Partilhar

Cadela castrada com corrimento: causas

 
Por Carolina Costa, Médica Veterinária. 2 janeiro 2020
Cadela castrada com corrimento: causas

Ver fichas de  Cachorros

Apesar da castração ser uma boa forma de evitar certos tumores e doenças hormônio-dependentes (dependentes dos hormônios) a sua cadela não está livre de ter problemas e infecções nos órgãos reprodutores e no aparelho urogenital.

O corrimento vaginal é um dos sinais clínicos mais comuns de patologias ou anomalias do aparelho urogenital. Algumas vezes pode passar despercebido, no entanto é muito frequente que os tutores notem a presença de corrimento na vulva da cadela que pode variar na sua coloração, quantidade, consistência e odor. São essas características que podem indicar o que está acontecendo com a sua cadela.

Se você quer saber mais sobre cadela castrada com corrimento, o que pode ser e o que fazer, continue lendo este artigo do PeritoAnimal.

Cadela com corrimento

O corrimento vaginal é qualquer secreção que sai pela vagina e que, em condições normais, é produzido em quantidades que passam despercebidas pelo tutor. Contudo, existem certas situações em que há uma maior produção de corrimento, ficando visível no exterior da vagina com características distintas do normal, como o odor, a coloração, a consistência e a composição diferente do normal.

As situações que justificam uma maior produção de corrimento podem ser patológicas ou fisiológicas se, por exemplo, se tratar da fase de estro (cio) do ciclo reprodutivo da cadela, onde existe produção de um corrimento hemorrágico (cor vermelho vivo).

Para poder comparar, você deve saber quais as características de um corrimento normal. Uma cadela com corrimento normal se caracteriza por uma coloração transparente ou esbranquiçada, sem cheiro, pouca quantidade e sem outros sintomas associados.

Como vimos, o corrimento pode não ser necessariamente um problema. No entanto, quando uma cadela castrada tem corrimento, isso significa, em grande parte das situações, uma patologia e qualquer alteração das suas características deve motivar a ida ao veterinário.

Outros sintomas associados a cadela com corrimento

Além das alterações das características do corrimento, você também deve estar atento se a cadela apresenta outros sintomas como:

  • Disúria (desconforto ao urinar);
  • Hematúria (sangue na urina);
  • Polaciúria (urinar com maior frequência e às pingas);
  • Prurido (coceira) na região vulvovaginal;
  • Lambedura excessiva da região vulvovaginal;
  • Vulva edemaciada (inchada) e com eritema (vermelha);
  • Febre;
  • Perda de apetite e/ou peso;
  • Apatia.

Cadela castrada com corrimento: o que pode ser

Uma cadela castrada pode apresentar corrimento de diferentes tipos, o que indica distintas causas:

Cadela castrada com corrimento transparente

Pode ter significado patológico se ele for produzido em grandes quantidades e pode indicar a presença de um corpo estranho, estar no início de uma infeção vaginal ou da síndrome do ovário remanescente, que falaremos a seguir.

Cadela castrada com corrimento acinzentado

Em casos normais ele pode ser transparente ou ligeiramente esbranquiçado, mas caso mude para uma consistência mais pastosa e cor acinzentada, pode significar infeções por fungos como a candidíase canina.

Cadela castrada com corrimento marrom/sanguinolento

Uma cadela castrada que apresenta corrimento marrom pode ser resultante de um trauma, corpo estranho ou tumor.

Cadela castrada com corrimento amarelo ou esverdeado

Se a sua cadela castrada tem corrimento amarelado ou esverdeado, pode significar que esse corrimento é constituído por material purulento, indicativo de infeção bacteriana.

Causas de cadela castrada com corrimento

Existem algumas causas de cadela castrada com corrimento, são elas:

Corpo estranho

A presença de um corpo estranho na vulva, vagina ou a estrutura remanescente do útero (coto uterino) pode levar ao aumento da secreção de fluidos como mecanismo de eliminar esse corpo estranho. Caso o corpo estranho não cause nenhum traumatismo ou infeção ele é transparente nas fases iniciais e é produzido em grandes quantidades. Caso comece a provocar uma inflamação e infecção, a sua coloração se torna amarelada ou esverdeada e sanguinolenta se causar lesão na mucosa uterina ou vaginal.

