Partilhar

Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 12 novembro 2018
Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Todos os que têm um cachorro em casa sabem a tortura na qual se podem converter as pulgas e os carrapatos, tanto pelos incômodos que podem causar no animal, como pelo perigosas que são para a sua saúde e o difícil que pode ser tirá-las do cachorro e mesmo de casa.

Os medicamentos e fármacos receitados para combater as pulgas e os carrapatos nos cachorros são vários, produzindo diferentes efeitos de acordo com o seu nível de eficácia. Mas, sabia que para alguns cachorros estes tratamentos podem ser perigosos? É por isso que neste artigo do PeritoAnimal vamos falar-lhe da intoxicação por permetrina em cães, os seus sintomas e tratamento. A permetrina está presente em pipetas, um método que é provável que tenha pensado utilizar no seu amigo peludo sem conhecer o risco que isso pode envolver.

As pipetas são tóxicas?

Tal como acontece com as alergias, muitas vezes é praticamente impossível determinar se determinado produto (a menos que o especifique) será tóxico para o seu cachorro, colocando em perigo a sua saúde e a sua vida.

As pipetas comercializadas para combater as pulgas e os carrapatos contêm químicos em quantidades reduzidas que se tornam mortais para os parasitas e, embora não costumem ser perigosas, não se deve esquecer que, apesar de serem pequenas doses, está perante um veneno, capaz de produzir efeitos colaterais negativos em alguns cachorros.

Muitas pipetas são fabricadas por compostos como a permetrina, um tipo de piretroide que é altamente perigoso para os parasitas e os insetos, afetando-os quando se tiverem hospedado no seu cachorro, mas seja por inalação ou por contato com a pele existe a possibilidade de serem tóxicas para o seu cachorro.

Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento - As pipetas são tóxicas?

Como a intoxicação ocorre?

Embora a intoxicação por permetrina em cães nem sempre aconteça, é possível que o seu amigo peludo sofra dela se:

  • For alérgico ao componente ativo da pipeta. Isto pode acontecer tanto quando houve contato com a pele, como se o seu cachorro decidir começar a lamber-se no sítio em que colocou o tratamento, ingerindo-o por acidente.
  • Existir uma ferida na pele. Quando o seu cachorro tem alguma lesão cutânea, desaconselha-se o uso de pipetas contra as pulgas e os carrapatos, pois o veneno para estes parasitas será absorvido facilmente pelo corpo do seu cachorro, produzindo um efeito parecido ao de uma overdose.
  • Administração de uma pipeta errada. Se é dos que optam por comprar uma pipeta para cães grandes com a ideia de a administrar a um cachorro de raça pequena, então você deve saber que isso não se deve fazer. Cada tratamento está formulado com doses diferentes de acordo com a raça, o tamanho e o peso do cachorro, pelo que a administração de uma pipeta errada pode fazer com que o tratamento não surta o efeito desejado (se se adquirir uma de raças pequenas para colocar a um cachorro) ou, uma intoxicação perigosa (pipeta de cachorro grande para colocar em cachorros pequenos). Não economize no que o seu cachorro realmente precisa e ofereça-lhe o melhor, ele merece.
  • Ingestão do tratamento. Como já foi dito, pode ser que o seu cachorro lamba o sítio onde você colocou o produto e esta ingestão tenha efeitos colaterais, ou que inclusive coma a coleira anti-pulgas, que estão repletas deste tipo de agentes tóxicos.
Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento - Como a intoxicação ocorre?

Sintomas de uma intoxicação por permetrina em cães

Se aplicou uma pipeta contra os parasitas ao seu cachorro e este começar a ter um ou vários destes sintomas, então quer dizer que está intoxicado:

  • Excesso de salivação.
  • Febre.
  • Vômitos.
  • Diarreia.
  • Tremores em todo o corpo.
  • Hiperatividade ou nervosismo.
  • Fadiga.
  • Formigamento.
  • Adormecimento dos membros.
  • Urina excessiva ou perda do controle da bexiga.
  • Respiração irregular ou acelerada.
  • Hipotermia.
  • Cãibras.
  • Asma.
  • Coceira.
  • Comportamento anormal das pupilas.
  • Convulsões.
  • Prurido (pele vermelha ou erupções cutâneas).

São bastante sinais, por isso não será difícil identificá-los. Aparecem nas horas seguintes a ter administrado a pipeta.

Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento - Sintomas de uma intoxicação por permetrina em cães

Tratamento para a intoxicação por permetrina em cachorros

Se o seu cachorro sofrer de uma intoxicação por permetrina, o mais recomendável é ir de imediato ao veterinário. Como auxílio imediato enquanto não chega ao centro veterinário, sugerimos que:

  • Mantenha a calma. Se perder o controle, isto irá impedi-lo de pensar com clareza. Além disso, o cachorro notará o seu estado de agitação e isto apenas lhe causará mais nervosismo.
  • Se a intoxicação tiver sido por ingestão do conteúdo da pipeta, nunca lhe administre leite ou azeite. A eficácia deste método é apenas uma crença popular, pois tem um efeito contraproducente, estes alimentos aceleram a absorção da substância tóxica.
  • Tente produzir o vômito dando ao cachorro uma colher de sopa de água oxigenada misturada com água normal. Se não tiver efeito, não repita o procedimento.
  • Se a intoxicação tiver ocorrido por contato com a pele, limpe a zona mas não dê banho ao cachorro, pois muitos pesquisadores afirmam que os sabões e xampus apenas aceleram a penetração da pipeta na pele do animal.
  • Quando for ao veterinário, lembre-se de levar a caixa do produto que utilizou.

Se atuar rápido e de forma adequada, a intoxicação por permetrina no seu cachorro não passará de ser apenas um mau bocado e o seu cachorro irá se recuperar rápido.

Poderá também lhe interessar outro artigo que escrevemos sobre intoxicação por maconha - sintomas e tratamento.

Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento - Tratamento para a intoxicação por permetrina em cachorros

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
2 comentários
Mona monteiri
Apos aplicacao com quantas horas os caes pode entrar na casa
Silvio
O que posso fazer em casa para cuidar do meu cão que está intoxicado por permetrina

Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento
1 de 5
Intoxicação por permetrina em cães - Sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página