menu
Partilhar

Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer

 
Por Aerton Guimarães, Jornalista e editor do PeritoAnimal. Atualizado: 25 abril 2022
Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer

Ver fichas de  Gatos

Você vive com um gato carente? Ou simplesmente o gato ficou muito carente do nada? Um gato carente quer ficar ao seu lado o tempo todo. Se você está trabalhando em frente ao computador, ele pode subir no teclado. Se você vai ao banheiro, ele te segue e pode ficar lá dentro te esperando, seja durante um banho ou se estiver fazendo o "número 2". E se tentar se separar dele, é possível que o felino se manifeste miando ou, até mesmo, arranhando a porta. Sem falar que, à noite, provavelmente o gatinho vai querer dormir ao seu lado ou até em cima de você.

Os gatos que se comportam assim são as provas vivas de que, ao contrário do que muita gente pensa, nem todos os felinos são independentes e frios. Viver com um gato grudento e pegajoso pode ser fofo em algumas ocasiões, mas também se transforma em um incômodo em outros momentos para o tutor ou tutora se tiver essa característica em exagero. Neste artigo do PeritoAnimal vamos explicar por que um gato pode ser tão carente e o que é possível fazer nestes casos. Boa leitura.

12 sinais de um gato carente

Cada gato tem sua personalidade, moldada por sua genética aliada à socialização e experiências de vida. Se você quer saber como identificar um gato carente, estes são alguns dos sinais que você pode reparar no felino:

  1. Te segue por todos os cantos, seja no quarto ou banheiro
  2. Mia em exagero quando você se distancia ou fecha a porta
  3. Te arranha ou "amassa pãozinho" em você constantemente
  4. Não gosta quando você sai ou não te deixa sair de casa
  5. Fica miando o tempo todo apenas para chamar sua atenção
  6. Além de miar, arranha portas, móveis ou paredes quando você fecha a porta
  7. Se esfrega constantemente em você
  8. Só se alimenta ou bebe água quando você está ao seu lado
  9. Fica em cima de você sempre que você está deitado ou sentado
  10. Te demanda muita atenção sempre que você está concentrado em outra coisa
  11. Fica grudado em você quando visitas chegam na casa
  12. Além de demandar muito sua atenção, faz xixi fora da caixa de areia

É importante que você não confunda um gato carente com um gato exigente. Um gato carente é inseguro e sente a necessidade de estar com você para fazer certas atividades, como comer. Já o gato exigente gosta de ter sua atenção e exige seus cuidados, mas não de uma forma tão dependente.

Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer - 12 sinais de um gato carente

Por que meu gato é tão carente?

Algumas raças de gatos são conhecidas por serem mais carentes que a maioria. Entre elas, podemos citar o gato siamês, o abissínio, o sphynx, o persa, o gato da birmânia, o oriental shorthair e o ragdoll.

Há certos felinos que são carentes por natureza, mas há certos casos em que esse comportamento é uma resposta a algo que está acontecendo com ele. Diferentes motivos podem explicar por que estamos diante de um gato carente. E para cada uma dessas razões, há uma maneira de lidar. Você já pensou por que o gato que vive com você é tão carente? Listamos aqui alguns motivos:

1. Acaba de ser adotado

É normal um gato estar carente se ele for recém-adotado, pois se sentirá inseguro no novo lar e, como consequência, pode grudar em você para se sentir melhor. Se você já vive com um ou mais gatos em casa, e adota mais um, ele também pode ficar inseguro com os demais felinos e se apegar a você por medo de interagir com eles, o que é comum acontecer se você já conviver com um cachorro ou outros animais.

2. Desmame prematuro

Se o felino foi tirado de sua mãe antes da 8ª semana, ele você te enxergar como mãe dele e, por isso, vai querer estar com você o tempo todo. Estar com a mãe e seus irmãos durante as primeiras semanas de vida é bastante importante para o desenvolvimento de habilidades sociais dos felinos. Neste outro artigo te contamos sobre como e quando deve ser o desmame dos gatos.

