Partilhar

Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 1 março 2018
Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

A traqueobronquite infecciosa canina, mais conhecida como a "tosse de canil", é uma condição que afeta o sistema respiratório e costuma se desenvolver em lugares onde vivem uma grande quantidade de cães, como canis. Este fato foi o que deu o nome popular a esta condição.

Antigamente, esta doença ocorria apenas naqueles canis com condições de higiene inadequadas. No entanto, com o aumento de protetoras de animais, casas de acolhimento de pets abandonados, exposições caninas e, no geral, de lugares onde se concentram um grande número de cães, a condição propagou-se com mais rapidez devido ao seu elevado índice de contágio, e não tanto por condições inapropriadas. Se suspeita que o seu cachorro foi contagiado, continue lendo este artigo do PeritoAnimal e descubra os sintomas e tratamento da tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina.

Tosse de canil em cães - o que é?

A tosse de canil é uma condição de caráter viral, altamente contagiosa, produzida principalmente pelo vírus da parainfluenza (PIC) ou pelo adenovírus canino tipo 2, agentes que debilitam o trato respiratório e, como consequência, facilitam a entrada de bactérias oportunistas como a Bordetella brinchiseptica, produzindo uma infeção bacteriana e piorando o estado clínico do animal.

Esta patologia afeta diretamente o sistema respiratório, causando nele uma infecção que pode ser mais ou menos grave, em função dos agentes que atuarem, as condições externas e o tempo que o cachorro esteja contagiado. Para ter uma ideia melhor do tipo de doença que está enfrentando, podemos dizer que a tosse de canil é muito idêntica à gripe que nós humanos contraímos.

Trata-se de uma condição cada vez mais comum entre os cachorros, não é grave e pode ser tratada com um simples tratamento médico.

Tosse do canil - contágio

Como já dissemos no início, o mais habitual é que a tosse de canil se desenvolva em lugares onde vive um número importante de cães. Nestes casos, controlar a doença é muito mais difícil do que quando se trata de um caso particular e isolado.

Tal como acontece com a gripe, esta condição contagia-se por via oral e nasal. Depois do animal ter sido infetado, os agentes víricos podem ser transmitidos a outros cachorros durante as duas primeiras semanas. No caso da bactéria Bordetella bronchiseptica a transmissão pode alargar-se até três meses. Desta forma, quando um paciente doente expulsa os gérmens patógenos através das secreções respiratórias, outro saudável que se encontra perto dele pode adquiri-los e começar a desenvolver a doença.

Os filhotes com menos de 6 meses de vida são muito mais suscetíveis a sofrer desta doença. Sobretudo se adotarmos um cão que tenha estado exposto a situações importantes de estresse, como estar fechado numa gaiola, deve ter especial cuidado e observar se apresenta algum dos sintomas que vamos explicar de seguida.

Nos canis, abrigos, protetoras de animais, casas de acolhimento com vários cães, etc., é praticamente impossível evitar que a condição se propague com rapidez. Por isso, a prevenção é sempre a melhor solução. Mais à frente vamos te explicar como prevenir a tosse do canil.

Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento - Tosse do canil - contágio

Tosse de canil - sintomas

Uma vez contagiado, o cachorro começa tendo uma série de sintomas claramente identificáveis. A manifestação mais caraterística desta condição é o aparecimento de uma tosse seca, forte, constante e rouca, provocada pela inflamação das cordas vocais.

Nos casos mais avançados, a tosse pode ser acompanhada por uma leve expetoração das secreções depositadas no sistema respiratório pelos gérmens patógenos. Essa expulsão, costuma se confundir com um vômito leve ou corpo estranho. Na medida do possível, é aconselhável reservar uma amostra e levá-la ao veterinário o quanto antes para este a puder examinar. Desta forma, além de analisar a aparência física do seu cachorro, o médico veterinário pode estudar a secreção expulsa e oferecer um diagnóstico melhor.

Você deve saber que estes vômitos moderados não são causados por problemas estomacais, lembramos que esta doença afeta apenas o sistema respiratório. Desenvolvem-se pela mesma inflamação e irritação da garganta causada pela tosse seca.

A fraqueza, o mal-estar geral, a falta de apetite e de energia são outros dos sintomas que a tosse de canil costuma apresentar. Se vir que o seu cachorro apresenta algum destes indícios, não hesite e consulte o veterinário rapidamente. Embora não se trate de uma doença de caráter graves, precisa de tratamento médico para ser curada e evitar que piore.

