Partilhar

Feridas em cachorros - Primeiros socorros

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. 22 abril 2016
Feridas em cachorros - Primeiros socorros

Ver fichas de  Cachorros

Todos nós adoramos os nossos cachorros e preocupamo-nos com o seu bem-estar e com o que lhes possa acontecer. Assim sendo, é bom que tenhamos conhecimentos básicos sobre os primeiros socorros necessários em diferentes situações para preservar a saúde dos nossos amigos de quatro patas.

Para que possa ter acesso fácil a esta informação necessária para ajudar o seu fiel amigo em alguns casos de emergência, no PeritoAnimal já falamos anteriormente sobre como agir em vários casos como o envenenamento, as lutas e outras situações. Mas neste caso vamos mostrar-lhe tudo o que precisa saber sobre as feridas em cachorros e os primeiros socorros necessários.

Também lhe pode interessar: Feridas em gatos - Primeiros socorros

Que tipo de feridas o cachorro pode ter?

Os cachorros, como as pessoas, podem fazer diferentes tipos de feridas brincando, correndo, tentando fazer alguma coisa complicada ou em uma luta, entre outras possibilidades. As ferias nos cachorros podem ser:

  • Cortes: Onde mais podemos observar cortes em um cão é nas suas patas. Normalmente por andar sobre solos cortantes como asfaltos ou cimentos, por pisarem vidros, latas e outros possíveis materiais, ou podem cortar-se em plantas.
  • Unhas quebradas ou arrancadas: Trata-se de um tipo de ferida muito dolorosa porque afeta o nervo da unha e costumam infetar com rapidez se não forem curadas de imediato. Às vezes, se as unhas do cachorro estão muito compridas, sobretudo nos esporões, podem prender-se em materiais como roupas, mantas, etc. É nesse momento que ao tentar soltar o dedo, o cachorro puxa com força e acaba magoando a unha. Estas ferias costumam sangrar muito e ser dolorosas. Por vezes chegam mesmo a arrancar a unha ou a quebrá-la.
  • Mordidas de outros cães ou animais: Às vezes é impossível evitar acidentes como as lutas porque nos apercebemos demasiado tarde. Caso o cachorro tenha sido mordido, dependendo da zona afetada e da gravidade da mordida (profundidade e extensão), será mais ou menos grave a ferida. Mas como é óbvio precisamos agir o mais rápido possível. Este tipo de feridas são cortes e rasgos que se não forem socorridos podem infetar.

Além disso, em qualquer destes casos, se a ferida for grave e se tiver uma hemorragia devemos saber como agir para a parar, caso contrário, pode chegar a ser fatal para o cão.

Feridas em cachorros - Primeiros socorros - Que tipo de feridas o cachorro pode ter?

Como as devemos curar?

Em seguida explicamos-lhe como proceder para curar as feridas e como parar hemorragias. Devemos sempre recorrer a um veterinário, embora possa tomar algumas medidas primeiro.

Quando encontramos alguma ferida no nosso fiel amigo queremos ajudá-lo, mas para isso devemos saber agir eficazmente evitando possíveis complicações. Veja algumas medidas sobre primeiros socorros e passos a seguir para tratar as feridas.

  1. Primeiro temos que colocar-lhe uma focinheira se virmos que dói muito e não nos deixa ajudá-lo com calma. Assim evitamos que nos morda devido à dor que pode estar sendo causada pela ferida.
  2. Deve limpar a ferida com água morna, soro fisiológico ou com um desinfetante como a clorexidina e remover possíveis restos do material (terra, folhas, ramos, vidros, pelo, etc) que possam estar em contato com a ferida. Pode cortar o pelo em volta da ferida se acreditar que pode contaminar a ferida, facilitando também a limpeza da zona afetada.
  3. Desinfete a ferida com água oxigenada. Nunca deve usar álcool porque não é coagulante e portanto apenas desinfeta mas não pára a hemorragia, por mais pequena que seja. Assim sendo, deve usar água oxigenada que desinfeta e ao mesmo tempo pára o sangramento. Pode ajudar com uma gaze estéril para acabar de remover os resíduos, sempre fazendo tapinhas suaves e nunca esfregando a ferida com a gaze. No caso da hemorragia ser grave deve aplicar pressão sobre a ferida o máximo tempo possível antes de a cobrir com uma bandagem. Se não consegue parar a hemorragia facilmente deve ligar para as urgências veterinárias para que o acudam o mais rápido possível ou avisar que vai a caminho. Nunca faça um torniquete a não ser que o veterinário lhe diga para o fazer e lhe explique exatamente como o fazer.
  4. Deixe a ferida arejar antes de a tapar para que seque o máximo possível. Deve deixar arejar durante alguns minutos.
  5. Tape a ferida sem pressionar muito, apenas o necessário para que não entrem materiais que a possam contaminar. Tape com gaze estéril e bandagem.
  6. Recorra ao veterinário para que veja a ferida e faça o que for necessário para ter a certeza que está tudo bem com o seu cachorro. Pode ser preciso antibióticos, alguns pontos de sutura ou qualquer outra coisa que o veterinário ache importante.
Feridas em cachorros - Primeiros socorros - Como as devemos curar?

