Partilhar

Alergia em cachorro - sintomas e tratamento

 
Liliana Ramos
Jornalista especializada em mundo animal
Alergia em cachorro - sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

A alergia é uma reação inadequada e exagerada do sistema imunológico a uma substância que normalmente não seria prejudicial. Esta substância é conhecida como um alérgeno. Pólen, ingredientes alimentares, ervas, sementes, saliva de carrapatos, saliva de pulgas, detergentes, produtos químicos de limpeza, fibras têxteis, ácaros e frango são alérgenos comuns para cães.

Os efeitos das alergias podem variar de uma leve irritação na pele até a morte súbita. As alergias mais frequentes em cães são causadas por alimentos, saliva de insetos (por picadas), inalação e contato com diferentes alérgenos.

No PeritoAnimal detalharemos tudo o que você precisa saber sobre a alergia em cachorros, seus sintomas e tratamento. Continue lendo!

Também lhe pode interessar: Alergia em gatos - Sintomas e tratamento

Alergia em cães - causas mais comuns

Existem muitas causas pelas quais um cão pode sofrer alergia, geralmente expressa através da pele. Isso dependerá da via de contato, que pode ser considerada atópica (se entrar em contato com o sistema respiratório), cutânea (se as consequências aparecerem após contato físico) ou por causas de alimentação:

  • Alimentação: Ocorre quando um ou mais dos ingredientes na comida do cão causam a reação de hipersensibilidade do sistema imunológico. Os alérgenos comuns são: milho, trigo, frango, ovos, vitela, soja e derivados do leite.
  • Atópicas: Neste caso, o cão é alérgico a uma substância que ele respira ou cheira. Dois alérgenos comuns são a fumaça do cigarro e o pólen. Este tipo de alergia é o segundo mais comum em cães.
  • Dérmicas: Essas alergias se desenvolvem quando os alérgenos entram em contato direto com a pele do cão. Os alérgenos comuns são: coleiras de pulgas, coleiras com outras substâncias antiparasitárias, xampus, fertilizantes, medicamentos, fibras têxteis para roupas de cães, fibras de carpete, inseticidas e compostos químicos para produtos de limpeza.
  • Outras: São causadas por picadas de insetos e são as alergias caninas mais comuns. As mais frequentes são alergia à saliva da pulga e alergia à saliva do carrapato.

O fator genético

Não devemos nos esquecer do fator genético, que faz com que muitas raças apresentem certa predisposição a sofrer alergias. Entre elas, destacamos os vários problemas de pele do sharpei, mas também observamos isso em outras raças como o maltês, o west highland white terrier, bulldog inglês, bulldog francês, schnauzer miniatura, entre outras.

Alergia em cachorro - sintomas e tratamento - Alergia em cães - causas mais comuns

Sintomas de alergia em cachorros

Os sintomas podem se apresentar localmente ou nível sistêmico. Eles geralmente se tornam evidentes na pele ou através de distúrbios digestivos, mas também afetam outros órgãos e sistemas, como o sistema respiratório. Sintomas externos observados frequentemente na alergia em cães incluem:

  • Irritação da pele
  • Coceira constante
  • Vermelhidão
  • Erupções cutâneas
  • Grânulos
  • Pústulas na pele
  • Espirros frequentes
  • Letargia
  • Mal estar geral
  • Sacudidas frequentes da cabeça
  • Coceira frequente nas orelhas
  • Acúmulo de cera no canal auditivo

Os cães que sofrem de alergia a algum alimento geralmente apresentam os seguintes sintomas:

  • Náuseas
  • Vómitos
  • Arrotos frequentes
  • Diarreia
  • Flatulências
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Letargia e debilidade


Imagem: dogsagholic.com

Alergia em cachorro - sintomas e tratamento - Sintomas de alergia em cachorros
Fonte: dogsagholic.com

Diagnóstico da alergia em cães

O diagnóstico de alergia é feito com base nos sintomas, no histórico do cão e no exame físico. Na maioria dos casos, isso é suficiente para reconhecer a presença dessa enfermidade, mas não para identificar o alérgeno causador.

Para identificar o alérgeno causador, o veterinário procura as causas mais frequentes em relação aos hábitos do cão que está diagnosticando. Em alguns casos é fácil encontrar a substância que causa alergias, especialmente se forem alergias sazonais. Assim, é relativamente fácil reconhecer o pólen como alérgeno em algumas alergias sazonais. Também é relativamente fácil identificar a saliva de pulgas ou carrapatos como a causa da alergia se o cão estiver infestado por parasitas externos.

No entanto, em muitos outros casos, é muito difícil encontrar o agente causador da alergia. Para esses casos, o exame de análise às alergias pode ser recomendado.

Felizmente, existe uma maneira menos invasiva e cara de identificar os alérgenos responsáveis pela reação. Consiste em remover todas as substâncias suspeitas do ambiente do cão e reintroduzi-las gradualmente, até que a reação alérgica retorne. Desta forma, você pode saber qual é o alérgeno e recomendar o tratamento adequado.

Para alergias alimentares, algo semelhante é feito. Geralmente recomenda-se uma dieta de eliminação, que começa dando ao cão apenas alguns ingredientes (por exemplo, apenas frango e arroz). Aos poucos, outros ingredientes são adicionados à dieta, até encontrar o que causa a alergia.

Alergia em cachorro - sintomas e tratamento - Diagnóstico da alergia em cães

Alergia em cachorros - como tratar?

O tratamento para alergia pode variar dependendo do alérgeno que a causa. O habitual é evitar os alimentos que causam alergia, eliminar a presença de parasitas ou tentar evitar o fator ambiental que a causa.

O veterinário pode ajudar com um guia, no qual testaremos os diferentes efeitos de certas substâncias no cão. No entanto, esta é uma tarefa árdua que recai sobre os donos do cão, que devem na realidade se informar através do especialista e aprender a lidar com este problema recorrente no cão.

Para reduzir os efeitos das alergias sazonais, os anti-histamínicos orais podem ser usados. Isso não diminui a alergia, mas ajuda a reduzir os sintomas e o desconforto até o final da estação na qual o alérgeno é comum. Além disso, o veterinário pode recomendar cremes, loções, xampus e medicamentos que ajudam a reduzir a inflamação e eliminar a irritação e coceira do cão.

O prognóstico geralmente é muito bom quando se descobre a substância que está causando a alergia.

Alergia em cachorro - sintomas e tratamento - Alergia em cachorros - como tratar?

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Alergia em cachorro - sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Alergia em cachorro - sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Alergia em cachorro - sintomas e tratamento
Fonte: dogsagholic.com
1 de 5
Alergia em cachorro - sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página