Problemas de comportamento

10 sinais de estresse em cães

Mercè Garcia
Por Mercè Garcia, Adestradora canina especializada em mudança de comportamento. Atualizado: 11 agosto 2023
10 sinais de estresse em cães
Cachorros

Ver fichas de  Cachorros

Existem alguns sinais muito claros que nos podem alertar se estamos diante de um cachorro estressado. Se suspeita que o seu melhor amigo pode estar passando por uma situação ruim, recomendamos que continue lendo este artigo do PeritoAnimal.

Vamos mostrar para você os 10 sinais de estresse em cães que, de forma individual ou conjunta, podem se traduzir em um grave problema de saúde que repercute diretamente no seu bem-estar e, por vezes, até na sua saúde. Boa leitura.

Também lhe pode interessar: Como reduzir o estresse em gatos

Índice

  1. Hiperatividade
  2. Aparecimento de estereotipias
  3. Reações exageradas
  4. Salivação e lambidas
  5. Falta de atenção
  6. Ofegar em excesso
  7. Reatividade ou fuga
  8. Perda de pelo
  9. Rigidez muscular
  10. Mudanças de comportamento
  11. Como ajudar um cachorro estressado
Ver mais >>

1. Hiperatividade

É comum que os cachorros estressados tenham um comportamento hiperativo. São incapazes de ficarem tranquilos e, a longo prazo, podem começar a morder móveis e qualquer utensílio que encontrarem à sua frente para liberar a tensão acumulada.

10 sinais de estresse em cães - 1. Hiperatividade

2. Aparecimento de estereotipias

As estereotipias são movimentos repetitivos constantes que o cachorro leva a cabo sem um fim determinado. Existem muitos tipos de estereotipias: podemos ver os cachorros que mordem a cauda, que caçam animais invisíveis, que ladram sem parar... São hábitos repetitivos e incessantes.

10 sinais de estresse em cães - 2. Aparecimento de estereotipias

3. Reações exageradas

Talvez o seu cão já latisse um pouco demais, comesse tudo o que vê pela frente, coisas do chão ou talvez reagisse perante a presença de outros cachorros no passado. Independentemente dos seus hábitos, se vir agora o seu comportamento mais intenso, deve ter em atenção pois num cachorro estressado as reações ficam intensificadas.

10 sinais de estresse em cães - 3. Reações exageradas

4. Salivação e lambidas

Se vir que o seu cachorro se lambe e saliva de forma exagerada será fundamental perceber se é um hábito que leva a cabo de forma repetitiva e constante, ou não. Pois este é um dos sinais de estresse no cachorro que deve ter em conta.

10 sinais de estresse em cães - 4. Salivação e lambidas

4. Falta de atenção

Os cães estressados sofrem de um nervosismo generalizado, que os faz ter dificuldade para se concentrar, prestar atenção, seguir as nossas ordens de obediência... No entanto, se o seu cachorro apresentar uma falta de atenção generalizada e desde sempre (não apenas agora que está estressado), poderia avaliar junto do seu veterinário se se trata de um problema de déficit de atenção.

10 sinais de estresse em cães - 4. Falta de atenção

6. Ofegar em excesso

Ofegar é a ferramenta que os cachorros utilizam para expulsar o calor do corpo. Se vir o seu cachorro a ofegar em situações nas quais deveria estar tranquilo é provável que esteja estressado e precise de aliviar a tensão que sente. Por vezes ofegar pode estar acompanhado por sons de tristeza e lamentações e este conjunto de sintomas sinalizam que o cachorro sofre com estresse.

10 sinais de estresse em cães - 6. Ofegar em excesso

7. Reatividade ou fuga

Um cachorro estressado costuma se sentir muito incômodo perante uma situação desconhecida ou que lhe esteja causando estresse. Se por exemplo, o seu cachorro sofre de estresse ao se encontrar com outros cães, cada um destes encontros farão com que reaja exageradamente. Isso fará com que tente fugir ou que reaja de forma muito negativa a este estímulo (seja uma pessoa, um ambiente, um objeto ou uma situação em concreto).

