Partilhar

É ruim não deixar sair o seu gato para a rua?

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 2 novembro 2018
É ruim não deixar sair o seu gato para a rua?

Ver fichas de  Gatos

Os gatos são por natureza bastante independentes, curiosos e amantes das novas aventuras. Muitas pessoas pensam que os gatos precisam de ambientes abertos e liberdade para serem felizes e manter o seu instinto selvagem, mas há muitos donos de gatos que não se sentem cômodos ou sentem medo de os permitir sair para a rua.

Deixar um gato sair pode ser benéfico para a sua saúde física e emocional, mas ao mesmo tempo, é importante fazê-lo com precaução e estar atento a possíveis complicações que isso possa implicar.

Se se estiver perguntando se é ruim não deixar sair o seu gato para a rua, a resposta está no equilíbrio. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal onde lhe vamos ensinar a chegar a esse ponto em que o seu gato se encontre feliz e você possa estar tranquilo.

Também lhe pode interessar: Como afugentar um gato de rua

Benefícios de deixar sair o seu gato para a rua

Para os felinos domésticos, fazer uma escapada uma vez por dia, oferecer-lhes estímulos naturais positivos, tanto que lhes pode parecer um autêntico parque de diversões. Além disso, ajuda-os a estar de bom humor: árvores para trepar, ramos para brincar, ratos e insetos para perseguir e a luz do sol para sentir o calor e ter uma sesta reparadora depois da aventura.

Os gatos que podem sair à rua podem ter a liberdade de fazer as suas necessidades em outros lugares com um aspeto e sensação mais natural, reduzindo ou eliminando assim a necessidade dos seus donos de limpar a caixa de areia e comprar areia com tanta frequência.

Diz-se que os gatos domésticos não têm a extrema necessidade de sair à rua e que, um gato de casa não tem que se converter em um pet preguiçoso e obeso como o gato "Garfield", mais ainda se cuidar dele e lhe proporcionar uma boa e interessante vida dentro do calor de casa.

No entanto, não podemos negar que os gatos gostam de sair e andar livres como o vento sem responder a ninguém. Eles podem se beneficiar dessa atividade física e da distração que quiserem. Se é a favor de que os gatos sejam donos da sua própria liberdade, que possam sair e entrar quando quiserem de casa e quer dar esse benefício ao seu felino, é importante que primeiro tome certas precauções que depois o irão proteger quando se encontrar sozinho no "mundo selvagem":

  • Certifique-se de levar o seu felino ao veterinário para revisar o seu estado de saúde e o calendário de vacinação para gatos.
  • Se o vai deixar sair é muito importante que esterilize ou castre o seu felino. Os gatos que andam livremente pelo exterior e que não receberam esta atenção contribuem para a criação não desejada de pets, dos quais a grande maioria, acabam vagueando pelas ruas abandonados.
  • Coloque no seu gato um arnês ou coleira com uma etiqueta de identificação que tenha os seus dados de contato.
  • Se cortou por completo as unhas do seu gato (algo que muitos donos fazem mas que não é nada saudável para o felino) não deveria deixá-lo sair fora de casa, uma vez que não terá a capacidade suficiente para se defender de outros animais.
  • Coloque-lhe um microchip. Muitos gatos saem em busca de aventuras mas se perdem na tentativa e depois não encontram o caminho para casa. O microchip vai permitir encontrá-lo e identificá-lo.
É ruim não deixar sair o seu gato para a rua? - Benefícios de deixar sair o seu gato para a rua

Desvantagens de deixar sair o seu gato

Todas as decisões que tomar em relação ao seu pet terão um efeito importante na sua vida, seja a curto ou a longo prazo. Deixá-lo sair quando quiser poderá influenciar diretamente na sua esperança de vida.

Os gatos que fazem vida no exterior têm uma esperança de vida mais curta que os gatos que vivem cômodos na segurança de casa porque correm o risco de contrair doenças e de sofrer acidentes como brigas como outros animais, roubos, atropelos e podem até ser envenenados por pessoas que não gostam muito de gatos.

Muitos gatos que vivem na rua podem ser portadores de doenças que depois podem transmitir ao seu pet. Algumas podem ser graves ou até mortais, sem esquecer as que podem contrair devido a alimentos podres e agentes no meio exterior. Entre elas podemos mencionar:

  • Aids felino
  • Leucemia felina
  • Cinomose felina
  • Peritonite infecciosa felina
  • Pulgas e carrapatos
  • Lombrigas intestinais
  • Infecções por fungos

Se deseja ler mais artigos parecidos a É ruim não deixar sair o seu gato para a rua?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Escrever comentário sobre É ruim não deixar sair o seu gato para a rua?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Jaqueline Fernandes
Adotei um gato tem 2meses, tem todos os brinquedos, arranhador, mas ele está fixo nos nossos pés e dá mordidinhas. Ele não consegue entender o NÃo. O que fazer?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Jaqueline! O seu gato é lindo! Leia este artigo que vai ajudar sobre as mordidas: https://www.peritoanimal.com.br/porque-os-gatos-mordem-os-donos-20424.html. Como ele ainda é pequenino, aprenda como o sociabilizar corretamente para em adulto ter um melhor comportamento: https://www.peritoanimal.com.br/socializar-um-gato-filhote-21622.html
Karin
E principalmente não deixe ele sair na rua, pois vai morrer rapidinho, isso se ainda não morreu.

É ruim não deixar sair o seu gato para a rua?
1 de 2
É ruim não deixar sair o seu gato para a rua?

Voltar ao topo da página