Traumatismo/hematoma

Um traumatismo leva a lesões na estrutura dos órgãos que originam hemorragias e libertação de sangue ou corrimento hemorrágico pela vagina.

Dermatite perivulvar

Trata-se de uma inflamação da pele em redor da vulva, na qual a cadela apresenta a vulva edemaciada e eritematosa, podendo apresentar feridas, pápulas, bolhas ou crostas e ainda se lambendo na região pelo incômodo e/ou prurido que tem associados.

Infeção urinária

Em caso de infeção urinária, existem outros sintomas que você deve observar:

  • Dor e dificuldade a urinar (disúria);
  • Urinar poucas quantidades e com maior frequência (polaciúria);
  • Urina com sangue (hematúria);
  • Lambedura da região;
  • Sangue na urina (hematúria).

Por vezes, o corrimento que parece ter origem uterina/vaginal é proveniente do aparelho urinário.

Vaginite

Vaginite se define como infeção da vagina e se caracteriza por um corrimento amarelado/esverdeado, podendo ser acompanhado de febre e apatia.

Piómetra de coto ou stump pyometra

É um tipo de infeção uterina que se caracteriza por grandes acumulações de pus e outras secreções no seu interior, podendo esta ser do tipo fechada (muito mais grave) ou aberta (grave, mas na qual se visualiza o corrimento à saída da vulva, sendo mais fácil de detectar). Apesar de surgir em cadelas mais velhas e não castradas, têm sido relatados casos de piómetra em cadelas castradas. E você pergunta: como é isso possível? Na castração, mais precisamente a ovariohisterectomia, são removidos os ovários e o útero. Porém, a porção mais terminal do útero não é removida e pode infetar, ou por reação aos fios de sutura no pós-cirúrgico, ou mais tarde por contaminação por microrganismos.

Este tipo de piómetra é mais fácil de tratar do que a piómetra em cadelas não castradas, no entanto exige tratamento e acompanhamento veterinário.

Síndrome do ovário remanescente

Por vezes, durante a ovariohisterectomia, pode não ser removido todo o tecido ovárico. A presença desse tecido ovárico funcional em uma cadela faz com que continue a existir a libertação de hormônios esteroides que induzem o cio e os comportamentos a associados. A esta situação se denomina síndrome do ovário remanescente.

Diante de qualquer alteração no comportamento ou no estado de saúde da sua cadela, você deve levá-la a um médico veterinário de confiança para que ele faça um correto diagnóstico e passe o tratamento mais indicado de acordo com as características do seu pet.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cadela castrada com corrimento: causas, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças do sistema reprodutor.

Bibliografia
  • Ball RL, Birchard SJ, May LR, Threlfall WR, Young GS (2010) Ovarian remnant syndrome in dogs and cats: 21 cases (2000–2007). Journal of American Veterinary Medicine Association 236, 548–553.
  • Christensen, N.I.; Brain, P.H.; Langova, V.; Flory, A.B. (2013) Vaginal discharge in a spayed dog with multiple distinct malignancies. Aust Vet J. 2013 Jul;91(7):287-91.
  • Feldman, E.; Nelson, R.; Reusch, C.; Scott-Moncrieff, C. (2014) Canine and Feline Endocrinology - 4th Edition. Saunders, 18th December 2014, p668.
  • Mushtaq A. Memon, Metritis in Small Animals. Disponível em: <https://www.msdvetmanual.com/reproductive-system/reproductive-diseases-of-the-female-small-animal/metritis-in-small-animals?query=green%20discharge%20dogs>. Acessado em: 15 Nov. 2019.
  • Sant’Anna, M.C., Fabretti, A.K., Martins, M.I.M (2012) Clinical approach to canine vaginitis, Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 33, n. 4, p. 1543-1554.Risk factors for Candida urinary tract infections in dogs and cats.

Vídeos relacionados com Cadela castrada com corrimento: causas

1 de 3
Vídeos relacionados com Cadela castrada com corrimento: causas

Escrever comentário sobre Cadela castrada com corrimento: causas

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Cadela castrada com corrimento: causas
Cadela castrada com corrimento: causas

Voltar ao topo da página