Partilhar

Os cães também têm câimbras?

Por Nelson Ferreira, Redator do Perito Animal. Atualizado: 1 outubro 2018
Os cães também têm câimbras?

Ver fichas de  Cachorros

Os seres humanos não são os únicos a sofrer câimbras. Entre os animais selvagens não costumam acontecer, mas entre os pets mais sedentários, neste caso os nossos cães, não são assim tão raras as suas aparições depois de um exercício excessivo.

Entender que os cães também têm câimbras, ou pior ainda, descobrir que o nosso melhor amigo está sofrendo uma, é um claro sinal de que necessita de um ritmo de vida mais ativo.

Se se preocupa se os cães também têm câimbras, no Perito Animal através deste post respondemos-lhe com vários motivos afirmativamente.

Também lhe pode interessar: Por que meu cão tem os olhos vermelhos

Porque se produzem as câimbras nos cachorros?

Um cão não treinado que seja submetido a um exercício forte e súbito, o mais provável é que tenha câimbras.

Os cães de caça por exemplo, no início da época cinegética, costuma sofrer algumas câimbras. Passados uns meses de paragem, estes cães são submetidos a um brutal exercício repentino no começo da nova época de caça. Outros cães que costumam sofrer câimbras são os galgos.

Os cães também têm câimbras? - Porque se produzem as câimbras nos cachorros?

O processo das câimbras

Depois dos esforços repentinos e continuados os cães mostram-se relutantes para se moverem, uma vez que estão doridos como consequência das câimbras persistentes.

As câimbras são consequência de submeter o músculo a esforços aos quais não se está preparado. Isto produz micro lesões musculares que provocam inflamação e irritações nas fibras musculares e a consequente dor pujante característica das câimbras.

Os cães também têm câimbras? - O processo das câimbras

Como prevenir, combater e evitar as câimbras nos cães?

1. A hidratação

Dado que as câimbras são consequência de um excesso de exercício, logicamente a desidratação está presente nas ditas circunstâncias.

A desidratação é muito perigosa para os cães, uma vez que o seu corpo autorregula a sua temperatura através da respiração ofegante, visto que não consegue transpirar através da sua epiderme. É muito importante que em qualquer circunstância os cães tenham água ao seu alcance.

Em caso de desidratação em pleno exercício podem sofrer dolorosas câimbras, sofrer um golpe de calor e chegar inclusivamente a falecer. Se os cães vão fazer um exercício extenuante durante horas, será conveniente adicionar glicose à água.

Os cães também têm câimbras? - Como prevenir, combater e evitar as câimbras nos cães?

2. Alimentação de qualidade

Uma correta alimentação e um peso ajustado ao standard da raça canina em questão, são fundamentais para prevenir as câimbras nos cães. Também é muito importante para a correta eliminação das câimbras, caso estas surjam, que a alimentação do cão esteja completamente balanceada. Uma nutrição correta é um importante eixo sobre o qual roda a saúde canina.

3. Exercício prévio

Para evitar lesões e as indesejadas câimbras, será conveniente exercitar de forma regular os cães. O treino regular é a melhor forma preventiva para paliar as as câimbras e as suas complicações.

Todas as raças caninas devem passear o suficiente e praticar o exercício indicado para cada uma delas. Descubra os principais exercícios para cães adultos que existem e comece a pôr em forma o seu cão antes de o submeter a um exercício físico intenso.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Os cães também têm câimbras?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Os cães também têm câimbras?

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
3 comentários
A sua avaliação:
RUTH LEONE
,minha cachorrinha Nina tem 10 anos e é sem raça definida, adotei em uma ONG a 9 anos ; de 1 ano para cá ela tem muita cãibra; já levei no veterinario .ele disse que não tem o que fazer. mas eu dou pra ela cloreto de magnesio. no inicio foi bom, agora não está ajudando muito; faço muita massagem qd está em crise; peço ajuda para melhorar a saude dela pq ela sofre muito; ela é ativa ainda gosta de brincar e correr mas qd vem as fisgadas e as dores cai as vezes gritando.
sara Ayala
O meu cão e um Australian Shepheard, 2 anos. Castrado há uns meses Como moramos em apartamento ele sai a rua todos os dias, ao menos 3 vezes a semana os passeios são bem longos.Há quinze dias atrás, nos deu um susto, pois uns 30 minutos depois de ter se exercitado por 1 hora, simplesmente não ficava em pé, com uma das patas traseiras encolhidas, não se sustentar em pé, e demostrava muita dor ...levamos ao veterinário e diagnosticou displasia ! Muito nos surpreendeu pois os pais tem certificado de não possuir a infirmidade. Apenas 3 dias de inflamatórios o deixou novo em folha !O exame de sangue indica uma pequena anemia... as radiografias (3) nenhum indicio de displasia ! Ontem, de novo teve o mesmo problema desta vez em uma das patas dianteiras. Muito preocupada e não sei qual o procedimento médico a seguir para ter um diagnostico seguro. Estou pedindo ajuda, por favor !

Polyana Macedo Revorêdo
Eu tenho um cachorro pequinês de 13 anos e estar sofrendo direto com câimbras na coluna. Como devo agir?
Nelson Ferreira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Polyana, nessa situação o melhor será recorrer a um veterinário para que lhe possa recomendar o tratamento adequado.

Os cães também têm câimbras?
1 de 6
Os cães também têm câimbras?

Voltar ao topo da página