Partilhar

Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento

 
Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 7 novembro 2018
Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento

Ver fichas de  Gatos

Os gatos são animais que no geral têm uma boa saúde, embora isto não queira dizer que se deva ignorar qualquer sinal que possa indicar algum problema, pois os diagnósticos antecipados são essenciais para qualquer recuperação. Entre estas possíveis doenças, encontram-se desde as mais comuns até outras mais raras, mas que da mesma forma é necessário conhecer para o caso do seu gato chegar a sofrer delas. É por isso que neste artigo do PeritoAnimal lhe vamos falar da síndrome de Cushing em gatos, dos seus sintomas e tratamentos.

O que é a síndrome de Cushing?

Também chamado hiperadrenocorticismo felino (HAF), trata-se de uma doença grave mas rara em gatos, provocada quando o hormônio cortisol encontra-se acumulado em excesso no sangue. Este excesso pode ter duas causas: um tumor localizado nas glândulas supra-renais, que recebe o nome de Cushing adrenal, ou um tumor na hipófise.

Nos gatos costuma aparecer com mais frequência quando o animal é medicado com corticoides ou quando sofre de diabetes. No entanto, ainda é uma condição muito pouco comum, do qual se registaram poucos casos e cujo tratamento se encontra ainda em estudo. Ocorre sobretudo em gatos adultos e de avançada idade, sendo mais propensos os mestiços de pelo curto, especialmente as fêmeas.

Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento - O que é a síndrome de Cushing?

Sintomas da síndrome de Cushing em gatos

Os sintomas variam de um felino para o outro e podem se confundir com outras doenças, pelo que será necessário um diagnóstico adequado. No entanto, os mais comuns são:

  • Micção frequente e abundante.
  • Sede excessiva.
  • Apetite.
  • Letargia.
  • Inchaço abdominal.
  • Debilidade geral.
  • Queda de pelo, sobretudo no corpo.
  • Propensão a aparecerem hematomas.
  • Pele fina e frágil, quebradiça.
  • Respiração ofegante.

Diagnóstico da síndrome de Cushing

Confirmar a doença é um pouco complicado e requer vários estudos que devem se realizar de forma gradual:

  • Em primeiro lugar, serão necessárias várias análises de sangue e urina, com algumas horas entre uma e outra. Por isso, é possível que o gato deva permanecer internado uns dias para efetuar os exames.
  • Conhecer o histórico clínico do felino é indispensável, para detetar possíveis problemas por medicamentos ou tendência a certas doenças.
  • Estudos como radiografias, raios-X para observar o estado do fígado, ressonâncias magnéticas, teste de supressão e exames de estimulação da ACTH são necessários para chegar ao diagnóstico definitivo.
Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento - Diagnóstico da síndrome de Cushing

Tratamento da síndrome de Cushing

Em primeiro lugar, deve ser baseado na eliminação dos tumores que provocam a síndrome. Tanto a remoção do tumor adrenal como a do pituitário são operações delicadas com uma elevada taxa de risco.

Para evitar a cirurgia, muitas vezes prefere-se tratar os tumores com diferentes medicamentos, como a metirapona. No entanto, esta doença rara ainda não conta com um tratamento definitivo, e muitos felinos não respondem satisfatoriamente aos medicamentos ou não sobrevivem às cirurgias.

No caso do gato utilizar medicamentos que contenham corticoides estes devem ser suspendidos, mas de forma gradual para poder combater a dependência da substância. Existe também um tratamento homeopático, que consiste em utilizar uma substância que se considera curar os efeitos do cortisol.

Infelizmente, em nenhum destes casos se encontra assegurada a garantia de cura e muitas vezes não é possível obter grandes melhorias na saúde do pet. No entanto, recomendamos que siga à risca as recomendações do seu veterinário.

Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento - Tratamento da síndrome de Cushing

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento
1 de 4
Síndrome de Cushing em gatos - Sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página