Partilhar

Peritonite em cães

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 18 maio 2017
Peritonite em cães

Ver fichas de  Cachorros

A peritonite em cães é uma doença que pode chegar a ser muito grave, sempre dependendo da causa, e que por este motivo tem um prognóstico reservado, ou seja, não se pode prever nem a evolução nem o desfecho.

Por esse motivo neste artigo queremos que conheça um pouco mais sobre esta doença e que saiba como se pode manifestar no seu cão e como se pode tratar a nível veterinário.

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para saber tudo sobre a peritonite em cães.

O que é a peritonite em cães

O peritônio é uma membrana que recobre internamente a cavidade abdominal e ao mesmo tempo as vísceras abdominais. A sua função é a de proteção e a absorção de líquidos, que não devem estar presentes neste região anatômica.

Quando falamos de peritonite estamos nos referindo a uma inflamação desta membrana, que pode acontecer de forma generalizada ou localizada, obviamente, a segunda opção tem um melhor prognóstico.

Peritonite em cães - O que é a peritonite em cães

Porque acontece a peritonite em cães

Existem vários fatores que podem desenvolver a peritonite no nosso cachorro, uma infecção ou obstrução dos condutos da vesícula biliar:

  • Câncer
  • Cálculos biliares
  • Pancreatite (inflamação do pâncreas)
  • Estenose (estreitamento dos condutos da vesícula biliar)
  • Provocado por bactérias
  • Devido a um traumatismo na região do abdômen
Peritonite em cães - Porque acontece a peritonite em cães

Sintomas da peritonite

Os sintomas que um cão tem perante um estado de peritonite são vários e não tem por que se manifestarem todos, efetivamente pode dar-se a manifestação de diversos sintomas mas também pode ser que a peritonite apareça com apenas alguns destes sintomas, assim sendo, é importante que esteja alerta:

Os sintomas mais convencionais da peritonite são os seguintes:

  • Letargia
  • Febre
  • Perda de apetite
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Dor
  • Aumento do abdominal
  • Distensão abdominal

Perante a presença destes sintomas deve recorrer sem demora ao veterinário. O diagnóstico da peritonite não costuma ser feito através das manifestações clínicas e sim através de exames de diagnóstico, tal como através de uma exploração completa ou uma ecografia para confirmar que se trata de uma inflamação do peritônio.

Peritonite em cães - Sintomas da peritonite

Diagnóstico

No momento em que suspeita que o seu cachorro pode sofrer peritonite é muito importante recorrer ao veterinário imediatamente.

O perito irá realizar ao seu pet um exame físico exaustivo em consonância dos sintomas detectados e que podem explicar as causas. O perfil para o diagnóstico completo inclui o exame standard, o perfil bioquímico, um hemograma completo e a análise de urina.

No perfil bioquímico aparecerão elevadas as enzimas hepáticas e além disso a bilis estará presente na urina. Radiografias e ecografias permitirão que se visualize o fígado e a fuga de bilis.

Todos os exames em conjunto podem mostrar ao seu veterinário se realmente se trata de uma peritonite.

Peritonite em cães - Diagnóstico

Tratamento da peritonite em cães

O tratamento vai depender do tipo de peritonite e da gravidade. Geralmente, existem três diretrizes básicas no tratamento: estabilizar as constantes fisiológicas do cachorro, tratar a infecção se existir e finalmente localizar a corrigir a causa.

Em alguns casos podem ser necessárias intervenções cirúrgicas, por exemplo, quando existir uma acumulação de líquidos e seja necessário uma drenagem abdominal. Como já foi comentado, o prognóstico da peritonite varia segundo cada animal e as causas da doença.

De todas as formas, uma boa atenção veterinária e uns cuidados domiciliares estritos ajudarão o seu cão a superar esta doença.

Peritonite em cães - Tratamento da peritonite em cães

Prevenção da peritonite

Não existe prevenção alguma para evitar a peritonite. A visita regular ao veterinário pode ajudar a detectar antecipadamente. Lembre-se que, como qualquer doença, quanto mais rápido a localizar, mais rápido poderá agir e mais simples será o tratamento e a recuperação.

Peritonite em cães - Prevenção da peritonite

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Peritonite em cães, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças bacterianas.

Escrever comentário sobre Peritonite em cães

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Claudio Pereira Sanchez
Minha cadela passou por cirurgia para retirada do útero e morreu duas horas após.
O que terá acontecido?
1) Uns dias antes estava urinando sangue coagulado,
2) Ingeria muita água,
3) Parou de se alimentar,
4) Vomitou um líquido amarelado por duas vezes, sendo que no segundo desmaiou,
5) Extração do útero e
6) Morte duas horas após a cirurgia.
Agradeço pela resposta.
Claudio.
Sandra
Boa noite!
Minha cadelinha , filhote de 40 dias, está com peritonite. Já fez uma cirurgia e está sendo drenada. Faz 11 dias que está internada.
Não tenho mais dinheiro e quero tratá-la em casa. Me ajude, por favor?
Muito obrigada.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Sandra! Uma boa dica é buscar ONGs na sua região que possam te ajudar no tratamento ou veterinários que aceitem pagamento parcelado.
Recomendamos sempre que os animais sejam acompanhados por profissionais da área.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras e boa sorte!

Peritonite em cães
1 de 7
Peritonite em cães

Voltar ao topo da página