menu
Partilhar

Anorexia em cães - Causas, diagnóstico e tratamento

 
Por Cristina Pascual, Veterinária. 13 janeiro 2022
Anorexia em cães - Causas, diagnóstico e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

A anorexia em cães consiste na falta total de apetite. Não é uma doença por si só, mas um sinal clínico que acompanha múltiplas doenças. Para tratá-la, é necessário fazer um diagnóstico preciso da patologia que a está causando, estabelecer um tratamento específico e oferecer ao cachorro sem fome uma dieta mais palatável para tentar aumentar seu apetite e interesse pela comida.

Se você quiser saber mais sobre anorexia em cães, recomendamos que você leia o seguinte artigo do PeritoAnimal, no qual explicamos suas possíveis causas, diagnóstico e tratamento.

O que é a anorexia em cães

A anorexia em cães consiste em uma perda total do interesse pela comida, ou seja, uma total falta de apetite. A anorexia é um sinal clínico comum em várias patologias. Em outras palavras, não é uma doença por si só, mas uma manifestação de uma doença específica que faz com que estejamos diante de um cachorro sem fome. Portanto, seu conceito é bem diferente da anorexia nervosa dos humanos.

Como saber se um cachorro sofre de anorexia?

Não podemos falar de sintomas de anorexia em cachorros porque, como falamos, a anorexia canina é um sinal clínico, não uma doença. Entretanto, para saber se um cachorro está realmente sofrendo de anorexia, é importante diferenciar este termo de outros como «hiporexia» e a «disrexia». A hiporexia é uma diminuição parcial do apetite ou um interesse mais baixo do que o normal pela comida. A disrexia se refere a um "apetite caprichoso", pelo qual o cachorro recusa seu alimento habitual, mas come outros tipos de alimentos.

Dito isso, sabemos que um cachorro está sofrendo de anorexia quando não quer comer nada, ou seja, quando estamos com um cachorro totalmente sem fome. Dependendo de quanto tempo o cachorro esteja sem comer, também será observada uma perda de peso mais ou menos perceptível.

Causas da anorexia em cães

A anorexia em cães é um sinal clínico muito inespecífico, o que significa que ela pode ser associada a múltiplas patologias. A seguir, explicamos as principais patologias e situações patológicas em que a anorexia pode ser observada em cachorros:

  • Febre: o centro regulador chamado hipotálamo atua como um "termostato" regulando a temperatura do corpo. Quando o hipotálamo detecta um aumento na temperatura corporal, ele tenta diminuir a produção de calor endógeno, diminuindo assim o apetite (entre outras coisas). É por isso que qualquer causa que provoque febre (tanto infecciosa quanto não infecciosa) pode levar à anorexia.
  • Dor: qualquer processo que cause dor ou desconforto em um cachorro pode levar à anorexia. Deve ser dada atenção especial à dor abdominal, dor na coluna vertebral (principalmente devido à hérnia discal cervical) ou dor músculo-esquelética.
  • Estresse: o estresse e a ansiedade causados, por exemplo, pela solidão ou separação de seus tutores, podem ser uma causa de anorexia em cães.
  • Patologias digestivas: qualquer doença que afete o trato gastrointestinal pode levar à anorexia, começando com alterações na cavidade bucal (lesões na mucosa bucal ou patologias odontológicas). A doença periodontal é uma causa comum de anorexia em cachorros idosos. O megaesôfago e a gastrite crônica são causas comuns de anorexia em cachorros adultos.
  • Patologias hepatobiliares: os primeiros sinais observados em doenças hepáticas, como hepatite crônica ou shunts portossistêmicos, são sinais não específicos, como a anorexia.
  • Pancreatite: a inflamação do tecido pancreático causa dor abdominal severa, que por sua vez pode levar à anorexia.
  • Doença renal crônica (DRC): os pacientes com DRC frequentemente apresentam anorexia como consequência de uraemia (acúmulo de toxinas uraêmicas no sangue) e anemia. A DRC deve ser considerada como um possível diagnóstico diferencial, especialmente em casos de anorexia em cachorros idosos.
  • Patologias endócrinas: tais como hipoadrenocorticismo (síndrome de Addison), hiperparatireoidismo ou cetoacidose diabética.
  • Anemia: sinais clínicos gerais, como anorexia, letargia e fraqueza, podem ser encontrados em cachorros anêmicos.
  • Tumores: alguns tumores podem causar sinais muito inespecíficos, tais como anorexia e perda de peso. Portanto, os tumores devem ser considerados como um possível diagnóstico diferencial, especialmente em casos de anorexia em cachorros adultos.
  • Tratamentos quimioterápicos: Os medicamentos antitumorais não agem apenas contra as células cancerígenas, mas também contra as células saudáveis dos tecidos que se multiplicam muito ativamente, tais como o epitélio gastrointestinal. Isto significa que alguns medicamentos de quimioterapia têm toxicidade gastrointestinal e causam anorexia.
  • Outros tratamentos: alguns medicamentos como os AINE (antiinflamatórios não esteróides), amiodarona, metimazol ou os acidificantes urinários como o cloreto de amônio podem causar anorexia como um efeito colateral.

