Partilhar

Miíase: causas, sintomas e tratamento

Por Mariana Castanheira, Médica Veterinária. Atualizado: 31 outubro 2018
Miíase: causas, sintomas e tratamento
Fonte: narobesvet.net

Ver fichas de  Cachorros

A miíase é uma doença terrível que aparece com alguma frequência na clínica veterinária. Basicamente, consiste na infestação por larvas de dípteros que se alimentam dos tecidos vivos ou mortos do cachorro, das substâncias corporais líquidas ou mesmo do alimento ingerido pelo animal.

O cachorro pode apresentar de pequenas a grandes lesões no corpo, causadas por essas larvas de moscas que se alimentam diretamente do tecido corporal do cachorro. Para muitos tutores que se deparam com este problema, é uma doença chocante e que provoca até algum asco.

Se o você gostaria de saber mais informações sobre este problema, o PeritoAnimal preparou um artigo com tudo o que você precisa saber sobre a miíase: causas, sintomas e tratamento.

Miíase: a chamada Bicheira no cachorro

A miíase é uma doença parasitária que consiste na infestação do hospedeiro (homem, cão, gato, etc) por larvar de dípteros, ou seja, moscas. Existes diferentes espécies de moscas que podem estar envolvidas nesta doença, sendo as mais comuns nos cachorros: a mosca da família Calliphoridae, em particular a espécie Cochliomyia hominivorax que causa miíase cavitária, conhecida por bicheira e a mosca da família Cuterebride, principalmente da espécie Dermatobia hominis que causa miíase furunculóide primária, também chamada de Berne.

Podemos classificar as miíases, conforme a sua localização, em três tipos diferentes:

  • Cutânea: na pele, por depósito de ovos de mosca.
  • Cavitária: nas cavidades (nasal, oral, auditiva, orbital, etc) por depósito de ovos de mosca.
  • Intestinal: no intestino, por ingestão de alimentos contaminados com larvas.

Miíase na boca do cachorro

A miíase na boca do cachorro é uma situação bastante frequente. É muito doloroso para o animal, que normalmente deixa de comer devido às dores, acabando por perder bastante peso.

Se você tem um cachorro com este problema, ou viu um vira-lata na rua com bicheira, contacte uma associação de animais, se não poder você mesmo procurar ajuda veterinária para ele. É uma situação muito dolorosa, e o cachorro está com certeza sofrendo muito.

Miíase no ouvido do cachorro

Outro local muito habitual para o depósito de ovos por parte das moscas, são os ouvidos do cachorro. A miíase no ouvido do cachorro é também muito dolorosa e precisa de tratamento veterinário urgente, principalmente porque as larvas começam se deslocando pelo canal auditivo, podendo ter graves sequelas.

Miíase no olho do cachorro

Por vezes, este problema ocorre nos olhos do cachorro, sendo que as moscas depositam nesse local os ovos e as larvas se vão alimentando do tecido dessa zona. Alguns animais podem chegar a ficar cegos, porque as larvas comem todo o tecido ocular. Assim, é essencial que não deixe o problema avançar caso veja uma destas larvas no olho do seu cachorro. E, acima de tudo, não tente retirar você mesmo as larvas, pois é muito doloroso para o animal e os olhos são zonas muito sensíveis. O cachorro vai precisar ser sedado para se poder realizar o procedimento com o mínimo dor possível e sem riscos para quem o faz.

Com o devido tratamento veterinário, é possível salvar e recuperar o animal, mesmo que estejam num estado avançado como o do cachorro que podemos ver na imagem.

Miíase: causas, sintomas e tratamento - Miíase no olho do cachorro
Fonte: marinduquevet.ph.jpg

Miíase em gatos

Embora seja menos comum do que em cachorros, existem casos que relatam o aparecimento de miíase em gatos. Geralmente, este problema afeta mais os gatos de pelagem curta, porque as moscas têm melhor acesso à pele do animal.

