Partilhar

Protetor solar para cachorro: quando e como usar

 
Por Equipe editorial do PeritoAnimal. 28 outubro 2020
Protetor solar para cachorro: quando e como usar

Ver fichas de  Cachorros

Sabemos que devemos ficar bem atentos à saúde do nosso cachorro, porém, normalmente não nos preocupamos tanto com sua pele e exposição ao sol quanto com sua dieta. E isso é um grande erro, porque nosso melhor amigo pode, sim, sofrer consequências negativas como queimaduras devido à radiação ultravioleta. Com isso, podem surgir sérios problemas de saúde, como o aparecimento de crostas na pele que causam coceira, vermelhidão e até infecções.

E é por isso que neste artigo do PeritoAnimal, Protetor solar para cachorro: quando e como usar, vamos tirar suas dúvidas em relação a este tema falando da importância deste produto com dicas para que você possa comprar os mais adequados para o seu pet. Boa leitura!

Também lhe pode interessar: Verrugas em cachorros: causas e tratamentos

Protetor solar para cachorro é necessário?

Se você é daquele tipo de pessoa que adora o sol e aproveita todas as oportunidades de lazer em áreas abertas durante o calor, como um passeio em parques, na praia ou fazendo trilhas, você deve prestar atenção ao uso de protetor solar, certo?

E provavelmente você já deve ter se perguntado se essa mesma preocupação deve existir com os cachorros. Será que protetor solar para cachorro é necessário? A resposta é sim. Apesar da proteção oferecida pela pelagem em relação aos raios ultravioletas, há algumas áreas do corpo canino com menos pelos e que são mais sensíveis à exposição solar, como o abdômen, o focinho e as orelhas.

Além disso, cachorros com pelos finos, mais curtos e leves são mais propensos a queimaduras na pele, pois os raios incidem com mais facilidade nesses animais. É por isso que é muito importante usar protetor solar para cachorro se sabemos que eles vão passar muito tempo expostos, porque as queimaduras, além de causarem dores no nosso pet, também podem desencadear câncer de pele. Portanto, é muito importante proteger seu cão do sol adequadamente.

Protetor solar para cachorro: quando e como usar - Protetor solar para cachorro é necessário?

Que protetor solar posso passar no meu cachorro?

Agora que você sabe como é importante usar protetor solar para cachorro, você pode estar se perguntando qual protetor solar você de passar nele e, até mesmo, se pode passar protetor de gente em cachorro. E sim, é possível usar alguns dos mesmos cremes que nós humanos usamos, desde que seja uma opção a partir de fator 30 e que não contenha substâncias nocivas ao cachorro, como zinco ou ácido para-aminobenzóico, também chamado de PABA.

No entanto, hoje em dia existem algumas opções específicas de protetor solar para cachorro em lojas para pets. Eles são elaborados de modo a respeitar o pH da pele dos peludos, além de serem hipoalergênicos. Usualmente eles são resistentes à água, não contêm perfumes e nem substâncias que possam irritar a pele do cachorro.

Atenção! Antes de decidir sobre qualquer produto, você deve ouvir as recomendações de um veterinário, pois este profissional saberá qual produto é mais adequado para o tipo de pele e as necessidades de seu cachorro. Também é muito importante ler primeiro os componentes do protetor solar para cachorro, já que algumas substâncias podem ser prejudiciais para o animal.

Além de usar o protetor solar, aqui vão algumas instruções para proteger seu cão do sol e da alta exposição aos raios ultravioletas:

  • Evite passear com seu peludo em horários de muito calor ou quando a radiação é muito intensa
  • Mantenha o pelo do cachorro, pois uma de suas funções é protegê-lo do sol
  • Se achar necessário, existem roupas projetadas para cães que os protegem da radiação solar

Talvez você possa se interessar neste outro artigo do PeritoAnimal: Passear com cachorro antes ou depois de comer? e, no vídeo abaixo, veja os cuidados necessários com seu cachorro no verão:

Como usar o protetor solar para cachorro

Aqui estão algumas dicas sobre como usar o protetor solar em cachorros:

