Partilhar
Partilhar em:

Cuidados para uma gata castrada

Cuidados para uma gata castrada

Ver fichas de  Gatos

O cuidado dos nossos pets é uma grande responsabilidade, algo que não deve ser levado de ânimo leve. É muito bonito ter um pet, um gato ou gata por exemplo, e também é muito bonito quando esta tem filhotes. No entanto, nem todos podemos ficar a cargo dos seus filhotes, por isso ao invés de estar aumentando o número de animais abandonados, é preferível castrar o animal. Uma opção solidária devido ao grande número de abandonos de animais que há no mundo.

Seja qual for o fator pelo qual decidiu esterilizar a sua gata, deve colocar em prática uma série de cuidados que ajudarão a sua gata a recuperar mais rápido e a não ter complicações na sua recuperação.

Para proporcionar à sua gata o melhor possível, neste artigo do PeritoAnimal queremos mostrar-lhe todos os cuidados para uma gata esterilizada que lhe irão permitir estabilizar e ajudar a sua gata a recuperar.

Também lhe pode interessar: Benefícios de castrar um gato

Cuidados para proteger a ferida

Depois de realizar a operação e quando os efeitos da anestesia tiverem passado, a sua gata irá tentar tirar os pontos de sutura da operação. Isto deve-se evitar a tudo o custo uma vez que o médico veterinário suturou 3 camadas, o plano peritoneal, a fáscia subcutânea e a pele ou plano superficial.

Por este motivo, deve-se impedir o acesso da gata à ferida, por exemplo pode-se colocar um curativo na barriga, no entanto não é muito recomendável uma vez que a gata tem fácil acesso à ferida e pode tirar o curativo muito facilmente.

Outro método para impedir o acesso da ferida é usar o colar elizabetano ou isabelina, que é muito eficaz neste caso. O único inconveniente é que este acessório causa estresse e depressão na gata, podendo inclusive chegar ao extremo de não conseguir comer.

Uma opção que parece mais eficaz é utilizar uma espécie de espartilho, que deve criado pelo dono. Deve utilizar uma camiseta de algodão, da qual deverá cortar um retângulo de maneira a que este cubra a gata, deve abrir buracos para as patas e nos lados realizar cortes para ficarem tiras. Estas tiras no final podem-se amarrar no lombo da gata e é uma opção mais cômodo para o seu pet.

Cuidados para curar a ferida

Também existem uma série de cuidados em relação à cura da ferida, como por exemplo deverá curar a mesma três vezes por dia, para contribuir para uma cicatrização mais rápida. Para curar a ferida é necessário contar com gaze e medicamentos como Iodopovidona e Neomicina, dependendo daquilo que o veterinário lhe tiver receitado.

Um processo eficaz pode ser primeiro limpar a zona com Iodopovidona e depois aplicar algum antibiótico como a Neomicina. Isto é algo que deve fazer diariamente e com muito cuidado, uma vez que é fundamental para que a sua gata se possa recuperar o mais rápido possível.

Cuidados alimentares

Também deve ter em conta diferentes cuidados alimentares uma vez que a sua gata não estará nas mesmas condições que normalmente. A primeira coisa que deve fazer é colocar a comida em sítios cômodos, não em locais altos evitando que a gata realize o esforço para saltar.

Se não comer não a deve forçar, deve esperar que seja ela a procurar comida. Se for o caso de passar muito tempo sem querer comer, o melhor será ir ao veterinário para se certificar que tudo está bem.

Durante os primeiros dias pode reduzir a quantidade de comida e bebida para metade, pelo menos até a sua gata começar a recuperar. Uma das opções é proporcionar à gata alimentos enlatados, uma vez que estes são mais hidratados (contêm uma alta percentagem de água) e são mais apetitosos para a recém operada.

Além disso, deve controlar a dieta da gata uma vez que algumas felinas castradas têm tendência a engordar. Descubra no PeritoAnimal como prevenir a obesidade em gatos.

Outros cuidados a ter em conta

Se tem em sua casa outros pets ou está pensado em adotar um gato de rua (por exemplo), deve ter cuidado para que estes não magoem a gata recém operada. É preferível não haver muita agitação em casa e esperarmos que a gata recupere até adotar um novo pet.

Também é normal que o comportamento da gata mude e se encontre mais irritada ou não queira receber carícias. Isso deve ser temporal. Se observar uma mudança muito brusca na sua forma de agir não hesite em consultar o veterinário, pois ele irá ajudá-lo. Se observar a presença de sangue na ferida ou sintomas raros como vômitos ou diarreia deve consultar de imediato o especialista.

Se veio até este artigo é porque tinha dúvidas sobre a castração, por isso não hesite em consultar também o nosso artigo sobre os benefícios de castrar um gato e se informar sobre o porquê de tantas pessoas o decidirem fazer.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cuidados para uma gata castrada, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados extra.

Comentários (1)

Escrever comentário sobre Cuidados para uma gata castrada

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
aparecida de fatima silva
tenho duas gatas e vai ser castradas fico preocupada de nao saber como cuidar delas apos a castraçao
PeritoAnimal
Oi Aparecida! Este nosso artigo poderá ajudar: https://www.peritoanimal.com.br/cuidados-de-um-gato-apos-a-castracao-21178.html. De qualquer forma, não se preocupe! O veterinário vai explicar direitinho os cuidados que deve ter depois da castração e não é nada muito complicado. Vai tudo correr bem e qualquer dúvida poderá sempre escrever para nós que o PeritoAnimal tentará ajudar!

Cuidados para uma gata castrada
1 de 5
Cuidados para uma gata castrada