Partilhar

Cuidados com cães cegos

Por Vanessa Lopes, Redatora do PeritoAnimal. Atualizado: 13 março 2018
Cuidados com cães cegos

Ver fichas de  Cachorros

Se o seu cachorro ficou cego com a idade ou por alguma doença, deve ter em conta que o animal precisará de certas atenções especiais para se ir habituando à sua nova realidade. Um filhote que nasce já cego viverá com mais naturalidade que um cachorro que perdeu a visão. Ao contrário dos seres humanos, os cachorros apesar de terem esta incapacidade, podem sobreviver melhor adaptando assim os sentidos da audição e do olfato (este sentido é muito mais forte que nos humanos). O seu cérebro compensará a perda de visão potenciando os outros sentidos. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal para saber tudo sobre os cuidados com cães cegos.

Também lhe pode interessar: Como cuidar de um gato cego

Cuidados dentro de casa

Se decidiu adotar um cachorro cego é muito importante que lhe facilite as coisas à sua chegada. Se tem uma casa grande e ampla será fundamental que ao início conte com uma zona reduzida e que pouco a pouco vá ampliando o espaço. Desta forma e com um processo gradual de adaptação o seu cachorro irá sentir-se mais cômodo.

Ao chegar a casa guie o cachorro lentamente com uma guia, tentando evitar que choque contra objetos. Deixe-o cheirar para identificar as diferentes zonas de casa. É importante retirar ou cobrir (pelo menos temporariamente) objetos que possam magoá-lo, como por exemplo esquinas muito pontiagudas e protegê-lo de escadas. Também não deve deixar no meio do caminho um objeto.

Se, pelo contrário o seu cachorro perdeu a visão progressivamente, embora ele esteja habituado à sua casa, a cegueira pode causar-lhe uma situação desesperante se mudar de sítio móveis e objetos. Por esse motivo, a ordem é a ferramenta fundamental para se encontrar relaxado e entender a disposição da casa.

Não o assuste ou toque sem antes o avisar, sempre que for interagir com ele diga o seu nome e aproxime-se suavemente para não o sobressaltar. No geral, embora sempre com mais cuidado continuamos falando de um cão que precisa de cuidados básicos.

Se você não tem a certeza se o seu cachorro é cego, leia o nosso artigo sobre como saber se o meu cachorro está cego.

Cuidados com cães cegos - Cuidados dentro de casa

Cuidados durante o passeio

Durante o passeio é igualmente ou mais importante que o cachorro se sinta seguro e cômodo junto a nós, os seus donos, por esse motivo é muito importante explicarmos a outras pessoas que o nosso cachorro é cego antes de lhe tocarem, pois caso contrário, o cão poderia se sobressaltar.

Guie-o de forma adequada para não chocar contra objetos da rua e, tenha cuidado na hora de o deixar interagir com outros cachorros e pessoas. Lembre-se que ele não vê quem se está se aproximando e a sua capacidade de reação é mais lenta mas mais defensiva. Se o expuser a certas situações, vai gerar-lhe uma grande ansiedade.

Além disso, é fundamental utilizar a guia ou arnês durante o passeio, à exceção se se encontrar em uma zona conhecida e segura na qual o pode guiar com a sua voz. Desta forma, o animal fará exercício de forma segura e sempre sob a sua supervisão.

Tente transmitir segurança e tranquilidade durante o passeio, fale com ele de vez em quando, felicite-o quando se portar corretamente e acaricie-o de vez em quando (avise-o antes com a voz). Afaste-o de possíveis perigos como escadas, piscinas ou cães agressivos, é o seu guia e como tal deve evitar estar próximo de locais que possam colocar em risco o seu bem-estar.

Cuidados com cães cegos - Cuidados durante o passeio

Atividades para fomentar a sua felicidade

Devemos fomentar o desenvolvimento de todos os outros sentidos do cachorro, por isso é muito benéfico ajudarmos o cão a conhecer diferentes objetos, pets e pessoas, sempre com cuidado. É muito importante captar diferentes estímulos e que continue se relacionando com tudo aquilo que fazia antes de perder a visão, afastá-lo apenas fará com que fique triste e desconfiado.

Além disso, não deve deixar de fazer passeios e de praticar atividades com ele como se de um cachorro idoso se tratasse, assim como oferecer-lhe brinquedos e prêmios. Recomendamos que utilize brinquedos sonoros como por exemplo bolas com um sininho dentro ou brinquedos de borracha que emitam ruídos.

