Partilhar

Cadela com corrimento após parto: causas

 
Por Julia Latorre, Redatora do PeritoAnimal. 15 janeiro 2020
Cadela com corrimento após parto: causas

Ver fichas de  Cachorros

O parto de uma cadela é um momento em que além do nascimento dos filhotes ocorre também a expulsão de uma série de fluidos naturais a esse processo que podem gerar dúvidas, assim como o período pós-parto. Sangramentos, corrimentos e secreções devem ser sempre observados junto a outros sintomas. Neste artigo do PeritoAnimal falaremos sobre a cadela com corrimento após parto: as principais causas e quando se preocupar com essa situação.

Cadela com corrimento após parto

Existem alguns tipos de secreções pós-parto em cadela que podem ser considerados normais logo após o processo como líquido amniótico, a expulsão da placenta e um sagramento. No entanto, é sempre fundamental estar de olho em todos os sinais para ter certeza de que está tudo bem mesmo. A seguir explicamos quando é normal ver a cadela com corrimento após parto, ou não.

Líquido amniótico

Mesmo pouco tempo após o parto, a cadela pode ainda expulsar líquido do saco amniótico, que é translúcido e levemente fibrinoso, podendo dar a impressão de que a cadela esteja com um corrimento após parto.

Placenta

Poucos minutos após o nascimento do filhote, ocorre a expulsão da placenta, que pode ser confundida com um corrimento após o parto da cadela. Ela tem uma coloração esverdeada [1] e quando não é expulsa totalmente pode causar infecções. É natural que as cadelas a comam, mas limpar o leito após o processo é uma boa prática para evitar infecções pós-parto.

Cadela com corrimento escuro após o parto (sangramento)

Além da placenta, até 4 semanas após o parto é normal que a cadela tenha um corrimento escuro sanguinolento. Os lóquios são normais e esperados, como explicado no artigo sobre sangramento após o parto da cadela. Trata-se de uma ferida uterina causada pela separação das placentas do útero. Com o passar das semanas o fluxo naturalmente deve diminuir, assim como a tonalidade do corrimento, que passa de sangue fresco a sangue seco.

Subinvolução dos locais placentários (hemorragia puerperal)

Se o sangramento permanece após 6 semanas do parto da cadela, é muito importante procurar um veterinário, já que pode ser sinal de uma hemorragia puerperal ou metrite. Em ambos os casos é preciso procurar um veterinário para que a involução uterina [2] seja avaliada e diagnosticada, caso contrário, a hemorragia pode levar a anemia e outros problemas relacionados.

Metrite

Além da placenta, citada anteriormente, o corrimento verde pode ser sinal de infecção. A metrite é uma infecção uterina que pode ser causada pelo aumento de bactérias no colo do útero aberto, falta de higiene, retenção da placenta ou feto mumificado.

Sintomas da metrite

Neste caso, além do sangramento malcheiroso ou a cadela com corrimento após parto esverdeado, a cadela também apresenta apatia, febre, desinteresse pelos filhotes e possíveis vômitos e diarreia. Sob suspeita, a avaliação veterinária deve ser imediata, já que essa infecção pode levar à morte do animal.

  • Corrimento após parto esverdeado ou sanguinolento e malcheiroso
  • Perda de apetite
  • Sede excessiva
  • Febre
  • Desinteresse
  • Apatia
  • Vômitos
  • Diarreia

O diagnóstico pode ser confirmado através de uma ultrassonografia e o tratamento poderá ser feito à base de antibióticos (por via venosa), fluido-terapia e cirurgia em casos mais graves. Como a mãe não poderá alimentar os filhotes, eles deverão ser cuidados mamadeira e leite especial.

Piometra

A piometra não é um problema exclusivo de cadelas que acabaram de parir e costuma ser mais comum após o cio, porém ela só aparece em cadelas férteis e não deve ser descartada se já se passaram 4 meses após parto. Trata-se de uma infecção uterina com acúmulo de pus e secreções.

Sintomas da piometra

  • Secreção esverdeada mucosa ou sanguinolenta
  • Perda de apetite
  • Letargia (apatia)
  • Micção frequente
  • Aumento da sede

O diagnóstico deve ser feito por um veterinário e o tratamento é urgente. Costuma ser feito com antibióticos e a castração cirúrgica (remoção dos ovários e útero).

Outros tipos de corrimento em cadelas

Após o puerpério e o desmame, a cadela volta aos poucos ao seu ciclo reprodutivo normal e deve entrar no cio cerca de 4 meses após o parto. Em uma cadela adulta, outros tipos de de corrimento que podem aparecer são:

Corrimento transparente

O corrimento transparente em cadela sem sintomas pode ser considerada normal dentre as secreções vaginais caninas, contanto que a cadela não esteja prenha. Em casos de cadelas idosas, lambidas excessivas e frequência ao urinar também podem ser sinal de tumor vaginal ou na vulva.

Corrimento branco

Esse tipo de corrimento pode ser sinal de vaginite ou vulvovaginite, patologia que pode ser manifestar em qualquer momento da vida de uma cadela. Trata-se de uma inflamação da vagina ou vulva que pode ser acompanhada de infecção ou não. As causas vão desde anomalias anatômicas, hormônios e infecções. Além do corrimento a cadela também pode apresentar outros sintomas como febre, apatia e lambedura vaginal.

A candidíase nas cadelas também pode ser a causa do corrimento branco acompanhado de uma vermelhidão local e lambeduras excessivas.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cadela com corrimento após parto: causas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças do sistema reprodutor.

Referências
  1. REZENDE, Marcelo; COLETTO, Patrícia Maria; ZACCHÉ, Evandro. Gestação e parto em cadelas: fisiologia, diagnóstico de gestação e tratamento das distocias. Disponível em: <http://www.cbra.org.br/pages/publicacoes/rbra/download/pag%20142%20v29n3-4.pdf/>. Aceesso em 15 de janeiro de 2020.
  2. DE ÁVILA RODRIGUES, Berenice. Sangramentos genitais em cadelas. Rev. Bras. Reprod. Anim, v. 43, n. 2, p. 209-215, 2019. Disponível em: <http://cbra.org.br/portal/downloads/publicacoes/rbra/v43/n2/p209-215%20(RB792).pdf/>. Acesso em 15 de janeiro de 2020.

Vídeos relacionados com Cadela com corrimento após parto: causas

1 de 3
Vídeos relacionados com Cadela com corrimento após parto: causas

Escrever comentário sobre Cadela com corrimento após parto: causas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cadela com corrimento após parto: causas
Cadela com corrimento após parto: causas

Voltar ao topo da página