menu
Partilhar

Ranitidina para cachorro - Doses, usos e efeitos colaterais

 
Por Maria Besteiros. 28 maio 2021
Ranitidina para cachorro - Doses, usos e efeitos colaterais

Ver fichas de  Cachorros

Neste artigo do PeritoAnimal vamos falar sobre um medicamento comumente usado em medicina veterinária. Especificamente, falaremos sobre a ranitidina para cachorro, quais são seus efeitos e as precauções que devemos observar em sua administração, já que, como todos os medicamentos, podem causar problemas se não forem usados corretamente.

Como sempre insistimos, todos os medicamentos que usamos com cães devem ser prescritos pelo veterinário e devemos respeitar suas recomendações para evitar complicações. Boa leitura.

Para que serve a ranitidina para cachorro?

A ranitidina para cachorro é um fármaco que funciona no nível digestivo, regulando a acidez gástrica e minimizando o risco de úlceras. A ratidina para cães também é utilizada em casos de refluxo ou quando o cachorro deve ser tratado com corticóides de forma prolongada, pois eles podem causar úlceras.

Em resumo, a ranitidina em cachorros reduz os danos que o ácido clorídrico pode causar à mucosa gástrica. Portanto, o veterinário pode prescrevê-lo quando nosso cão sofre de qualquer patologia que afete o sistema digestivo, o que geralmente causa vômitos ou diarreia.

A dosagem deve ser prescrita pelo médico, pois cada cachorro apresentará demandas com variações que indicarão para o veterinário a dosagem mais apropriada. A ranitidina está disponível como cápsula, comprimido, xarope e também pode ser administrada por via intramuscular ou intravenosa, que é o modo mais comum de uso em situações de emergência em cachorros hospitalizados e submetidos a fluidoterapias. Tal procedimento intravenoso é indicado para cães desidratados porque perderam líquidos por vômitos e diarreia e não conseguem repor alimentos e líquidos porque vomitam tudo o que ingerem.

Nesses casos, como também vomitariam o medicamento, é necessário administrar líquidos intravenosos (pelas veias) e também medicamentos. Uma vez que se recuperem, a ranitidina para cães pode ser administrada oralmente, em casa, junto com outros medicamentos que possam ter sido prescritos. Ela pode ser dada com alimentos sem afetar sua absorção.

Contraindicações da ranitidina

A ranitidina para cachorro é comumente usada para tratar quadros clínicos gastrointestinais ou situações como as descritas anteriormente, mas devemos ter cuidado ao dá-la a cães com insuficiência renal, pois parte do medicamento é eliminada pelo rim e também é repassada a filhotes no caso das cadelas grávidas ou lactantes, pois a ranitidina é excretada no leite materno. Também é essencial ter cautela no uso deste remédio para cachorros com insuficiência hepática.

Nesses casos, o veterinário avaliará os riscos e benefícios de sua administração e tomará uma decisão. Destacamos que nunca devemos medicar os animais por conta própria.

Efeitos colaterais da ranitidina em cachorros

Embora a ranitidina normalmente não produza efeitos adversos, como qualquer medicamento, pode provocar efeitos colaterais e causar alguns problemas como vômitos, diarreia, arritmia (batimento cardíaco irregular), sonolência, trombocitopenia (diminuição do número de plaquetas), respiração acelerada ou tremores.

Se nosso amigo peludo estiver tomando ranitidina e mostrar algum desses sinais, devemos avisar o veterinário o quanto antes. Além disso, se ele estiver tomando qualquer outra droga, devemos também informar o veterinário para que ele avalie se existe algum tipo de incompatibilidade entre esses dois medicamentos.

Alguns cachorros, embora não seja comum, podem ser alérgicos à ranitidina, sofrendo um choque anafilático ao consumi-la, o que é uma emergência veterinária. Obviamente, esses cães não podem receber uma nova prescrição com ranitidina, podendo substituí-la por outro medicamento com efeitos semelhantes. Em qualquer caso, geralmente não há efeitos adversos, desde que sigamos o protocolo de administração prescrito.

Overdose de ranitidina para cachorro

O excesso de ranitidina em cachorros pode ocorrer se cometermos um erro ao administrar o medicamento e dermos mais do que a quantidade indicada por nosso veterinário ou se o cão ingerir acidentalmente todo o medicamento. Nestes casos, os sinais mais claros da overdose de ranitidina são os seguintes sintomas no cachorro:

  • Tremores
  • Vômito
  • Taquipneia (respiração acelerada)

Se nosso amigo de quatro patas tiver engolido uma grande quantidade de comprimidos de ranitidina ou se lhe demos uma dose maior por equívoco, devemos informar imediatamente nosso veterinário. Ele pode prescrever um produto que neutralize a droga ou capaz de diminuir sua absorção ou, ainda, recomendar que seja feita uma lavagem gástrica.

Ranitidina para cachorro - Doses, usos e efeitos colaterais - Overdose de ranitidina para cachorro

Como dar ranitidina para cachorro

Após a prescrição médica, chega o momento que, para alguns cachorros, pode ser mais difícil, já que muitos tendem a se recusar a ingerir comprimidos.

A melhor maneira de dar ranitinida para cachorro, no caso dos comprimidos, é oferecendo a ele misturando com alimentos ou, se conseguir, diretamente na boca do animal. Neste caso, verifique se ele engoliu de fato a medicação. A ranitidina para cachorro usualmente é administrada com o estômago vazio antes da primeira refeição do dia, mas o veterinário é quem avaliará o melhor horário de acordo com cada caso.

Os primeiros efeitos deste medicamento devem ser notados dentro de 1 a 2 horas, mas é possível que eles não sejam visivelmente perceptíveis.

E se eu esquecer de dar o medicamento na hora certa?

Se por qualquer motivo você não oferecer a ranitidina para cães na hora estabelecida por seu veterinário, não dê quando se lembrar disso (se for horas depois do horário correto). A melhor opção é esperar e dar a dose no horário prescrito. É importante destacar que você nunca deve oferecer duas doses ou doses extras da ranitidina.

Agora que você já sabe tudo sobre a ranitidina para cachorro, talvez possa te interessar este vídeo sobre cachorro cambaleando: o que pode ser:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Ranitidina para cachorro - Doses, usos e efeitos colaterais, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Medicamentos.

Bibliografia
  • VCA Hospitals. Ranitidine. Disponível em: <https://vcahospitals.com/know-your-pet/ranitidine>. Acesso em 28 de maio de 2021.
  • British Small Animal Veterinary Association. Ranitidine. Disponível em: <http://www.ashgrovevets.co.uk/perch/resources/ranitidine.pdf>. Acesso em 28 de maio de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Ranitidina para cachorro - Doses, usos e efeitos colaterais
1 de 2
Ranitidina para cachorro - Doses, usos e efeitos colaterais

Voltar ao topo da página