Partilhar

Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos

Por Maria Besteiros. 17 abril 2019
Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos

Ver fichas de  Cachorros

Se você notar que o ânus de seu cachorros está avermelhado ou inflamado, você pode pensar que ele está sofrendo de hemorroidas. No entanto, exceto em casos muito excepcionais, os cachorros não têm hemorroidas.

Neste artigo do PeritoAnimal vamos explicar os transtornos podem ser confundidos com hemorroidas em cães e, claro, como podemos evitar e tratar. É importante ir ao veterinário já na aparição do primeiro sintoma, caso contrário, o quadro se agravará e será mais difícil resolvê-lo.

Também lhe pode interessar: Encefalite em cães: sintomas e tratamento

Cachorros tem hemorroida?

Não, de maneira geral, não podemos falar que há hemorroida em cachorro. As hemorroidas, conhecidas também como "almorreimas", são veias que se inflamam no reto ou no ânus. São produzidas por esforços ao defecar, aumento de pressão durante a gravidez ou podem surgir sem que se identifique um motivo específico. Ocorrem em humanos favorecidos pela conformação anatômica.

O corpo dos cachorros, por outro lado, é completamente diferente. Digamos que sua disposição é horizontal, enquanto a nossa é vertical. Por isso, os cachorros não sofrem de hemorroidas.

O único caso em que poderíamos saber como são as hemorroidas em cachorros seria no de alguns tumores que crescem na área anorretal e conseguem modificar, aumentar a pressão, inflamar e prolapsar toda a conformação anal (prolapso retal em cães). Esses tumores costumam aparecer ao lado do ânus, e é mais provável que causem essas hemorroidas se deixarmos que evoluam sem tratar, ou se coincidirem com outros fatores, como a constipação ou presença de parasitas.

Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos - Cachorros tem hemorroida?

Meu cachorro está com o ânus inflamado

Por isso, se seu cachorro apresenta inflamação, vermelhidão, desconforto ou esforço na hora de defecar, você não deve pensar, como primeira opção, que se trata de hemorroida em cachorro. Pelo contrário, é mais comum que você esteja diante de problemas nas glândulas anais ou prolapsos retais, os quais abordaremos nas próximas seções.

Além disso, se o que você observa é o ânus irritado em cachorros, deve considerar uma possível presença de parasitas intestinais. Esses vermes, quando em quantidades elevadas, podem provocar diarreias. O aumento da frequência de defecação irrita o ânus, assim como as coceiras provocadas por alguns desses parasitas, o que levará o cachorro a arrastar o traseiro pelo solo ou se lamber, tentando acabar com o desconforto.

Seguir o calendário de desparasitações pode evitar esse transtorno. Sempre que adotar um cachorro você deve levá-lo ao veterinário para que seja examinado e para receber o protocolo de desparasitação mais adequado. Naturalmente, qualquer sintoma de incômodo na área, tanto em filhotes quanto em cachorros adultos, é motivo de consulta veterinária.

Problemas nas glândulas anais dos cachorros

As glândulas anais são pequenos sacos que estão localizados em ambos os lados do ânus. Sua função é produzir um líquido que ajuda a lubrificar as fezes, é eliminado com elas e dá ao cachorro seu cheiro individual. Ocasionalmente, quando essa secreção é muito densa, quando as fezes não comprimem suficientemente as glândulas ou quando ocorre qualquer outra circunstância que impede esse fluido de sair, ele se acumula nas glândulas e dá origem aos seguintes problemas que podem ser confundidos com hemorroidas em cães:

  • Impactação: o líquido não pode sair das glândulas e elas permanecem cheias. O veterinário precisará esvaziá-las manualmente. Se o cachorro sofrer deste problema com frequência, os esvaziamentos deverão ser periódicos. Recomenda-se uma alimentação rica em fibras.
  • Infecção ou saculite: a impactação das glândulas pode se complicar com uma infecção, por se tratar de uma área "suja" devido à elevada presença de bactérias, o que provoca uma dolorosa inflamação. Nesse caso, além de esvaziar as glândulas, será necessário aplicar antibióticos topicamente e desinfectar.
  • Abscesso: nesse caso, também ocorre um infecção, com febre e inflamação avermelhada ou roxa. O pus se acumula e, se abrir para o exterior, forma as fístulas anais em cachorros, responsáveis por uma secreção com mau cheiro e que requerem cirurgia. Os abscessos que permanecem fechados devem ser abertos para limpar, e será necessário desinfetá-los e administrar antibióticos orais. Se o cachorro sofrer esses episódios com frequência, é recomendada a remoção das glândulas.
Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos - Problemas nas glândulas anais dos cachorros

Prolapso retal em cães

É muito fácil pensar em hemorroidas em cães quando observamos que sai do ânus uma massa avermelhada ou rosada. Na verdade, trata-se de um fragmento de reto que sai pelo ânus, chamado prolapso retal, produzido pelo esforço excessivo na hora de defecar, constipações graves ou, pelo contrário, diarreias, obstruções da área, parto, etc.

Embora existam diferentes níveis de gravidade, o prolapso retal em cachorros é uma urgência veterinária, pois esse tecido exposto corre o risco de necrosar, ou seja, de que as células expostas morram. Nesse caso, será necessário removê-lo cirurgicamente e reparar o intestino.

Mesmo que não ocorra necrose, se o prolapso retal for completo ele é reduzido com sutura. Nos casos mais leves, o veterinário buscará a causa do prolapso, uma vez que para resolvê-lo, tratá-la pode ser suficiente. No meio tempo, são administrados produtos que amolecem as fezes e uma dieta adequada para prolapso retal em cães.

Como tratar hemorroida em cachorro?

Embora não falemos, em geral, de hemorroida em cachorro, as situações de prolapso retal em cães ou infecção que descrevemos e que podem parecer hemorroidas em cães e devem receber assistência veterinária imediata, já que, caso contrário, o quadro se agravará.

Por isso, mesmo que se trate de um medicamento conhecido que pode ser encontrado em muitas casas, jamais devemos substituir a visita ao veterinário pela aplicação de pomada para cachorros.

Como já vimos, o veterinário pode recomendar um tratamento tópico. Qualquer um dos cremes caninos para "hemorroidas" deve ser prescrito por esse profissional, pois para escolher o produto mais adequado é necessário avaliar a situação. Por exemplo, ao aplicar um creme sobre o prolapso retal, não apenas o problema não será resolvido como também, por falta de tratamento, o tecido acabará necrosando. Se existir uma infecção e utilizarmos pomada em vez de um antibiótico, o quadro poderá evoluir para um fístula. Por isso, insistimos na necessidade de ir ao veterinário.

Como prevenção, é importante que o cachorro siga uma dieta adequada, levando em consideração também a hidratação correta. É necessário controlar as glândulas anais e desparasitar regularmente o cachorro para evitar parasitas internos. Com todas essas medidas, você prevenirá, tanto quanto possível, a aparição dos fatores mais comuns que podem causar as erroneamente chamadas "hemorroida" em cachorro.

Leia também: Meu cachorro esfrega o bumbum no chão - Causas e dicas

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
Tatiana
Gostaria de saber se vocês tem algum remédio caseiro para fungos em gato.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Tatiana! Você pode saber mais informações sobre fungos nos gatos nesse artigo: https://www.peritoanimal.com.br/fungos-nos-gatos-sintomas-e-tratamento-20896.html
De qualquer maneira, antes de começar qualquer tratamento o mais indicado é buscar ajuda de um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!

Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos
1 de 3
Hemorroidas em cães - Sintomas e tratamentos

Voltar ao topo da página