3. Tem traumas

Se você adotou um gatinho que vivia na rua ou em um abrigo de animais, ele pode ter um passado traumático, em que sofreu com violência, por exemplo. Estes felinos podem ser carentes e grudentos especialmente com pessoas que dão a eles carinho e atenção. Neste artigo te mostramos 10 coisas que fazem um gato feliz.

4. Está inseguro ou nervoso

Mudanças deixam um gato nervoso, estressado e inseguro. Seja uma troca de lar ou apenas de móveis dentro da casa, isso pode fazer com que o felino busque conforto em você. Lembre-se que os gatos adoram rotinas.

5. Pode estar entediado

Sem o enriquecimento ambiental adequado, o gato fica entediado. Além de carinho e comida, você deve oferecer ao gato carente (e a qualquer gato) estímulos mentais e físicos por meio de jogos e brincadeiras.

6. Pode estar doente

Se o gato ficou mais carente que o normal, ele pode estar sofrendo de algum problema de saúde. Aqui você conhecerá as doenças mais comuns em gatos.

7. Ele aprendeu a ser assim

Um gato carente pode ter tal comportamento porque foi ensinado a ser assim por seus tutores anteriores, especialmente durante sua fase de socialização.

8. Socialização deficiente

Ela é fundamental não apenas para os cachorros, mas também para os gatos filhotes. A socialização de felinos é importante para que eles não fiquem dependentes e nem tão apegados assim de seu tutor.

9. Ansiedade de separação

Além dos gatos filhotes, felinos adultos e idosos também podem sofrer com a ansiedade de separação. O gato fica carente e, ainda, ansioso, assustado e até deprimido quando perde seres ou coisas favoritas, como parentes, a casa em que morava, um brinquedo com o qual estava muito acostumado... e, assim, ele acaba grudando em você.

10. Gosta de ser o centro das atenções

Como mencionamos, algumas raças, como os siameses ou os orientais shorthair amam ser o centro das atenções. Assim, eles podem ficar sempre ao seu lado, miando, ficando em cima de você, te atrapalhando e até colocando a pata na sua cara para conseguir sua atenção.

Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer - Por que meu gato é tão carente?

Por que meu gato ficou muito carente do nada?

Se um gato sempre teve um comportamento muito independente e ficou muito carente do nada, é importante você observar os possíveis motivos que o levaram a mudar tão drasticamente sua postura em relação a você. Isso porque o novo jeito de ser pode indicar algum incômodo do felino ou mesmo um problema que deve ser tratado. Conheça alguns dos principais motivos para um gato que fica carente do nada:

  • Ansiedade e estresse. Durante temporais com tempestade, dias em que há muitos fogos de artifício ou quando há pessoas desconhecidas na casa, é normal que o gato fique com medo e mais carente, como se estivesse pedindo sua ajuda para se sentir protegido.
  • Não recebe a atenção desejada. Passe tempo de qualidade com o felino, seja com jogos e brincadeiras, e também com longas sessões de massagem e carícias. Às vezes ele só está se sentindo um pouco deixado de lado.
  • Novos membros na família. Quando um novo indivíduo surge na casa, como um novo gato, cachorro ou até um pássaro de estimação, o gato pode ficar mais inseguro e, também, carente. Com o tempo, ele se adaptará e retornará ao seu comportamento comum.
  • Mudanças hormonais. Especialmente durante a gravidez, as mudanças hormonais pode deixar uma gata mais carente, demandando mais sua presença e atenção.
  • Envelhecimento. Segundo diversos tutores, os gatos se tornam mais carentes à medida que envelhecem, ao mesmo tempo que ficam menos ativos e brincalhões.
Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer - Por que meu gato ficou muito carente do nada?

O que fazer com um gato muito carente? Como lidar com ele?

Existem diferentes maneiras de lidar com um gato muito carente para que ele possa se sentir mais seguro e independente. A primeira coisa que você deve fazer é identificar o motivo que o torna tão carente. Lembre-se que os gatos amam rotina e pequenas mudanças sempre causam estresse e insegurança neles.