Gatos que têm acesso à rua, têm mais probabilidade de ter este problema, uma vez que têm mais contacto com locais sujos, onde estas moscas estejam. Você deve estar especialmente atento se o seu gato é um macho não castrado e que passam alguns dias na rua e se envolve em brigas com outros gatos. As pequenas feridas e lesões resultantes dessas brigas são o local de eleição para as moscas depositarem os ovos delas.

Miíase: causas, sintomas e tratamento - Miíase em gatos

Sintomas da miíase no cachorro e no gato

O sintoma mais comum desta doença são as lesões na pele causadas pelas larvas. Geralmente essas lesões têm um odor repulsivo. Para além disso, conforma a localização da miíase, podem ocorrer outros sintomas em simultâneo:

  • peritonite
  • claudicação
  • cegueira
  • problemas dentários
  • anorexia (o animal deixa de comer)
  • perda de peso

Os sintomas desta doença podem chegar a um estado tão grave que o animal pode mesmo acabar por morrer toxemia, hemorragia ou infecções secundárias.

Miíase no cachorro - tratamento

Esta doença é muito traumática para o cachorro. Por vezes, as larvas chegam mesmo a zonas profundas da pele e retirar elas manualmente causa muita dor no cachorro, sendo necessário anestesiar ele. Por esse motivo, é imprescindível que o tratamento seja devidamente por um médico veterinário.

Como tratar miíase em cachorro

O médico veterinário começa por depilar e desinfetar a zona afetada e retira as lavas com uma pinça. Pode ser necessário também a administração de antibióticos sistêmicos e/ou locais. Para além disso, pode ser usados larvicidas e pode ser necessária uma terapia de suporte.

Como prevenir a miíase

O principal é você estar atento e examinar diariamente o seu cachorro nos locais mais comuns para o aparecimento deste problema (boca ouvido, olhos), principalmente no caso dos cachorros que passam muito tempo fora de casa. Assim que detectar algum dos sinais ou observe uma larva, leve o seu cachorro de imediato ao médico veterinário. Este é um problema que se desenvolve muito rapidamente. Relembre que as larvas literalmente comem a carne do seu cachorro!

A higiene do local onde o cachorro vive é o mais importante para prevenir o aparecimento destas moscas no local onde habita o cachorro. Lixo, fezes, comida, atraem todo o tipo de moscas, que depositam as larvas no cachorro. Veja também o nosso artigo sobre como espantar as moscas do cachorro.

Geralmente, as moscas depositam as larvas em pequenas feridas do cachorro. Por isso, caso o seu cachorro tenha uma ferida, desinfete adequadamente, para evitar este problema.

Exatamente o mesmo se aplica no caso de você ter um felino. A higiene da caixa de areia é muito importante para prevenir o aparecimento de moscas. E, caso o gato tenha uma ferida, deve limpá-la adequadamente.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Miíase: causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças parasitárias.

Bibliografia
  • Ribeiro, C. M. Scherer, P. O. Sanavria, A. (2011) Miíase Interna Oro-Nasal e cutânea por Cochliomyia hominirovax em felino (felis catus) -RELATO DE CASO. Rev.Bras. Med. Vet. 33(3): 137-141.
  • Singh, K. Kumar, S. Yadav, V. Sanwan, A. (2017) Management of Maggot Wound (Myiasis) in Dog Ear. Journal Veterinary Clinical Science. Volume 05 (1): 06-08.

Escrever comentário sobre Miíase: causas, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Aydr
Qual antibiótico eu poderia dar pro meu cachorro para matar os bernes
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Aydr! Este artigo do PeritoAnimal pode te ajudar a entender a berne e como tratar: https://www.peritoanimal.com.br/berne-em-cachorro-como-tirar-berne-de-cachorro-22468.html
No entanto, o mais aconselhável é buscar ajuda de um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!

Miíase: causas, sintomas e tratamento
Fonte: narobesvet.net
Fonte: marinduquevet.ph.jpg
1 de 3
Miíase: causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página