  • Aplique somente nas áreas mais expostas e sensíveis à radiação, como ao redor do focinho, pontas das orelhas, parte de trás das pernas e abdômen.
  • Não exagere na quantidade, pois o produto deve ser bem absorvido pela pele do cachorro. Além disso, se houver algum excesso, ele poderá lamber e ingerir o produto.
  • Siga as recomendações de cada fabricante, pois a maioria dos protetores solares para cachorros deve ser aplicada algumas vezes ao dia, pois geralmente perdem sua eficácia após cerca de 2 horas.
  • Aplique o protetor solar para cachorro antes de sair para áreas onde há uma alta incidência de radiação.
  • Sempre observe a pele do seu amigo peludo para verificar se ele não sofreu nenhuma queimadura solar ou se há alguma área que precisa de uma atenção maior na aplicação do creme protetor .
  • Verifique se as partes mais sensíveis do corpo do animal começam a ficar avermelhadas quando ele passa várias horas ao sol, mesmo com uso do produto. Às vezes o que você está utilizando não é o mais adequado para seu pet
Protetor solar para cachorro: quando e como usar - Como usar o protetor solar para cachorro

O que fazer se seu cachorro sofrer queimaduras de sol

Antes de tudo, a primeira coisa que você deve fazer se seu cachorro sofrer qualquer tipo de queimadura é levá-lo a um veterinário, pois o profissional prescreverá cremes regenerativos, hidratantes e/ou antibióticos dependendo do grau da queimadura.

Você também precisa evitar expor novamente ao sol as áreas já queimadas de seu cão, pois isso pode piorar os danos. Preste bastante atenção nos produtos químicos que você usa para dar banho no cachorro, como é o caso dos xampus. É necessário verificar se seus componentes não irritarão ainda mais a pele queimada. Existem alguns produtos elaborados exclusivamente para este fim no mercado. Neste outro artigo você descobre como curar queimaduras em cães. Outra dica de leitura que pode te interessar é a de como aliviar o calor do cachorro.

Por que os cães gostam de ficar no sol

A iluminação solar traz inúmeros benefícios à saúde de nós, humanos, e também para os animais. Além da famosa vitamina D, o sol é um importante aliado no combate ao estresse e à depressão. Listamos aqui os principais motivos que fazem os cães gostarem tanto de ficar no sol:

O sol é fonte de vitamina D

Esta vitamina lipossolúvel favorece a absorção de cálcio e fósforo no corpo do cachorro e, portanto, ajuda no desenvolvimento correto de seus ossos, além de previnir o aparecimento de doenças relacionadas ao sistema ósseo, como a osteoporose. A vitamina D desempenha um papel fundamental no desenvolvimento da musculatura do animal, favorecendo o sistema nervoso e promovendo contrações musculares, um fato que beneficia especialmente raças de cães corpulentos como o Staffordshire Terrier americano. Da mesma forma, esta vitamina também beneficia o sistema imunológico do animal.

Favorece a produção de serotonina

Este químico produzido pelo corpo age como um neurotransmissor para manter o humor estável, por isso podemos dizer que é um dos antidepressivos naturais mais eficazes. Desta forma, quando deitado ao sol, o cão favorece a produção desta substância, promove a sensação de felicidade transmitida por ela e, portanto, melhora seu humor. Assim, podemos dizer que outra razão pela qual os cães gostam tanto do sol é simplesmente porque ele os torna mais felizes.

Melhora o sono do cachorro

A exposição à luz solar promove a secreção da melatonina, um hormônio responsável pela regulação do ciclo do sono nos animais. Desta forma, ao segregar mais deste hormônio, o cão consegue aumentar a qualidade das horas de sono, assim como regulá-las e descansar tranquilamente.

Proporciona calor em épocas de frio

Obviamente, os banhos de sol também proporcionam calor aos cães em dias mais frios. Assim, além de expor seu cão à luz solar para obter vitamina D, ele se sente melhor emocional e fisicamente, e o faz para combater as baixas temperaturas do inverno. Além disso, alguns cães são mais resistentes ao frio do que outros, portanto, os mais vulneráveis, como Chihuahuas e outras raças de pelo curto, tendem a precisar passar mais tempo ao sol.

Alívio da dor articular em cachorros mais velhos

O pêlo dos cães mais velhos é muito mais fraco do que o dos cães jovens, por isso é mais provável que eles sintam frio e notem um aumento nas dores articulares se sofrerem de doenças reumáticas. Neste sentido, o banho de sol alivia esta sensação e os ajuda a não sentir tanto desconforto.

E pronto! Agora que você sabe como proteger seu melhor amigo, não hesite em comprar um bom protetor solar para cachorro se você for passar muito tempo ao sol com ele.

Protetor solar para cachorro: quando e como usar - Por que os cães gostam de ficar no sol

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Protetor solar para cachorro: quando e como usar, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Protetor solar para cachorro: quando e como usar
1 de 4
Protetor solar para cachorro: quando e como usar

Voltar ao topo da página