Partilhar

Doenças de pele nos cachorros

Por Nídia do Carmo, Editora e redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 18 maio 2017
Doenças de pele nos cachorros

Ver fichas de  Cachorros

As doenças de pele nos cachorros devem ser levadas muito a sério para evitar que o problema se agrave e crie consequências irreversíveis num longo período de tempo.

A pele é um órgão que isola o cachorro do ambiente, protegendo-o assim de infecções e viroses. Geralmente, os cachorros possuem uma capa de gordura que os protege. No entanto, quando isso não acontece, podem aparecer vários problemas, como referido.

Fique informado sobre as doenças de pele nos cachorros mais comuns para conseguir detectá-las a tempo e tratá-las de forma adequada.

Também lhe pode interessar: Weimaraner - doenças comuns

Parasitas

Uma das causas mais comuns da inflamação da pele do cachorro é a picada de certos parasitas. A presença de pulgas e carrapatos provoca inflamação e vermelhidão que, quando acompanhadas pelo prurido que o animal sente, fazem com que ele se coce de forma compulsiva.

Que posso fazer se o meu cachorro tiver parasitas?

Se conseguir observar a presença de carrapatos, deverá recorrer à sua loja de animais habitual e usar as ferramentas que, atualmente, o mercado oferece para esse efeito. No caso das pulgas é necessário usar um pente especial. Dê banho ao seu cachorro com um produto antiparasitário enquanto o penteia cuidadosamente, eliminando assim todo o rasto de pulgas.

Se não conseguir controlar a situação, se não possui conhecimentos ou se o caso é muito grave , o ideal é recorrer ao veterinário o mais rápido possível e pedir uma consulta com antecedência, alertando-o do problema.

Além disso, deve ainda lavar todos os elementos com que o cachorro teve contacto a altas temperaturas. Isto inclui vários elementos mas tenha especial atenção aos tecidos: cama, brinquedos, mantes, etc.

Como posso prevenir o aparecimento de parasitas?

O melhor sistema é contar com três elementos básicos que, juntos, farão uma capa de proteção eficaz para o seu cachorro: shampoo antiparasitário, uma pipeta de qualidade e uma coleira antiparasitária. Se aplicar esses três elementos, é muito provável que o seu cachorro não volte a ter pulgas.

Doenças de pele nos cachorros - Parasitas

Alergia

O seu cachorro pode sofrer de alergia como, por exemplo, ao pólen ou a algum alimento específico. As alergias provocam coceira, vermelhidão e secura da pele. Além disso, as tentativas para aliviar a coceira podem piorar a situação, criando feridas e lesões provocadas pela alergia.

Que posso fazer se o meu cachorro tem alergia?

A primeira e mais importante coisa a fazer é detetar qual é o agente que está provocando alergia ao seu cachorro. Recorra ao seu veterinário para que ele faça alguns exames, evitando assim uma situação desagradável para o cachorro.

A solução mais comum é, geralmente, uma mudança de ração para um produto de qualidade superior hipoalergênico. Se tem dificuldade em identificar o problema e não sabe o que está provocando a alergia do seu cachorro, pode optar por instalar uma câmera (pode ser de computador mesmo) que vigie os movimentos do cachorro pelo jardim e pela casa. Ele pode estar comendo alguma planta que não devia, sendo essa a causa da sua reação alérgica.

Doenças de pele nos cachorros - Alergia

Cistos

Especialmente no caso de cachorros idosos, começam a aparecer cistos indesejáveis que podem ser benignos ou cancerígenos. Existem algumas raças com maior predisposição a sofrer com o aparecimento de cistos, especialmente se são cachorros com pedigree.

Que posso fazer se meu cachorro tem cistos?

Os cistos produzem uma inflamação visível e são, geralmente, mais escuros do que o resto da pele, dependendo do local onde aparecem. Deve recorrer ao veterinário o quanto antes pois, caso seja um tumor cancerígeno, terá mais oportunidades de o curar se o tratamento for iniciado rapidamente.

Em alguns casos, o veterinário analisa a natureza do tumor e recomenda um tratamento adequado para cachorros de idade avançada, se esse for o caso.

Doenças de pele nos cachorros - Cistos

Fungos

Os fungos surgem como resultado de uma acumulação de levedura em zonas úmidas do corpo do cachorro. Incluem, geralmente, as axilas, as orelhas e dobras em geral. Adquirem um formato circular e podem ser detetados caso encontre pontos calvos, úlceras, secreções, vermelhidão e até escamação.

Que posso fazer se o meu cachorro tem fungos?

Deve dar banho ao seu cachorro com água morna e um shampoo especial. Pode encontrar produtos adequados que possuem propriedades que evitam o aparecimento de fungos na sua loja de animais habitual. Para matar o fungo, basta aplicar iodo duas vezes por dia.

Se a situação é muito grave ou se caso não sejam visíveis melhorias, deve recorrer ao veterinário o mais rápido possível. Ele vai verificar qual o tipo de fungo e aconselhar tratamento adequado.

Como posso prevenir o reaparecimento de fungos?

Se o seu cachorro desenvolveu algum tipo de fungo, é importante que lave todos os seus objetos (cama, toalhas, brinquedos, etc) a altas temperaturas para evitar o reaparecimento. Consulte o seu veterinário para que ele recomenda a forma de prevenção mais adequada para o caso do seu cachorro. Mesmo assim, recomendamos que, sempre que regresse do passeio e verificar suor no corpo do cachorro, o limpe com uma toalha, prestando especial atenção às patas.

