Partilhar

Doenças comuns do Cocker Spaniel

 
Por Aline Kitamura Prata, Estudante de Medicina Veterinária. 26 março 2018
Doenças comuns do Cocker Spaniel

Ver fichas de  Cachorros

O Cocker Spaniel Inglês é uma raça de cães extremamente inteligentes, sociáveis e portanto muito ligados à família. São cães dóceis, ótimos com crianças, e por isso, uma das raças preferidas para se ter como um cão de família.

De porte médio, o Cocker Spaniel era usado antigamente para a caça, devido a sua astúcia e obediência. Sua pelagem longa exige cuidados, e devido a isso uma das doenças mais comuns que podem acometer esta raça de cachorros é a Otite, que é a inflamação do ouvido.

Para saber mais sobre essa e outras doenças comuns do Cocker Spaniel, o PeritoAnimal preparou este artigo para você.

Também lhe pode interessar: Doenças mais comuns do São Bernardo

Doenças comuns em Cocker

Devido a criação clandestina de cães, muitos problemas genéticos e de consanguinidade podem aparecer nos filhotes, e que serão passados de geração em geração, caso não se tomem as devidas providências com a castração dos filhotes.

As doenças mais comuns que podem aparecer no Cocker Spaniel são as doenças que atingem os olhos como:

  • Catarata
  • Atrofia Progressiva da Retina
  • Glaucoma

Outras doenças também comuns em Cockers são a Otite e a Cardiomiopatia Dilatada.

Doença de pele no Cocker Spaniel

Doenças de pele, muitas vezes, não tem relação com a hereditariedade, apesar de existirem raças de cães mais predispostas a desenvolverem certas doenças de pele, devido a uma falha genética em seu sistema imunológico. Todavia, na maioria das vezes, as principais doenças de pele que podem atingir o Cocker Spaniel estão relacionados a erro de manejo, ou seja, como a pelagem do Cocker é longa e ondulada, são cachorros que exigem banhos e escovação frequentes.

Manter a pelagem do seu Cocker Spaniel sempre bem limpa, escovada e livre de nós nos pelos evita uma série de doenças de pele de origem fúngica e bacteriana. Bactérias e fungos podem causar as chamadas piodermites, dermatomicoses ou dermatites traumáticas, que são inflamações na pele causadas por esses microrganismos, e que fazem com que o cão se coce bastante, podem ocasionar queda de pelo, vermelhidão na pele e inclusive feridas.

As escovações devem ser diárias para remover quaisquer sujidades dos pelos, e as orelhas também devem ser regularmente limpas com cuidado pelo tutor. Para auxiliar você, o PeritoAnimal preparou este artigo sobre Tipos de escova para cachorros, para auxiliar-lhe na escova ideal.

Doenças comuns do Cocker Spaniel - Doença de pele no Cocker Spaniel

Doenças nos olhos do Cocker Spaniel

Consulte sempre um médico veterinário oftalmologista periodicamente, pois problemas oculares podem levar o seu Cocker Spaniel a cegueira e fique atento a quaisquer indícios de que seu cão possa não estar enxergando bem, para isso PeritoAnimal preparou este outro artigo sobre Como saber se meu cachorro está cego, com dicas de como identificar se o seu cachorro está com problemas nos olhos.

Dentre as doenças nos olhos do Cocker Spaniel mais comuns estão:

Glaucoma: É um problema ocular grave e que pode levar o cão à cegueira irreversível se não tratado. O glaucoma é uma doença que leva ao aumento de pressão dos olhos. É uma doença ocular hereditária, então se souber que os pais do seu Cocker Spaniel têm ou tiveram Glaucoma, leve o seu cachorro para exames a cada 3 meses a fim de verificar a pressão do olho. O tratamento é por meio de colírios que auxiliam a reduzir a pressão ocular, ou dependendo do grau da doença, cirurgias também podem ser indicadas pelo médico veterinário.

Catarata: Apesar de ser uma doença comum em cães de todas as raças mais idosos, o Cocker Spaniel tem uma grande predisposição ao desenvolvimento da Catarata, que também é hereditário. Os cachorros não ficam cegos de pronto, visto que é uma doença silenciosa e quando o tutor percebe, os olhos do cão estão bastante opacos e quase cegos. O tratamento pode ser cirúrgico, dependendo do grau da doença.

Atrofia Progressiva da Retina: É uma doença genética e hereditária, ela afeta as células que compõem a retina do cão, que é responsável por captar a luminosidade e as formas que compõem a imagem captada pelos olhos. Da mesma forma que a Catarata é uma doença silenciosa, pois não causa sinais perceptíveis facilmente pelo tutor, porém, um dos primeiros sintomas é a dilatação da pupila frente aos estímulos luminosos, e o cão se ''perde" no escuro, até que alguém acenda a luz.

Doença de ouvido no Cocker Spaniel

Cães da raça Cocker Spaniel são considerados campeões em desenvolver a Otite, doença que acomete os ouvidos, e causa uma inflamação no conduto auditivo.

Essa maior predisposição se dá porque a raça possui orelhas compridas e caídas, e como tomam banho frequentemente os ouvidos acabam por ficar úmidos e quentes, o que é um ambiente perfeito para a proliferação de bactérias. Para saber mais sobre a Otite em cães - sintomas e tratamento, o PeritoAnimal preparou este outro artigo para você.

Como é um problema bastante comum é importante fazer a limpeza regular das orelhas e secagem correta após os banhos. Alguns criadores de Cocker Spaniel têm o costume de amarrar gentilmente as orelhas do Cocker para cima durante as refeições e após os banhos.

Doenças comuns do Cocker Spaniel - Doença de ouvido no Cocker Spaniel

Cardiomiopatia Dilatada em Cocker Spaniel

Esta doença em geral, afeta mais cães de grande porte, porém entre as raças de pequeno porte mais frequentemente diagnosticadas com a doença estão o Cocker Spaniel, tanto o americano quanto o inglês, e parece acometer mais machos do que fêmeas.

Ainda não se tem conhecimento do porquê a doença aparece, porém é uma doença do coração que afeta o músculo cardíaco, este torna-se fino e enfraquecido e não se contrai da forma correta. A doença pode levar a insuficiência cardíaca congestiva, e ao acúmulo de líquidos na cavidade torácica e pulmões, ocasionando outros problemas.

Como não há cura para a Cardiomiopatia dilatada, o tratamento visa apenas melhorar os sintomas da Insuficiência cardíaca e o bombeamento sanguíneo, diminuindo as consequências negativas dessa insuficiência, o que pode aumentar a expectativa de vida do cãozinho.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças comuns do Cocker Spaniel, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças hereditárias.

Escrever comentário sobre Doenças comuns do Cocker Spaniel

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Doenças comuns do Cocker Spaniel
1 de 3
Doenças comuns do Cocker Spaniel

Voltar ao topo da página