Considere que os brinquedos que fazem barulho podem assustá-lo, por esse motivo é importante que se encontre presente e inclusive os deixe com o seu cheiro para se sentirem confiantes.

Cuidados com cães cegos - Atividades para fomentar a sua felicidade

Cachorro que guia o cão cego

Uma boa opção para melhorar a qualidade de vida dos cachorros cegos é a companhia de outros cachorros, uma vez que além de fomentar uma relação muito especial, o seu outro pet irá ajudá-lo e o protegerá perante qualquer perigo.

De seguida, mostramos-lhe duas histórias extraordinários que lhe farão pensar nos benefícios de adotar um cachorro para guiar o seu cão cego:

  • Um caso muito comovedor é o de Lily e Maddison. Lily tinha um problema grave nos olhos que fez com que os removessem e perante a possibilidade de ter que a sacrificar, o centro de acolhimento desenvolveu uma experiência junto de outro cachorro, Maddison, que começaria a fazer de cão guia. Efetivamente, juntar ambos Dogues Alemães funcionou melhor do que pensavam, ambos tornaram-se inseparáveis. Depois desta história passar nos meios de comunicação, 200 pessoas ofereceram-se para adotar estes dois amigos e, atualmente ambos desfrutam vivendo em uma casa junto de uma maravilhosa família.
  • O caso de Buzz e Glenn (Bull Terrier e Jack Russell) tornou-se viral e muito popular nas redes sociais. Ambos tinham sido abandonados e viviam juntos em um túnel de Durham, Inglaterra. Depois de serem resgatados e cuidados descobriram que se tratavam de dois companheiros inseparáveis da mesma idade, que tinham passado toda a sua vida juntos. Buzz fez de guia a Glenn e nunca se separam protegendo-se um ao outro.
Cuidados com cães cegos - Cachorro que guia o cão cego

Se deseja ler mais artigos parecidos a Cuidados com cães cegos, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Cuidados extra.

Escrever comentário sobre Cuidados com cães cegos

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
PATRICIA
Meu cachorro Oliver (ShitZu de 13 anos) foi submetido a uma cirurgia para retirada de ambos olhos ha mais ou menos 1 mes. Ele havia ficado cego repentinamente 2 meses antes, devido a um procedimento no olho e uso prolongado de um colirio receitado por um veterinario, o que causou um descolamento da retina. O problema é que, depois da cirurgia, ele parece ainda mais desorientado que antes. Embora estejamos na mesma casa por 5 anos, onde nada foi trocado de lugar, tem sido muito, mas muito difícil para ele adaptar-se. Ele não brinca mais com seus brinquedos, não quer sair para caminhar (ainda assim nós sempre insistimos e ele passeia ao menos 2 vezes ao dia), nem passear de carrinho, o que ele amava !! Além disso, ele trocou o dia pela noite e, literalmente, não dorme nem nos deixa dormir, pois fica caminhando e batendo com o cone nas paredes e, quando para, lambe freneticamente o cone, ou qqr coisa que esteja a seu alcance. Para piorar, ele esta quase surdo, aparentemente pela idade, já que não tem nenhuma patologia - o que, pensamos, contribui ainda mais para ele sentir-se perdido. Tentamos estar todo o tempo em contato com ele, para que sinta nossa presença e assim sentir-se mais seguro. Mas, em geral, a qualidade de vida dele está muito pior e já não sei o que podemos fazer para devolver-lhe um pouco de felicidade na vida - estamos dispostos a qualquer coisa para que ele volte a ser o cãozinho alegre que era antes. Agradecemos muito qualquer comentario. Obrigada !!
Mariana Castanheira (Editor/a de PeritoAnimal)
Oi Patricia! Lamento muito o que está acontecendo com o seu cachorro e espero que seja possível melhorar a qualidade de vida dele. O meu conselho seria consultar de novo o seu médico veterinário de confiança ou pedir uma segunda opinião para que possam tentar algum tratamento para a demência. Existem tratamentos que podem pelo menos deixar o cachorro mais calmo e melhorar a qualidade de vida dele. Um abraço de força para você de toda a equipe do PeritoAnimal.

Cuidados com cães cegos
1 de 8
Cuidados com cães cegos

Voltar ao topo da página