É importante estabelecer limites para o "grude felino". Feche a porta do banheiro quando você for utilizá-lo e não ceda seu colo sempre que ele quiser, mas quando você puder e quiser.

Outra medida bastante interessante para lidar melhor com um gato muito carente é dispor de jogos e brincadeiras para mantê-lo sempre entretido quando você não estiver em casa ou perto dele. Nestes momentos, disponibilize brinquedos ou coloque vídeos com jogos para gatos na televisão ou computador. Incentive que ele brinque com outros membros da casa na sua ausência.

Você também pode considerar adotar um outro gato para fazer companhia a ele e, se você já tiver tentado de tudo, mas sem sucesso, é interessante consultar um veterinário para descartar qualquer problema de saúde ou descobrir se o gatinho está sofrendo de ansiedade de separação ou de desmame prematuro.

Acima de tudo, é fundamental ter paciência, ser gentil e coerente com a forma que lida com o gato. Modificar um comportamento leva tempo e você tem que apoiar com respeito esse processo.

Como ajudar um gato a ficar menos carente

Independentemente da raça ou se é um comportamento natural ou adquirido do felino, há algumas coisas que podem ser feitas para ajudar um gato a ficar menos carente e dependente de você ou de outro membro da família.

Uma das coisas que você pode fazer é incentivar a independência dele, deixando o felino sozinho com alguns brinquedos que ele gosta e saia de perto, vá para outro cômodo como o quarto ou a cozinha. Mas vá fazendo esse processo de distanciamento pouco a pouco, até mesmo para não estressá-lo.

Outra medida é só ofereçer carinho ao gato carente quando ele "merecer" as carícias. Ignore-o se ele fizer algo que poderia ser alvo de punição , como ficar miando sem sentido, arranhar os móveis ou te morder. Portanto, utilizar o reforço positivo é uma ferramenta bastante útil.

É importante, ainda, você estabelecer um ton de voz adequado para as "broncas", dizendo um firme "não" ou outra palavra ou frase que achar melhor. Lembre de só usar essa frase de efeito nos momentos em que você quer sinalizar para ele que aquilo que está fazendo deve ser interrompido de imediato.

Para cuidar bem de um gato carente é necessário ter consciência ao adotar

Antes de adotar um gato, é muito importante você refletir sobre sua responsabilidade com esta ação. Conviver com um animal de estimação demanda tempo e você tem que pensar sobre o espaço que vai oferecer a ele, o enriquecimento ambiental, as atividades, jogos, brincadeiras, na alimentação adequada e, ainda, se a personalidade do felino se adaptará ao seu estilo de vida. Com pouco tempo de convívio já dá para perceber quando um gato é mais independente ou se ele prefere ficar mais colado do tutor ou tutora.

Se você for adotá-lo de um abrigo de animais, por exemplo, informe-se sobre o comportamento dos felinos que estão ali para saber qual combina melhor com você. Destacamos que há outros animais que podem demandar menos tempo e atenção que gatos, como peixes, porquinhos-da-índia e hamsters.

Agora que você sabe as causas e o que fazer se conviver com um gato carente, talvez possa se interessar pelo vídeo a seguir em que listamos 10 demonstrações de carinho dos gatos:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Curiosidades do mundo animal.

Bibliografia
  • BAUHAUS, Jean Marie. Managing Clingy Cats: Do I Have a Velcro Kitty? Disponível em: <https://www.hillspet.com/cat-care/behavior-appearance/managing-clingy-cats>. Acesso em 22 de abril de 2022.
  • Tuxedo Cad. Why Is My Cat So Needy & Clingy? Finally, An Explanation! Disponível em: <https://www.tuxedo-cat.co.uk/why-is-my-cat-so-needy/>. Acesso em 22 de abril de 2022.
  • Noots. Why is My Cat so Clingy? A Guide to Overly Needy Cats. Disponível em: <https://nootspets.com/blogs/news/why-is-my-cat-so-clingy>. Acesso em 22 de abril de 2022.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer
1 de 4
Por que meu gato é tão carente? - Causas e o que fazer

Voltar ao topo da página