Diagnóstico da anorexia em cães

A anorexia é um sinal clínico que pode ser observado em múltiplas patologias caninas. Portanto, quando um cachorro apresenta anorexia, será necessário determinar sua causa a fim de tratá-la. O protocolo de diagnóstico de um cachorro com anorexia deve incluir:

  • Anamnese: seu veterinário(a) fará a você uma série de perguntas para determinar as possíveis causas de anorexia no cachorro.
  • Exame físico completa: incluindo inspeção, palpação, percussão e auscultação. Será especialmente importante prestar atenção à existência de pontos de dor e à presença de febre.
  • Exames complementares: dependendo dos diagnósticos diferenciais possíveis, seu veterinário pode realizar diferentes exames complementares, incluindo técnicas de diagnóstico laboratorial (exames de sangue ou urina, diagnóstico microbiológico, etc.) e técnicas de diagnóstico por imagem (radiografia, ecografia, tomografia ou ressonância).

Tratamento para anorexia em cães

O que dar ao cachorro quando ele não quer comer? Uma vez que a causa específica da anorexia tenha sido diagnosticada, será necessário estabelecer um tratamento específico. Portanto, o tratamento da anorexia dependerá da causa específica ou patologia que a está causando, e pode ser farmacológico ou cirúrgico, dependendo da causa. Sempre que existir, será estabelecido um tratamento etiológico; se não existir, será preciso se limitar a estabelecer um tratamento sintomático para controlar os sinais clínicos da doença em questão.

Além de um tratamento específico para a patologia que causa a anorexia, tentaremos aumentar o interesse do cachorro pela comida, empregando várias estratégias. A seguir apresentamos alguns remédios caseiros para anorexia em cães.

Remédios caseiros para anorexia em cães

Como fazer um cachorro voltar a comer? Para tratar a anorexia em cães, além de tratar a causa específica, devemos tentar aumentar a palatabilidade da dieta desses cachorros. Devemos ter em mente que quanto mais atraente e apetitoso for o alimento, mais provável é que ele seja ingerido. Para aumentar a palatabilidade, várias estratégias podem ser empregadas:

  • Comida úmida: os cachorros tendem a mostrar maior interesse em comida úmida do que em comida seca, então você pode escolher oferecer a eles sua ração habitual na forma úmida para tentar aumentar seu interesse na comida.
  • Dieta caseira: como regra geral, os cachorros que estão acostumados a uma dieta baseada em ração comercial estão geralmente muito interessados em uma dieta caseira. Você pode optar por oferecer alimentos caseiros, embora seja importante que você consulte primeiro um veterinário especializado em nutrição animal para evitar qualquer consequência indesejável. Compartilhamos um vídeo com uma receita muito simples, adequada para problemas digestivos e a qual recomendamos adicionar proteína animal para torná-la mais completa.
  • Aumento da porcentagem de gordura ou proteína no alimento: dietas ricas em gordura e proteína são geralmente mais palatáveis para os cachorros. Entretanto, lembre-se de consultar seu veterinário antes de modificar os valores desses nutrientes na dieta do seu cachorro sem fome, pois isso pode ter consequências muito negativas para cachorros com doença renais ou pancreatite.

Em todo caso, devemos lembrar que o estresse é uma das causas da anorexia em cães. Portanto, é importante que nos animais com apetite reduzido não forcemos a ingestão de alimentos, pois isso pode causar estresse que pode agravar ainda mais a anorexia.

Se a anorexia não for resolvida com tratamento e uma dieta mais palatável, será necessária a alimentação assistida por sonda nasogástrica ou sonda de esofagostomia, gastrotomia ou jejunostomia.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Anorexia em cães - Causas, diagnóstico e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Davidson, M. G., Davidson, M. G., Else, R. W., Lumsden, J. H. (2000). Manual de patología clínica en pequeños animales. Ediones S.
  • Nelson, R.W., Couto, C.G. (2014). Medicina interna de pequeños animales. Elsevier.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Anorexia em cães - Causas, diagnóstico e tratamento
Anorexia em cães - Causas, diagnóstico e tratamento

Voltar ao topo da página