menu
Partilhar

Doberman albino - Características e cuidados

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 2 setembro 2021
Doberman albino - Características e cuidados

Ficha do animal: Doberman

O doberman albino é uma variedade de doberman na qual ocorreu uma mutação genética chamada albinismo. Especificamente, o que ocorre é o bloqueio da via metabólica de produção de melanina, o que significa que esses cães apresentam ausência de pigmentação nos olhos, nariz e pele. É por isso que são assim, com pelagem branca, olhos claros e nariz rosa. Eles podem ser comumente chamados de "doberman branco".

Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para aprender tudo sobre o doberman albino, características e cuidados, bem como seus principais problemas de saúde.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um gato surdo

Por que existem dobermans brancos?

Nos dobermans, como em outras raças de cães, o albinismo é causado por mutações genéticas que causam a ausência ou redução do pigmento, chamado melanina, que dá cor à pele, olhos e pelo. É uma doença hereditária recessiva, o que significa que ambos os pais precisam ser portadores do gene para que o albinismo ocorra.

Especificamente, o que acontece é que nesses indivíduos a via metabólica que transforma o aminoácido tirosina em melanina por meio da enzima tirosinase é interrompida. Em qualquer caso, se ignorarmos a ausência de cor, o que torna estes dobermans brancos e sem pigmentação no nariz e nos olhos, estes cães apresentam características semelhantes às dos dobermans não albinos.

Todos os dobermans brancos são albinos?

Sim. A resposta a esta pergunta é afirmativa, pois, se não for consequência do albinismo, não nascem espécimes de cor clara. Na verdade, a pelagem branca desses cães não é aceita em competições ou campeonatos que exijam pureza ou pedigree.

Características do doberman albino

Independentemente da diferença de cor, o doberman albino tem as mesmas características físicas do doberman padrão. Essas características são as seguintes:

  • Tamanho grande, com peso entre 30 e 40 kg e altura que varia entre 60 e 70 cm na cernelha.
  • Porte estilizado.
  • Harmonia complexa, uma vez que a altura é praticamente semelhante ao comprimento do corpo, os membros anteriores e posteriores articulam-se em ângulos iguais e a profundidade do peito coincide com o comprimento dos membros.
  • Orelhas pontudas para cima.
  • Cauda fina.
  • Pelo curto e brilhante.
  • No caso do doberman albino, os olhos e o nariz carecem de pigmentos, mostrando-se azuis ou claros, enquanto o nariz aparecerá rosado.

Quanto ao temperamento, deve-se ter em mente que, como qualquer outra raça de doberman, estes cães possuem uma personalidade forte, muito contundente no ataque, resistente e inteligente. Portanto, eles requerem um tutor ou tutora experiente no manejo deste tipo de animal. Bem socializados e treinados, eles são companheiros de vida fantásticos, muito leais e protetores de quem gostam.

Doberman albino - Características e cuidados - Características do doberman albino

Cuidados do doberman albino

Em geral, os cuidados básicos do doberman albino são semelhantes aos de qualquer outro doberman sem essa característica genética. Assim, recomenda-se:

  • Manter uma boa higiene dos dentes e ouvidos para prevenir doenças do ouvido, como otite, e problemas dentários, como doença periodontal ou tártaro.
  • Desparasitação de rotina para prevenir doenças parasitárias.
  • Vacinação para prevenir as principais doenças infecciosas caninas.
  • Escovar e dar banho quando necessário.
  • Exames de rotina no veterinário para monitorar a saúde.
  • Alimentação com uma dieta completa e de boa qualidade que garanta que ele obtenha todos os nutrientes em seus níveis adequados.

Cuidados com a pele do doberman branco

Além dos cuidados gerais, os dobermans albinos requerem cuidados mais especiais do que aqueles sem albinismo, justamente por essa falta de pigmento. Assim, o principal risco que os dobermans brancos têm é o de sofrer de câncer de pele, como o melanoma, por não apresentarem a barreira protetora que a pele e os pelos pigmentados representam contra os raios ultravioleta do sol.

