Partilhar

Como evitar miado de gato no cio

 
Por Eduarda Piamore. 8 janeiro 2020
Como evitar miado de gato no cio

Ver fichas de  Gatos

O miado é o som que os gatos costumam utilizar com maior frequência para se comunicar com as pessoas e também com outros gatos. Porém, existem muitos tipos de miados que podem ter diferentes significados, dependendo do contexto e das emoções que o bichano sente em cada momento do seu dia a dia.

Geralmente, o miado de gato no cio se torna mais intenso e constante, podendo até ser um motivo de problemas com a vizinhança. Além desses conflitos externos, saber como acalmar gato no cio também é importante para manter uma boa convivência dentro do seu lar, principalmente se tiver dois ou mais pets que compartilham o mesmo território.

Pensando nisso, neste artigo do PeritoAnimal, vamos te explicar como evitar miado de gato no cio de forma segura e eficaz. Mesmo assim, lembre-se de sempre consultar um veterinário caso você perceba que o comportamento do seu pet está mudando repentinamente.

Também lhe pode interessar: Dicas para evitar brigas de gatos

Diferenças do cio dos gatos e das gatas

Antes de aprender como evitar o miado de um gato no cio, é importante entender a função que essa emissão vocal cumpre na dinâmica reprodutiva desses felinos. Para isso, primeiro, você deve compreender a diferença do cio nas gatas e nos gatos.

Gata no cio

O cio nas gatas acontece em determinadas épocas do ano durante as quais elas se mostrarão receptivas e dispostas a serem fecundadas pelos machos. Geralmente, uma gata apresenta seu primeiro cio entre o sexto e o nono mês de vida e, a partir daí, esse período fértil se repetirá de forma periódica.

A periodicidade ou a frequência do cio nas gatas podem variar bastante segundo alguns aspectos inerentes ao organismo de cada fêmea, como a herança genética, raça, idade e estado de saúde. Também são influenciadas por variáveis externas ou ambientais, como o clima, a disponibilidade de luz solar e até mesmo a convivência com outras gatas.

Gato no cio

Por outro lado, os gatos machos permanecem em uma espécie de cio constante, no qual podem registrar picos de maior e menor intensidade. Ou seja, os machos estão sempre preparados para se reproduzir e são férteis durante todo o ano, não apresentando períodos de fertilidade e receptividade como no caso das gatas fêmeas.

Esses picos de maior e menor intensidade do desejo sexual costumam variar de acordo com aspectos muito parecidos aos que influenciam no cio das fêmeas. Por exemplo, um gato jovem e saudável que vive em um bairro com muitas fêmeas não castradas, provavelmente, se mostrará mais excitado do que um bichano idoso ou algum gato com problema de saúde.

Porque o miado de gato no cio é mais intenso

Na natureza, praticamente todos os animais emitem uma chamada sexual quando chega a época de reprodução. Cada espécie possui um som característico que serve, principalmente, para chamar ou atrair os possíveis parceiros sexuais. Na maioria dos casos, os machos emitem a chamada sexual de forma mais intensa que as fêmeas e essa emissão também anuncia a sua presença em determinado território para os outros machos.

Portanto, um gato no cio miando de forma particularmente intensa e insistente, na verdade, está emitindo uma chamada sexual. Isso é completamente normal e faz parte do comportamento relacionado ao desejo sexual e ao instinto de sobrevivência que está presente em todos os animais. Porém, os miados excessivos não são o único sintoma de cio nos gatos que pode acabar se transformando em um sinal de alerta para os tutores.

Durante o período do gato no cio, tanto as fêmeas como os machos tendem a mostrar um comportamento mais arisco e hiperativo. Normalmente, você notará que o bichano está ansioso e até nervoso porque sente a necessidade de encontrar um parceiro para se reproduzir. Por isso, muitos gatos no cio acabam fugindo de casa e correm o risco de se perder, além de poder se envolver em brigas nas ruas e se contagiar com doenças graves.

Por tudo isso, é fundamental que um tutor saiba como evitar o miado do gato no cio e também entenda a importância de acalmar o bichano, prevenindo os riscos das tentativas de fuga e alguns problemas de comportamento como o desenvolvimento repentino da agressividade.

Gato no cio: o que fazer para acalmar?

Você poderá encontrar muitas soluções caseiras e paliativas para ajudar uma gata no cio e acalmar os machos quando percebem a presença de fêmeas férteis ao seu redor. Porém, a castração é o único método 100% eficaz para evitar o miado de gato no cio e as outras alterações de comportamento relacionadas ao desejo sexual. Neste ponto, é importante entender a diferença entre os procedimentos de castração e esterilização.

