Partilhar

Como evitar bolas de pelo em gatos

 
Por Mariana Castanheira, Médica Veterinária. Atualizado: 1 março 2018
Como evitar bolas de pelo em gatos

Ver fichas de  Gatos

Se você vive diariamente com um ou mais felinos, com certeza já observou as longas sessões de limpeza deles, com inúmeras lambidas e até posições bastante contorcionistas dignas de um mestre de ioga. Este comportamento normal dos gatos tem um problema: a ingestão de pelos. Esses pelos ingeridos podem ir se acumulando no sistema digestivo do animal formando as chamadas bolas de pelo.

A eliminação das bolas de pelo pode ser um mecanismo normal dos gatos para expulsar o excesso de pelo ingerido. Porém, se este comportamento for regular, pode originar graves problemas.

Você quer saber como evitar bolas de pelo em gatos? O PeritoAnimal escreveu este artigo para responder a essa questão e para te informar sobre quais os principais problemas associados às bolas de pelo. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Bolas de pelo em coelhos 🐰- como evitar?

Vomitar bolas de pelo

Quase todos os tutores de gatos de pelo comprido já viram o seu gato vomitar bolas de pelo. Efetivamente, a acumulação de pelos no trato digestivo e consequentemente expulsão através do vômito é mais comum em animais de pelo comprido[1].

Os gatos passam muitas horas cuidando do pelo deles. Animais que vivem em grupo cuidam até do pelo uns dos outros, comportamento chamado de allogrooming. Por esse motivo, eles ingerem grandes quantidades de pelo que normalmente é eliminada pelas fezes. Porém, quando as bolas de pelo formadas no aparelho digestivo são demasiado grandes, elas não conseguem passar pelo duodeno e a única solução do gato é vomitar.

Existem dois motivos para a acumulação das chamadas bolas de pelo no aparelho digestivo:

  • Ingestão excessiva de pelo: Quando a quantidade de pelo ingerida é tão grande que não é possível fazer a passagem de pelo do estômago para o intestino. Diferentes motivos podem levar o gato a ingerir mais pelo do que o normal como por exemplo: dermatite por picada de pulga, prurido excessivo na pele ou excesso de cuidado com o pelo (o chamado overgrooming) causado por dor ou ansiedade.
  • Alterações na motilidade gastrointestinal: Problemas gastrointestinais crônicos ou alterações na motilidade intestinal causadas por dor ou estresse. Alguns exemplos são as intolerâncias alimentares ou a síndrome do intestino irritável.

A maioria dos tutores que encontra o gato a vomitar bolas de pelo, assume este comportamento como sendo normal. Porém, e principalmente em gatos de pelo curto, ele pode ser um sinal de que algo de errado está passando com o seu pequeno e requer uma visita ao médico veterinário.

Como evitar bolas de pelo em gatos - Vomitar bolas de pelo

Gato com tosse estranha

A maioria dos tutores descreve o gato engasgado ou com uma tosse estranha e que eventualmente cospe um rolo onde se podem observar nitidamente pelos e outros restos de conteúdo digestivo (como pode ver na imagem).

Quando o gato não consegue eliminar os pelos ingeridos através das fezes ou através do vômito, algumas consequências graves podem ocorrer:

  • Obstrução intestinal: Geralmente o veterinário consegue palpar uma massa na região abdominal através do exame físico.
  • Obstrução do esófago: Ao tentar expulsar a bola de pelo através do vômito, esta fica presa no esófago obstruindo-o.

É muito importante que durante as suas visitas regulares ao médico veterinário (de 6 em 6 meses) você mencione a frequência com que o seu gato vomita bolas de pelo para que o médico veterinário possa avaliar se será necessário tomar alguma medida de prevenção.

Como evitar bolas de pelo em gatos - Gato com tosse estranha

Pasta para eliminar bolas de pelo em gatos

Uma boa opção para melhorar este problema é a utilização de pastas para bolas de pelo. Produtos que contenham parafina ajudam na lubrificação, o que permite facilitar a passagem dos pelos do estômago para o duodeno. Assim, o pelo é eliminado nas fezes ao invés de formar as bolas de pelo no estômago que posteriormente o gato tem de vomitar para expulsar.

Outra opção é adicionar umas gotas de parafina líquida na comida habitual do gato. Porém, existem alguns estudos que apontam para a possibilidade desta prática reduzir a absorção de alguns nutrientes[2].

A maioria dos gatos gosta de mastigar e ingerir a chamada "erva do gato" que é muito útil também para a eliminação das bolas de pelo[3].

Como evitar bolas de pelo em gatos - Pasta para eliminar bolas de pelo em gatos

Dieta específica

Para gatos que vomitam bolas de pelo com regularidade, existem rações específicas que auxiliam o controlo deste problema. Estas rações são compostas por elevados níveis de fibra insolúvel que ajudam a melhorar a motilidade gastrointestinal.

Também está descrito que as dietas carnívoras cruas podem diminuir a frequência com que os gatos vomitam bolas de pelo. Porém, ainda não existem evidências científicas suficientes que indiquem qual será a melhor opção nutricional e existe um grande debate entre os especialistas de nutrição animal sobre este assunto. Enquanto alguns especialistas defendem a utilização de dietas à base de carnes cruas e ossos, outros estão totalmente contra e defendem a utilização de rações comerciais.

Diminuir a ingestão de pelo

A melhor estratégia para eliminar bolas de pelo em gatos é reduzir a ingestão. Para isso, você deve escovar o seu gato regularmente, especialmente se for um gato de pelo longo. Para além de diminuir a ingestão de pelo, você também evita que o gato solte tanto pelo. É importante relembrar que você deve usar escovas apropriadas para gatos de pelo longo ou gatos de pelo curto, conforme o tipo de pelagem do seu felino.

Alguns casos severos de gatos podem precisar de uma tosa estilo leão para ajudar o sistema gastrointestinal a se recuperar.

Como evitar bolas de pelo em gatos - Diminuir a ingestão de pelo

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como evitar bolas de pelo em gatos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidado do pelo.

Referências
  1. Cannon, M. (2013) Hair Balls in Cats: A normal nuisance or a sign that something is wrong? Jounal of Geline Medicine and Surgery. vol 15. pp 21-29.
  2. Sharif, F. Crushell, E. O'Driscoll, K. Bourk, B. (2001) Liquid paraffin: a reappraisal of its rrole in the treatment of constipation. Arch Dis Child 94. pp 121-124.
  3. Rpchlitz, L (2005) A review of the housing requirements of domestic cats Felis silvestris catus kept in the home. Applied Animal Behaviour Science. 93. pp 97-109.

Escrever comentário sobre Como evitar bolas de pelo em gatos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como evitar bolas de pelo em gatos
1 de 5
Como evitar bolas de pelo em gatos

Voltar ao topo da página