Partilhar

Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento

Por Mariana Castanheira, Médica Veterinária. 3 novembro 2017
Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

A bronquite canina é a inflamação dos brônquios, que fazem parte do trato respiratório dos cachorros. Os brônquios são ramificações da traqueia que permitem que o ar entre e saia dos pulmões.

Se o seu cachorro foi recentemente diagnosticado pelo médico veterinário como tendo esta doença respiratória e você está preocupado e gostaria de perceber melhor de que se trata, chegou no artigo certo. O PeritoAnimal vai te explicar de uma forma simples o que é a bronquite canina e tudo o que você precisa saber sobre essa doença respiratória.

Bronquite em cães

A bronquite nos cachorros, pode ser aguda ou crônica. A bronquite aguda tem uma curta duração e as lesões nas vias aéreas são geralmente reversíveis, ao contrário do que acontece na bronquite crônica.

Bronquite crônica canina

A bronquite crônica é uma das doenças respiratórias mais comuns em cachorros. Esta doença tem uma longa duração,mínimo de 2 ou 3 meses e provoca alterações geralmente irreversíveis nas vias respiratórias. Habitualmente, ela está associada a uma excessiva produção de muco e tosse crônica.

As raças mais predispostas a este tipo de doença são[1]:

Estes cachorros de raça pequena estão também predispostos a sofrerem outras doenças que complicam o quadro de bronquite, como o colapso da traqueia e a insuficiência cardíaca mitral.

Bronquite canina - sintomas

O sintomas de bronquite canina mais comuns são:

  • Tosse moderada a intensa
  • Dificuldade em respirar
  • Sons pulmonares alterados (que o seu veterinário ouve ao auscultar)
  • Taquipneia (respiração rápida)
  • Mucosas arroxeadas (nos casos mais graves)

Os principais motivos que levam os tutores ao veterinário são a tosse intensa e/ou a produção de mucos.

É importante referir que em casos crônicos, a tosse pode ir progredindo ao longo de anos, aumentado a frequência dos episódios[2].

Bronquite canina - diagnóstico

O médico veterinário, geralmente, se baseia nos sinais clínicos e quadros de tosse para diagnosticar uma bronquite. Para além disso, o veterinário tentará determinar a causa, que pode ser idiopática, ou seja, sem causa definida ou consequente a algumas doenças que precisam ser tratadas, como por exemplo:

  • Bronquite alérgica
  • Infeção bacteriana
  • Infeção por micoplasma
  • Dirofilariose

O médico veterinário pode optar por realizar uma radiografia para observar alterações nas vias respiratórias. Porém, nem todos os casos de bronquite apresentam essas alterações.

Casos mais severos podem precisar de fazer outras provas para descartar outros diagnósticos diferenciais. Algumas das provas possíveis são:

  • Citologia broncopulmonar
  • Cultura de lavado traqueobronquial
  • Broncoscopia
  • Biópsia
Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento - Bronquite canina - diagnóstico

Bronquite canina - tratamento

O tratamento da bronquite canina é inespecífico, ou seja, é adequado a cada caso individualmente, pois consiste principalmente em aliviar os sintomas. Por esse motivo não existe uma única maneira de tratar bronquite canina, pois depende muito do caso do seu cachorro.

Geralmente, a medicação inclui broncodilatadores, corticoides e algumas vezes também um antibiótico para bronquite canina.

Casos graves pode precisar de oxigenação através de uma máscara e pode ser necessária a administração de medicamentos via endovenosa, isto é, diretamente nas veias do cachorro através de um cateter.

Relativamente aos corticoides, eles são utilizados para diminuir o processo inflamatório que é a principal causa do espessamento da mucosa das vias respiratórias o que causa tosse e produção de muco. Porém, é necessário ter muito cuidado e você deve seguir à risca as indicações dadas pelo seu médico veterinário, já que estes fármacos têm diversos efeitos secundários.

O veterinário poderá também prescrever nebulizações de produtos próprios para a bronquite canina, que são bastante úteis na desobstrução das vias respiratórias.

Os broncodilatadores são indicados em casos em que exista constrição brônquica. Estes podem ser feitos via inalatória, como referimos anteriormente, já que têm menos riscos e efeitos secundários que por via oral.

Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento - Bronquite canina - tratamento
Imagem: plutopetclinic.com

Tratamento caseiro para bronquite canina

Como complemento ao tratamento prescrito pelo seu médico veterinário de confiança, você pode auxiliar-se de um tratamento caseiro para a bronquite canina.

Existem vários alimentos naturais que ajudam no alívio da tosse dos cachorros como a menta, nêspera, canela, etc.

Leia o nosso artigo sobre o Remédio caseiro para a tosse canina para ficar a conhecer várias alternativas. De qualquer forma, nunca se esqueça de consultar o seu médico veterinário antes de introduzir qualquer alimento ou tratamento caseiro para o seu cachorro.

Prevenir a bronquite canina

Embora muitas vezes esta doença tenha origem numa predisposição genética, existem algumas coisas que você deve evitar porque podem estar na origem deste ou outros problemas respiratórios, nomeadamente:

  • Fumos de lareira
  • Sprays
  • Ambientadores
  • Perfumes
  • Tabaco
  • Outros fumos

Basicamente, você deverá evitar qualquer coisa que possa irritar as vias respiratórias do seu cachorro, especialmente se você alguma vez o observou tossir ou espirrar, pois podem ser alguns destes agentes os causadores do problema.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças respiratórias.

Referências
  1. Ford, R. B. Chronic Cough in Dogs. LAVC.
  2. Nelson, R. W. Couto, C.G. (2001) Medicina Interna de Pequenos animais. 2a Ed. Rio de Janeiro. pp- 230-232

Escrever comentário sobre Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
Eva Vilma
oi... boa noite! Precido de ajuda minha cachorro foi diagnostica atraves dos exame rx com broquite fiz tratamento com dropropizina,cefalexins 15 dias depois prednisona 4 dias a qual alivio porem voltou e para piora a veterinaria me abondono dizendo que nao poderia fazer mais nada estou arrasada alguem pode me ajudar me passar algo caseiro pois ela minha cachorra e idosa
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Eva! Os tratamentos caseiros são um complemento ao tratamento dos médicos veterinários, por isso, recomendamos que você busque uma segunda opinião profissional.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Tania
Minha cachorra foi diagnosticado com bronquite,vet passou prednisona por 3 dia e xarope cloridrato bromexina ,sera que não tem mais nada que eu possa fazer.
Fatima Figueira
A Bronquite cronica tratada é reversivel?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Fatima! O prognóstico é variável! Se a causa da bronquite for detectada e eliminada, o prognóstico é muito bom! Por outro lado, se já existem lesões permanentes nas vias aéreas, pode não ser reversível.

Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento
Imagem: plutopetclinic.com
1 de 3
Bronquite canina - prevenção, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página