A esterilização consiste, em termos bem básicos, em “interromper” as vias naturais que conduzem os gametas sexuais dentro do sistema reprodutivo, não permitindo que os óvulos da fêmea se encontrem com os espermatozoides do macho. Embora não sejam procedimentos idênticos, poderíamos comparar a esterilização à vasectomia nos homens e à ligadura das trompas de Falópio nas mulheres.

Por outro lado, a castração é um procedimento cirúrgico mais complexo e irreversível, no qual se extraem os órgãos reprodutivos internos do animal. No caso dos machos, se extrai os testículos, deixando apenas o saco escrotal. E no caso das fêmeas, é possível extrair apenas os ovários ou o útero e os ovários. Por isso, somente a castração é eficaz para prevenir e controlar as condutas relacionadas ao desejo sexual.

Infelizmente alguns tutores ainda perceberam os benefícios de castrar um gato, dos quais não se limitam apenas a conseguir um comportamento mais estável, como também incluem a possibilidade de prevenir várias doenças graves nos bichanos, como a inflamação e o câncer de útero nas fêmeas e o câncer de próstata nos gatos machos.

Além disso, adotar um controle reprodutivo seguro e eficaz é indispensável para evitar ninhadas não planejadas que podem acabar contribuindo, direta ou indiretamente, para o aumento da população de gatos abandonados nas ruas em situações de total vulnerabilidade.

Pode castrar gato no cio?

Teoricamente é possível castrar uma gata no cio porém este não é o momento mais indicado para realizar essa operação. Durante o período fértil, o organismo da fêmea está particularmente sensível, o que pode aumentar os riscos implícitos em qualquer cirurgia que requer de anestesia geral.

Portanto, se a sua gatinha já teve o primeiro cio, o melhor é esperar que ela entre no anestro para realizar a operação. Também é possível castrar uma fêmea na etapa pré-puberdade, ou seja, antes que ela alcance a maturidade sexual. Em ambos os casos, é indispensável consultar um veterinário para confirmar qual é a melhor idade para castrar a sua gata.

O mesmo conselho vale para os tutores de gatos machos, mesmo que eles não tenham a alternância de ciclos férteis como as fêmeas, a orientação do veterinário é fundamental para escolher o momento mais indicado para castrar um gato macho.

Remédios caseiros para acalmar gato no cio

Já explicamos que a castração é a única forma 100% efetiva para prevenir as alterações de comportamento dos gatos no cio. Porém, também é possível aplicar algumas soluções caseiras para tentar aliviar a hiperatividade e o nervosismo que machos e fêmeas desenvolvem devido ao maior desejo sexual. Essas alternativas podem ser extremamente úteis enquanto você espera o cio do seu pet passar para poder castrá-lo.

De acordo com o organismo e a personalidade do seu pet, um remédio caseiro para acalmar gato pode ser mais ou menos efetiva. Por exemplo, os chás de camomila ou de valeariana são calmantes naturais bastante comuns que costumam aliviar o nervosismo do bichano e ajudá-lo a dormir melhor.

Já a catnip ou erva do gato pode ter um efeito estimulante ou tranquilizante, dependendo do organismo de cada gato, bem como a forma ou a quantidade que é oferecida pelos tutores. Outra alternativa para acalmar um gato no cio é utilizar sprays de feromônios felinos que liberam hormônios artificiais e servem tanto para estimular a mente do bichano e mantê-lo entretido, como para transmitir uma sensação de bem-estar e segurança.

No entanto, todas essas alternativas devem ser avaliadas e conversadas com um veterinário antes de serem aplicadas. Principalmente no caso dos feromônios e da erva de gato, já que uma administração incorreta ou desequilibrada pode gerar complicações e efeitos adversos na saúde do seu pet.

Por ultimo e não menos importante, é fundamental prevenir que o bichano fuja de casa durante o cio. Você também deve proporcionar um ambiente enriquecido e positivo, lembre-se de tomar as medidas necessárias para que o gato não escape, como manter as janelas e portas fechadas, instalar redes de segurança nas varandas ou espaços abertos e restringir o acesso às ruas (no caso dos gatos que estão acostumados a fazer passeios ao exterior).

Se deseja ler mais artigos parecidos a Como evitar miado de gato no cio, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas de comportamento.

Vídeos de Como evitar miado de gato no cio

1 de 3
Vídeos de Como evitar miado de gato no cio

Escrever comentário sobre Como evitar miado de gato no cio

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Como evitar miado de gato no cio
Como evitar miado de gato no cio

Voltar ao topo da página