Eles também podem sofrer desconforto ocular quando há muita luz devido aos olhos claros, e pode ser necessário obter óculos especiais para cães albinos para aliviar uma grande porcentagem da radiação solar.

Em geral, para reduzir o risco de problemas de pele em dobermans brancos, devemos ter em mente os seguintes cuidados:

  • Evite sair para a rua nos horários de maior radiação, que será entre 12 e 17 horas no verão. Portanto, é melhor passear ao amanhecer e ao anoitecer.
  • Evite sua exposição ao sol por longos períodos de tempo. Por isso, o melhor a fazer é mantê-lo na sombra.
  • Use um protetor solar que o proteja da radiação.
  • Use um xampu especial para cães com pele sensível para o banho.
Doberman albino - Características e cuidados - Cuidados do doberman albino

Problemas de saúde do doberman albino

Embora a expectativa de vida de um Doberman branco seja entre 10 e 13 anos de idade, esses espécimes apresentam, além de um risco aumentado de câncer de pele, uma predisposição para as seguintes doenças:

  • Doença de von Willebrand: doença da coagulação do sangue causada por um déficit hereditário do fator de von Willebrand, essencial para o funcionamento das plaquetas. Os dobermans brancos afetados por esta doença sangram excessivamente após ferimentos ou operações e apresentam sangramento no nariz, gengivas ou trato digestivo.
  • Síndrome de Wobbler: é uma doença característica da raça em que ocorre compressão da medula espinhal por má-formação do canal espinhal ou instabilidade das vértebras da região cervical. Como resultado, os dobermans brancos afetados apresentam dor no pescoço e oscilação ao caminhar, podendo apresentar paralisia.
  • Torção gástrica: por ser uma raça de grande porte com peito profundo, tem tendência de que, após grandes ingestões, após exercícios, etc., seu estômago se dilate por se encher de líquido, ar ou gás e se retorcer, estrangular e prevenir bom retorno do sangue ao coração pela compressão da veia cava caudal. Isso diminui a pressão cardíaca e o cão entra em choque, podendo morrer se não for tratado com urgência.
  • Atrofia progressiva da retina: doença caracterizada pela degeneração gradual da retina na qual os fotorreceptores (bastonetes e cones) são perdidos. Os cães sofrem inicialmente de cegueira noturna que, à medida que o problema avança, transforma-se em cegueira total.
  • Hipotireoidismo: doença endócrina em que há redução dos hormônios tireoidianos T3 e T4. Estes intervêm em inúmeras funções do corpo e são necessários para cada uma de suas células, participando do metabolismo, do coração e de outros sistemas, portanto, um déficit provoca uma diminuição em diferentes funções, causando uma infinidade de sinais clínicos nos dobermans afetados.
  • Cardiomiopatia dilatada: uma doença do músculo cardíaco em que ele se torna fraco e alongado, causando a dilatação dos ventrículos fazendo com que o coração fique incapaz de bombear sangue para o corpo, o que pode causar sinais de insuficiência cardíaca.
  • Narcolepsia: doença do sono em que os cães afetados apresentam sonolência extrema a qualquer hora ou crises repentinas de sono a qualquer hora do dia.

Agora que você conheceu as principais características e cuidados do doberman albino, deixamos aqui um vídeo sobre como educar um cachorro filhote que vai ser muito útil caso tenha acabado de adotar um:

Se deseja ler mais artigos parecidos a Doberman albino - Características e cuidados, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados extra.

Bibliografia
  • Nelson, R. W. y Couto, G. (2020) (6ª ed.). Medicina interna de pequeños animales. Editorial Servet.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Doberman albino - Características e cuidados
1 de 3
Doberman albino - Características e cuidados

Voltar ao topo da página