Doenças de pele nos cachorros - Fungos

Sarna

A sarna aparece quando existe uma presença excessiva de ácaros na pele do cachorro. É uma doença grave que provoca inflamação, falta de pelo e vermelhidão. As consequências da sarna podem ser leves ou muito graves, dependendo do estado em que o cachorro se encontra.

O que fazer se o meu cachorro tem sarna?

Se suspeita que o seu cachorro pode ter sarna, deve recorrer de imediato ao veterinário, contactando-o previamente por telefone. Deve tratar o problema o mais rápido possível.

O veterinário vai recomendar um tratamento com medicação que você deve cumprir sem falta todos os dias até que o problema desapareça. Não esqueça que a sarna é contagiosa!

Doenças de pele nos cachorros - Sarna

Calos

Os calos são um problema de pele comum que afeta os cachorros. Visualmente, são fáceis de identificar, uma vez que consistem em zonas circulares secas e calvas presentes nos cotovelos. Surgem como consequência de um apoio excessivo em superfícies duras ou rugosas, especialmente em cachorros de porte grande ou com pele sensível.

Que posso fazer se o meu cachorro tem calos?

Se verificar que o seu cachorro tem calos, deve pensar em administrar remédio porque a longo prazo o problema pode provocar úlceras, o que resulta em sangramento excessivo. Se a situação é grave, deve recorrer a um veterinário para que ele trate as suas feridas.

Se o problema dos calos for leve, basta aplicar um creme nutritivo de aloé vera ou de azeitona todos os dias, assim como providenciar uma cama mais confortável para descansar e dormir.

Doenças de pele nos cachorros - Calos

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doenças de pele nos cachorros, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Escrever comentário sobre Doenças de pele nos cachorros

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
18 comentários
Cássia
Olá, boa noite!! Minha cachorra tem com frequencia feridas ao redor de um dos olhos e sua pele está escamando, como se fosse caspa, um veterinário disse que era dermatite de pele, o outro alergia de pulgas, foi medicada, toma banho higiênico, mas o problema retorna, o que sugerem? Agradeço desde já!
ELENICE ABADIA DOURADO
Boa noite!

O que pode ser isto na axila de uma cadela? Detalhe, estivemos na zona rural durante o feriado.
ELENICE ABADIA DOURADO
Boa noite!
Durante o feriado de carnaval levei minhas cachorras pra zona rural, onde correram atrás de galinhas, gatos e entraram em um Ribeirão por uns 3 minutos.
Hoje percebi que a axila de uma delas apresenta um pequeno inchaço e está avermelhado na região. O que pode ser e como devo tratar?
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Elenice! Sem ver a sua cachorra não conseguimos dar nenhum diagnóstico, no entanto, recomendamos que você busque ajuda de um médico veterinário o quanto antes.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
Denise Dos Santos Teixeira Santana
minha cachorra esta com um machucado em sua pata e ele esta amarelado o que faço?
Cerys Aparecida Dorothea
A Mel estava com pulgas ela nunca teve com uma infestação assim. Causou feridas no lombo. Aí minha cunhada disse para aplicar Matabicheiras forte SV. melhorou. Depois foram dados dois banhos com o sabonete Matacura e em seguida uma pipeta de anti pulgas colocado na nuca. Só que ela mesmo sem pulgas continua se coçando demais e também escamando a pele com o pelo oleoso e hoje fui apanhar suas fezes e tinha umas larvas brancas. O que pode ser? Ah a raça dela é: Bassê e tem 10 anos.
Luísa Savala (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Cerys! Sem conhecer a Mel não conseguimos passar nenhum diagnóstico. Recomendamos que você busque um médico veterinário de confiança.
A equipe do PeritoAnimal deseja rápidas melhoras!
sandra soares
Olá!minha shitzu de 3 anos esta com tipo uma espinha tipo um pelo encravado esta vermelho e um pouco inchado
na região externa da vulva o que pode ser?
Paula Simone Azevedo
Oi,boa tarde! Tenho uma cadela da raça labrador e, notei uns ferimentos acompanhado com muita coceira vermelhidão e secreção. O que seria, o que devo usar?
Aqui não tem veterinário. O mais próximo fica a 120 km. Me ajude por favor. Obrigada!


Greice
Olá! Tenho um filhote de cadela sem raça definida, tem 3 meses, e apareceu uma bolinha de pus na perninha traseira quase entrando na parte interna da coxa e, alguns pontinhos com casquinha tipo feridas ao redor da genital? Está sedo vacinada e vermifugada tbm, falta apenas uma vacina para completar as 3 iniciais. O que poderia ser?
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Greice! Existem diferentes possíveis diagnósticos diferenciais para o que você descreve. Aconselhamos que você consulte o seu médico veterinário para que a examine e faça as devidas provas para chegar a um diagnóstico final e iniciarem um tratamento adequado.
A sua avaliação:
Ivanildo Rabelo
Muito bom, e ajudou muito com minha dúvida.
Mari Isabel Muniz
Oi boa noite tenho um cocker peguei abandonado na rua media de 14 anos ele tem uma descamação na pele e as vezes da uma machucadinhos já usei shampoo pra dermatite tópica mais nunca sara do melhora depois volta tem algum tratamento caseiro q posso usar obrigada
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Mari! A dermatite tópica foi diagnosticada pelo médico veterinário? Já foram excluídas outras possibilidades como alergias, fungos, ácaros, etc?

Doenças de pele nos cachorros
1 de 7
Doenças de pele nos cachorros

Voltar ao topo da página