O que deve conter uma mala de emergência para cachorros?

Algo imprescindível que devemos saber é que ter uma mala de primeiros socorros para poder ajudar o nosso cachorro em casa. Na verdade são precisas quase as mesmas coisas que encontramos numa mala de primeiros socorros para pessoas. Esta é uma lista das coisas mais necessárias.

  • O número das urgências veterinárias ou do nosso veterinário de confiança
  • Focinheira adequada ao tamanho do nosso cão
  • Luvas de látex descartáveis
  • Gazes estéril, algodão, bandagem e compressas absorventes
  • Soro fisiológico em doses individuais, clorexidina, iodo ou algum desinfetante equivalente em spray, líquido ou pó
  • Água oxigenada a 3% e álcool de 96º
  • Esparadrapo de grande fixação
  • Tesoura, corta-unhas e pinças
  • Medicamentos que o nosso veterinário nos possa ter receitado para o nosso cachorro
  • Seringas para poder realizar administrações orais
  • Termômetro retal

Todo este material é imprescindível na mala de primeiros socorros, mas é sempre aconselhável consultar o seu veterinário de confiança para que o ajude a montar esta mala.

Feridas em cachorros - Primeiros socorros - O que deve conter uma mala de emergência para cachorros?

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Feridas em cachorros - Primeiros socorros, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Primeiros socorros.

Escrever comentário sobre Feridas em cachorros - Primeiros socorros

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
5 comentários
Valéria fonseca
Meu chiuaua de 1 ano bateu a cabeça e teve uma convulsão. Não existe veterinário na nossa cidade. Ficou desorientado após a convulsão. O que posso fazer para ajudá- lo? Há algum analgésico q posso dar p diminuir a dor na cabeça dele? Ele tem a cabeça aberta, ou seja a molejrs não fechou como seria o normal. Mas não temos onde levar ele, o veterinário mais proximo fica cerca de 200km. Podem ajudar?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Valéria! Não recomendamos que você medique o seu cachorro sem a orientação de um médico veterinário de confiança. Por essa razão, o mais indicado é que você busque ajuda de ONGs ou Associações próximos da sua região que possam prestar atendimento profissional.
De qualquer forma, você seguiu as dicas do artigo para os primeiros socorros da ferida?
Temos também um artigo sobre convulsão em cães que pode te ajudar com algumas informações, confira: https://www.peritoanimal.com.br/convulsoes-em-caes-causas-e-tratamento-20909.html
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Ana Claudia Silva De Souza
a unha do meu pincher foi arrancada não vi se prendeu em algum canto coloquei riforcina e enfachei ( fiz ascepicia antes tb)
Letícia Brandão
Olá ,minha cadela está com essa inflamação ao redor dos olhos e fucinho que não apresenta melhora,oq pode ser ?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Letícia! Sem ver a sua cadela não conseguimos passar um diagnóstico, no entanto, o mais indicado é que você busque ajuda de um médico veterinário o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
marcia
minhacachorra ten uma ferida na orelha e nao ten jeito de sarar
Sidney
Meu cachorro sofreu uma perfuração no saco escrotal, no momento a ferida infecciono-se e ficou inflamado. Para reduzir a inflamação deu 1/4 de comprimido diclofenaco potássico de 50gr, sendo que obtive uma melhora no quadro clínico, mas eu pretendo comprar antibiótico e pomada e aplicar.
Espero que isso venha dar resultado satisfatório, como não estou em condição de levá-lo ao veterinário, agi por conta própria, claro depois de várias pesquisa na internet.
Caso algum veterinário puder me ajudar com alguma informação eu agradeço.

Feridas em cachorros - Primeiros socorros
1 de 4
Feridas em cachorros - Primeiros socorros

Voltar ao topo da página