Partilhar

Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase

Por Mariana Castanheira, Médica Veterinária. 30 novembro 2017
Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase

Ver fichas de  Cachorros

O seu cachorro um quadro de diarreia severo? Um dos possíveis diagnósticos diferenciais é a Giardíase.

Esta doença, causada por um parasita, deixa o cachorro bem desconfortável com náuseas e dores abdominais. Para além disso, esta doença é uma zoonose, ou seja, ela pode ser transmitida ao ser humano. Este parasita é muito resistente e nem sempre o tratamento desta doença é fácil.

Infelizmente, esta doença é bastante comum em cachorros e por isso o PeritoAnimal escreveu este artigo sobre a giárdia em cães - causas, sintomas e tratamento.

Também lhe pode interessar: Sarna em cães - Sintomas e tratamento

Giárdia em cães

Giárdia é um protozoário, sendo que as duas espécies mais comuns são a Giardia lamblia e a Giardia duodenalis. Estes microorganismos se instalam no intestino do cachorro ou qualquer outro animal infetado.

Quando está no intestino, este microorganismo está numa forma móvel, chamada de trofozoíto ou em forma de quisto (imóvel). Estes segundos, os quistos, são os mais preocupantes, pois em meio externo (nas fezes, por exemplo) são mais resistentes podendo sobreviver durante semanas, daí o alto potencial de contágio.

Causas da giárdia em cães

A giárdia pode estar na terra, água alimentos, ou qualquer outra coisa que possa ter entrado em contacto com fezes contaminadas. O seu cachorro pode ser infetado através do contacto directo com algo infectado, sendo que pode ser, inclusive, um ser humano a transmitir-lhe.

A principal causa de infeção seja no cachorro, gato, humano, ou qualquer outro animal, é a ingestão de água contaminada. Outra possibilidade é através da ingestão direta de fezes. Sempre que apanhar cocó do seu cachorro na rua, ou mudar a caixa de areia do seu gato, é muito importante que limpe e desinfecte bem as mãos.

Não deixe o seu cachorro lamber as fezes de outros cachorros na rua, pois a probabilidade de contágio é muito elevada.

Ciclo da giárdia

Resumidamente, o cachorro ingere um quisto de giárdia, depois, esse quisto transforma-se em trofozoíto dentro do intestino do cachorro. Esta forma, agarra-se às paredes intestinais do cachorro para se alimentar. Se existirem um número elevado destes parasitas se alimentando nas paredes intestinais do cachorro, os sintomas começam a surgir. Os trofozoitos reproduzem-se e alguns transformam-se em quistos, que são expulsos pelas fezes e ingeridos por outros animais, iniciando-se assim um novo ciclo.

 

Giárdia em cães - sintomas

Existem muitas infeções por giárdia assintomáticas, ou seja, o cachorro não apresenta quaisquer sinais clínicos. Porém, quando o cachorro tem muitos microorganismos destes alojados no intestino, estes são os sintomas mais comuns de giárdia:

  • Diarreia alternada com fezes normais
  • Perda de apetite
  • Perda de peso
  • Possibilidade de vômitos (raro)
  • Fezes sanguinolentas e com mau cheiro

Diagnóstico de giárdia canina

Para realizar um diagnóstico é imprescindível uma análise de fezes. Um diagnóstico baseado apenas nos sinais clínicos é praticamente impossível, já que existem dezenas de doenças que provocam diarreia no cachorro.

Uma vez que este parasita não é constantemente expulso pelas fezes, é normal que o seu médico veterinário peça amostras de fezes de vários dias, para realizar várias provas. Geralmente faz-se provas de três dias distintos.

Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase - Diagnóstico de giárdia canina

Giárdia em cães - como tratar?

O tratamento é feito à base de antiparasitários prescritos pelo médico veterinário. Alguns dos fármacos mais utilizados para o tratamento da giárdia são o Fenbendazol, Albendazol, Metronidazol, etc.

Tratamento giárdia em cães - albendazol

Como já referido, um dos antiparasitários mais usados no combate a esta doença é o albendazol. Este fármaco não é apenas usado em cachorros, como também em gatos.

Uma vez que estes parasitas são altamente resistentes no meio ambiente, a limpeza é um dos pontos chave do tratamento. Se o seu cachorro defeca dentro de casa ou na varanda, você deve recolher as fezes imediatamente e desinfetar o local. Você deve recordar que esta doença se trata de uma zoonose e o seu cachorro pode transmiti-la a todos os membros da família, por isso, todo o cuidado é pouco. Deixe o desinfectante atuar pelo menos 20 minutos antes de lavar, assim você aumenta as probabilidades de matar os parasitas.

Giárdia em cães pode matar?

De uma forma geral, quando diagnosticado a tempo, o prognóstico da giardíase é bom. Porém, nos casos de animais imunodeprimidos e animais idosos é bastante perigoso, sendo que pode chegar a matar.g

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças parasitárias.

Escrever comentário sobre Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Jaqueliine
Obrigada, pela excelente matéria. Muito útil, pois abrangeu todas minhas dúvidas.
Muitas vezes não nos damos conta destes microrganismos e dos seus malefícios.
Gostaria de saber por quanto tempo e a dose do tratamento para cada faixa etária. Também qual o tipo de tratamento ideal para os humanos que entraram em contato com o animal infectado.
(Este e-mail é do meu esposo Josué, pois estou com problema para entrar no meu).
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Jaqueline! Se você suspeita que o seu cachorro possa estar com giárdia, o mais indicado é buscar ajuda de um médico veterinário de confiança pois, sem ver o cachorro não conseguimos passar nenhum diagnóstico.
Obrigada pelo comentário, continue nos acompanhando!
karina
como aplicar a dose de albendozol em cães

Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase
1 de 2
Giárdia em cães - causas sintomas e tratamento da Giardíase

Voltar ao topo da página