Partilhar

Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

 
Por Maria Besteiros. 13 maio 2019
Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Ver fichas de  Cachorros

O omeprazol é um medicamento antiácido de uso muito comum na medicina humana. No entanto, certamente você já se perguntou "posso dar omeprazol humano para cachorro?" A resposta é sim mas, você só deve administrar esse remédio ao cachorro se for prescrito pelo veterinário. Além disso, deve sempre respeitar a dose e os dias de tratamento prescritos por esse profissional.

Nesse artigo do PeritoAnimal, falaremos de omeprazol para cachorro, te explicando para que ele serve, os efeitos colaterais e se esse medicamento pode causar overdose. Naturalmente, por mais inofensivo que um medicamento pareça, você jamais deve usá-lo sem receita.

Pode dar omeprazol para cachorro?

De fato, o omeprazol é um tratamento possível para alguns problemas caninos. O problema surge quando ele é utilizado sem receita veterinária. Por ser um remédio muito comum nos armários de medicamentos domésticos, não é de se estranhar que alguns cuidadores caiam na tentação de oferecê-lo a seus cachorros quando estes parecem ter sintomas característicos de tratamentos com omeprazol.

Medicar um cachorro por conta própria significa expô-lo a um risco. Neste caso específico, é difícil o omeprazol causar envenenamento grave, mas o que pode acontecer é que, enquanto você está dando esse medicamento, permaneceremos sem saber qual é o verdadeiro problema do cachorro. Por isso é tão importante ir sempre ao veterinário.

Além disso, não é incomum que muitas pessoas façam mau uso do omeprazol, usando-o sem receita médica toda vez que percebem algum desconforto gastrointestinal. Esta prescrição inadequada será dada ao seu cão e isso pode piorar os sintomas digestivos, retardando o diagnóstico e o tratamento adequado.

Omeprazol para cachorro: para que serve?

O omeprazol para cães atua basicamente a nível gástrico, reduzindo a produção de ácido. Mais tecnicamente, é uma droga do grupo de bloqueadores da bomba de prótons, que impede a formação de ácido clorídrico. É por esse efeito que consegue controlar a quantidade de ácido que se forma no estômago.

Um excesso de ácido pode causar úlceras gástricas em cachorros, lesões na mucosa gástrica de maior ou menor profundidade. Como veremos em mais detalhes na próxima seção, o omeprazol para cães será prescrito para distúrbios nos quais é necessário controlar a produção de ácido.

Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais - Omeprazol para cachorro: para que serve?

Como dar omeprazol para cachorro

O omeprazol para cachorro pode ser prescrito como parte do tratamento de diferente problemas, e além disso, também como prevenção em alguns casos. Dessa forma, é provável que o veterinário receite omeprazol para a gastrite em cães. A gastrite é uma irritação do estômago, que causa sintomas como vômitos intensos e letargia. Com o uso do omeprazol, o esperado é proteger o estômago enquanto ele se recupera, evitando o excesso de ácido.

O omeprazol também pode ser prescrito para diarreia em cachorros quando o diagnóstico é de enterite infecciosa aguda, uma infecção gastrointestinal que se caracteriza pela aparição de vômitos, diarreia, febre e apatia. É importante destacar que o omeprazol é apenas um dos medicamentos que devem ser prescritos nesse caso.

No entanto, o uso mais comum do omeprazol talvez seja para a prevenção. Esse medicamento é muito receitado nos casos em que o cachorro precisa tomar corticoide por períodos muito longos ou por toda a vida. Isso porque esse tipo de medicamento tem entre seus efeitos colaterais a formação de úlceras gastrointestinais.

Além disso, cachorros com alguma doença hepática, insuficiência renal, graves problemas de estresse ou gastrite crônica são mais propensos a desenvolver úlceras. Os tumores cutâneos mastocitomas também podem provocar úlceras, por isso, pode-se administrar o omeprazol para cachorro. Além disso, em casos de refluxo esofágico, em que o ácido sobe do estômago.

Omeprazol para cachorro: efeitos colaterais

Desde que você respeite a dose recomendada pelo veterinário de omeprazol para cachorro, raramente vai observar qualquer efeito colateral, uma vez que este é um medicamento seguro com um propósito muito específico no corpo. É claro que, se seu cachorro apresentar alguma hipersensibilidade a este medicamento, você não deve utilizá-lo. A dose de omeprazol é estabelecida com base na condição que se pretende tratar, portanto, apenas o veterinário poderá receitá-la.

Os efeitos colaterais do omeprazol para cães, quando acontecem, estão restritos ao sistema digestivo, causando diarreia, náusea, gases ou vômitos. A overdose de omeprazol em cachorros é muito rara. Se o cachorro já estiver tomando algum remédio, é necessário avisar o veterinário, pois há alguns medicamentos com os quais ocorrem interações.

Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais - Omeprazol para cachorro: efeitos colaterais

Ranitidina ou omeprazol para cachorro

A ranitidina é uma droga que atua de maneira semelhante ao omeprazol, interferindo na produção de ácido no estômago. De maneira geral, o omeprazol parece ter um efeito mais potente. Em todo caso, será o veterinário quem, avaliando cada caso específico, decidirá entre um medicamento e o outro.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Medicamentos.

Escrever comentário sobre Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais
1 de 3
Omeprazol para cachorro: doses, usos e efeitos colaterais

Voltar ao topo da página