Nos cachorros provenientes de canis, lojas de pets ou criadores, expostos a condições estressantes, é possível que a condição derive em uma pneumonia.

Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento - Tosse de canil - sintomas

Tratamento para a tosse de canil

Em casos particulares, a primeira coisa que você deve fazer é isolar o cachorro doente dentro de casa, em um cômodo sozinho para ele durante no mínimo sete dias, ou o tempo que o tratamento durar. Este passo é imprescindível para evitar que a doença se propague e contagie os cães vizinhos.

Uma vez isolado, a forma mais simples de controlar e acabar com a tosse de canil é com antibióticos e anti-inflamatórios. Em função do estado do cão e do avanço da doença, o veterinário irá optar por lhe receitar um tipo de medicamento ou outro. Visto que no desenvolvimento desta patologia podem participar vários agentes virais, torna-se praticamente impossível determinar um tratamento médico padrão para todos os casos. O mais recomendável é ir ao seu veterinário habitual para ser um especialista a determinar qual é o melhor tratamento a seguir. Poderá também, para complementar o tratamento do veterinários, se auxiliar de alguns remédios caseiros.

Nos cães que apresentarem fraqueza e falta de apetite, deve se certificar que ingerem a quantidade mínima de água estipulada pelo veterinário para impedir uma desidratação, diluir as secreções depositadas nas vias respiratórias e favorecer a ventilação.

Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento - Tratamento para a tosse de canil

Como prevenir a tosse de canil

Sem dúvida que, a melhor forma de tratar qualquer doença contagiosa é através da prevenção. Nos canis, criadores, lojas de pets, etc., é imprescindível contar com uma higiene adequada e condições gerais ótimas para preservar a saúde dos cães. Quando isto falha, os agentes patógenos têm mais facilidade para se desenvolver e começar a propagar a doença.

Por outro lado, existe uma vacina específica para proteger o cão desta patologia concreta, a Bb+PIC. No entanto, não se encontra disponível em todos os países e, por isso, nem sempre podemos recorrer a este método preventivo. Neste sentido, torna-se indispensável ter em dia o calendário de vacinas obrigatórias para cachorros, pois ainda que não evitem o aparecimento da tosse de canil, ajuda a reduzir os sintomas e a facilitar a sua cura.

Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento - Como prevenir a tosse de canil

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças respiratórias.

Escrever comentário sobre Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
6 comentários
Silveria
Minhas 4 cachorras estão com essa tosse canina.
Gostaria de saber quantos dias dura e se essa tosse sara sem remédio. Elas ficam dentro de casa e são minha paixão.
Obrigada.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Silveria! O mais indicado é que você busque ajuda de um médico veterinário de confiança o quanto antes pois quanto mais tempo passar, o quadro dos seus cachorros pode piorar.
De qualquer forma, temos um artigo sobre remédios caseiros para tosse canina que pode te ajudar como reforço do tratamento prescrito pelo veterinário, confira: https://www.peritoanimal.com.br/remedio-caseiro-para-a-tosse-canina-21747.html
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Gilson Cleber Barreto Galdino
Meu Boxer está Com Tosse ,Qual Remédio Caseiro Posso Usar?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Gilson! Veja nosso artigo com remédios caseiros para tosse canina: https://www.peritoanimal.com.br/remedio-caseiro-para-a-tosse-canina-21747.html
No entanto, é extremamente importante que você busque ajuda de um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
A sua avaliação:
Fernanda
Gostaria de perguntar se essa doença é transmissível para humanos.
Muito obrigada pelos esclarecimentos!
Maira Saito
Não é.
A sua avaliação:
Renata Aline dos Santos
Bom dia, tenho um husky siberiano faz uma sema que esta com uma tosse seca, da impressão que esta engasgado e esta chorando gostaria de saber o que pode ser..
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Renata! Sem ver o seu cachorro não conseguimos passar nenhum diagnóstico. No entanto, o mais indicado é buscar ajuda de um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
wanderlea Rosa
Poxa, uma semana com tosse e chorando, deve estar com muito mal estar ou com dor! São como bebês, precisa correr com ele para um veterinário, antes que seja tarde. Não dá para tratar bichos, pela internet. Desculpe, mas é o que acredito.
A sua avaliação:
Cristiane Dias
Muito bons os esclarecimentos.
A sua avaliação:
Gisele
Artigo claro e útil.

Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento
1 de 5
Tosse de canil ou traqueobronquite infecciosa canina - sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página