Partilhar

Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

 
Por Maria Besteiros. 21 outubro 2019
Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Ver fichas de  Cachorros

O cetoconazol é um fármaco antifúngico utilizado com relativa frequência na medicina veterinária. Neste artigo do PeritoAnimal, vamos explicar as características do cetoconazol para cachorro. É essencial que este medicamento apenas seja utilizado quando prescrito pelo veterinário e você deve seguir cuidadosamente as instruções. Os tratamentos com cetoconazol são prolongados e podem causar efeitos colaterais, por isso apenas um profissional pode decidir se seu uso é pertinente ou não.

Se o veterinário prescreveu esse medicamento ao seu cachorro e você está interessado em saber todas as informações relacionadas, como os efeitos colaterais que ele produz e a dose recomendada, continue lendo, vamos explicar tudo sobre o cetoconazol para cachorro, as doses, os usos e muito mais.

O que é o cetoconazol para cachorro?

O cetoconazol é um antifúngico ou antimicótico do grupo azol. O cetoconazol para cachorro está disponível em diferentes apresentações e é comum combinar várias delas. É tarefa do veterinário escolher o tratamento mais adequado para o cachorro, dependendo das circunstâncias e do quadro clínico.

O cetoconazol cachorros de uso oral tem a vantagem de apresentar um efeito mais rápido do que o aplicado topicamente, no entanto, os produtos tópicos controlam a contaminação ambiental, daí a sua importância. Assim, você pode encontrar o cetoconazol em comprimidos e suspensão oral ou o cetoconazol em shampoo para cachorro, que pode ser usado em todo o corpo ou em áreas específicas. É necessário deixar o shampoo cetoconazol para cachorro agir por alguns minutos para obter o efeito desejado. Insistimos que o shampoo sozinho não promove a cura, apenas reduz a capacidade infecciosa e por isso deve ser combinado com um tratamento antifúngico sistêmico. O shampoo cetoconazol para cachorro também pode conter clorexidina, que é um desinfetante bactericida.

Independentemente do formato, trata-se do mesmo produto, o cetoconazol e a única coisa que vai mudar é a apresentação. O período de tratamento nesses casos geralmente é prolongado, superior a dois meses. Para uso tópico, também está disponível o creme de cetoconazol. Assim como o shampoo, ele basicamente diminui o risco de infecção, por isso é combinado com o tratamento sistêmico.

Para que serve o cetoconazol para cachorros?

O cetoconazol para cachorro apresenta efeito antifúngico, capaz de eliminar fungos como, por exemplo, o Microsporum canis. Por isso, seu uso é limitado às doenças causadas por fungos, mas age também contra leveduras comuns, como a Malassezia pachydermatis.

Este tipo de doença costuma ser contagioso, por isso é importante que o animal receba o tratamento rapidamente, e que você siga as medidas higiênicas recomendadas pelo veterinário, para evitar o máximo possível a transmissão. Não se esqueça que os fungos em cachorros, além de contaminarem outros animais, também podem afetar pessoas. Além das infecções fúngicas, vale a pena destacar que o cetoconazol já se mostrou útil no tratamento de hiperadrenocorticismo, ou síndrome de Cushing.

Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais - Para que serve o cetoconazol para cachorros?

Dose de cetoconazol para cachorro

Os comprimidos de cetoconazol são administrados em doses de 5 mg por kg de peso a cada 12 horas, ou 10 mg, se administrada uma única vez ao dia. O ideal é oferecer o remédio com comida, pois a absorção é melhor assim.

De qualquer forma, é muito importante deixar claro que o veterinário deve estipular a dose de cetoconazol apropriada para o cachorro em questão, dependendo do problema ou doença que apresenta. A administração inadequada deste ou de qualquer medicamento pode trazer sérias consequências para o animal, como intoxicação ou problemas digestivos.

Cetoconazol para cachorros: efeitos colaterais

O cetoconazol, mesmo na dose recomendada, pode causar reações adversas, como anorexia, vômito ou diarreia. Destacam-se também os distúrbios hepáticos, pois este é um medicamento que pode ser tóxico para o fígado. Nesse caso, é provável que você note icterícia, que é o amarelamento das membranas mucosas. Da mesma forma, o cetoconazol para cachorro interfere no metabolismo de alguns hormônios e compostos. Por exemplo, afeta a testosterona, o que pode ter consequências na capacidade reprodutiva do cachorro durante o tratamento e até algumas semanas depois.

Outros efeitos menos comuns do cetoconazol em cães são os neurológicos, como apatia, descoordenação ou tremores. Quando ocorre uma overdose, pode observar os sintomas já mencionados mas também coceira e perda de pelo.

Além dos efeitos colaterais pós-consumo mencionados acima, o cetoconazol é teratogênico, o que significa que causa malformações nos fetos. Portanto, não deve ser administrado à cadelas gestantes. Também não é recomendado para fêmeas que estão amamentando, filhotes com menos de dois meses ou cachorros com doença hepática. Ele também interage com vários outros medicamentos, portanto nunca deve ser oferecido ao cachorro sem a prescrição do veterinário.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Medicamentos.

Bibliografia
  • Carlotti y Gatto. (2006). El arte de los champús en dermatología canina y felina: estrategias de tratamiento y prevención. Clin. Vet. Peq. Anim. 26(1): 29-38.
  • Guía ESCCAP nº2. (2015). Control de las micosis superficiales en perros y gatos.

Vídeos de Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

1 de 3
Vídeos de Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Escrever comentário sobre Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais
1 de 2
Cetoconazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Voltar ao topo da página