10 sinais de estresse em cães - 7. Reatividade ou fuga

8. Perda de pelo

Outro sintoma de um cachorro estressado é a a perda de pelo, que costuma ocorrer em casos de estresse crônico, em que o cão começa a sentir-se afetado fisicamente pela situação que está sofrendo. Se vir que o seu cachorro começa a perder pelo por pura ansiedade deve consultar o quanto antes o veterinário. Também pode perder pelo por se lamber compulsivamente ou por arrancar o pelo diretamente com os dentes. Atue o quanto antes, o seu cão envia-lhe sinais de emergência.

10 sinais de estresse em cães - 8. Perda de pelo

9. Rigidez muscular

Especialmente nas situações em que lhe causam estresse poderá observar o cachorro mais tenso e rígido que o habitual. É habitual observar a cauda e as extremidades em tensão, esperando que aconteça alguma coisa significativa.

10 sinais de estresse em cães - 9. Rigidez muscular

10. Mudanças de comportamento

Terminamos a lista de 10 sinais de estresse em cachorros com um problema habitual: as mudanças de comportamento. É muito comum que os cães que sofrem de estressem comecem a desenvolver comportamentos que nunca tinha mostrado, como agressividade, timidez, depressão, fobias... Mas ao invés de as mostrar em situações concretas começam a fazê-lo de forma generalizada. Este é um dos sinais de estresse no cachorro mais reveladores.

10 sinais de estresse em cães - 10. Mudanças de comportamento

Como ajudar um cachorro estressado

Muitos tutores se questionam sobre o que fazer para ajudar um cachorro estressado. Nós do PeritoAnimal recomendamos que você consulte o quanto antes um etólogo ou educador canino. Ambos os profissionais podem te ajudar e guiar com conselhos e dicas úteis para o seu caso. Além disso, podem te auxiliar a identificar a causa que está causando estresse no seu cachorro.

No entanto, se você observou algum destes 10 sinais de estresse no cachorro, recomendamos que leia o nosso outro artigo para saber o que fazer se o seu cachorro está estressado. Descubra alguns conselhos para melhorar o seu bem-estar assim como alguns truques muito úteis que lhe ajudarão a canalizar o seu nervosismo.

De qualquer forma, aqui colocamos algumas possíveis ações para ajudar um cachorro estressado:

  • Identifique a causa do estresse: Observe o cachorro e tente identificar as situações que desencadeiam o estresse. Isso pode ajudar a evitar ou minimizar essas situações futuramente.
  • Proporcione um ambiente calmo: crie um ambiente tranquilo e seguro para o pet. Forneça um local tranquilo onde ele possa descansar e se acalmar, longe de estímulos estressantes.
  • Ofereça a ele uma rotina: estabeleça uma rotina diária para o cachorro, incluindo horários regulares para alimentação, passeios e descanso. A previsibilidade pode ajudar a reduzir o estresse.
  • Proporcione exercício físicos: certifique-se de que o cachorro esteja recebendo exercícios físicos adequados para liberar energia e reduzir a ansiedade. Passeios regulares, brincadeiras e atividades interativas podem ajudar.
  • Dê estimulação mental: proporcione ao cachorro atividades que estimulem o seu cérebro, como brinquedos interativos, jogos de olfato ou treinamento com recompensas. Isso pode ajudar a manter o cachorro ocupado e distraído de fontes de estresse. Veja aqui tudo sobre o enriquecimento ambiental para cães.
  • Reforço positivo: use técnicas de reforço positivo baseadas em recompensas e incentivos positivos para ensinar ao cachorro comandos básicos e comportamentos desejáveis. Isso pode ajudar a fortalecer a confiança e a reduzir o estresse.
  • Forneça um espaço seguro: crie um espaço seguro para o cachorro quando ele estiver enfrentando situações estressantes, como fogos de artifício ou tempestades. Um local tranquilo, com brinquedos e cobertas ou mantas, pode ajudar a acalmar o cachorro.

Se o estresse do cachorro persistir ou piorar, é recomendável buscar orientação profissional.

10 sinais de estresse em cães - Como ajudar um cachorro estressado

Se deseja ler mais artigos parecidos a 10 sinais de estresse em cães, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
A sua avaliação:
Alexandre
Meu cachorro está tenso e assustado que será?
Luana
Tenho uma labrador ,ela está perdendo muito pelo nas pernas e nas costas por se coçar muito..
Derek
Que triste, melhorou ela ? O meu fica agitado por causa do barulho da geladeira, fica bem estressado ele.
1 de 12
10 sinais de estresse em cães