mais comum em felinos machos de idade avançada. Seus sintomas dependem do estado de saúde de cada gato e do progresso da doença, havendo também alguns casos assintomáticos. No entanto, os sintomas mais característicos da cardiomiopatia hipertrófica em gatos são os seguintes:

  • Apatia
  • Respiração dispneica
  • Vômitos
  • Dificuldade para respirar
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Depressão e letargia
  • Flacidez nos membros posteriores
  • Morte súbita
Gato ragdoll - doenças mais comuns - Miocardiopatia hipertrófica nos gatos ragdoll

Visite o Médico Veterinário

Agora você sabe quais são as doenças mais comuns dos gatos ragdoll, por isso, não se esqueça da importância de preveni-las através de visitas veterinárias a cada 6 ou 12 meses, seguindo o calendário de vacinas do gato e a desparasitação periódica. Além disso, diante de qualquer sintoma mencionado acima ou alteração no seu comportamento e rotina, não hesite em consultar seu veterinário, a única figura capaz de garantir a boa saúde do seu gato.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Gato ragdoll - doenças mais comuns, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças hereditárias.

Escrever comentário sobre Gato ragdoll - doenças mais comuns

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Gato ragdoll - doenças mais comuns
1 de 4
Gato ragdoll - doenças mais comuns

Voltar ao topo da página