Partilhar

Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento

 
Por Giselly Corrêa. 4 março 2019
Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Gatos

Neste artigo do PeritoAnimal vamos falar sobre um problema dermatológico, a acne felina, que pode ocorrer em gatos de qualquer idade. Explicaremos quais são os sintomas e o tratamento de escolha que, como sempre, deve ser prescrito pelo veterinário. Também responderemos uma pergunta frequente entre os cuidadores de gatos, se essa doença pode ser contagiosa para outros gatos e demais animais que vivem na casa.

Por tudo isso, continue lendo e entenda com a gente tudo sobre a acne felina, como tratá-la, por que ocorre e muito mais.

Acne felina: o que é?

A acne felina é uma das doenças de pele mais frequentes dos gatos. Se trata de um problema inflamatório que ocorre no queixo e às vezes nos lábios. Como já dissemos, é possível encontrá-la em todos os gatos. Todas as raças e ambos os sexos podem ser igualmente afetados. Você deve saber que em muitos casos ela passa despercebida, pois se manifesta de maneira tão leve que não se notam os sintomas.

Acne felina: sintomas

Nos gatos com acne, você pode encontrar os seguintes sintomas no queixo, com diferentes graus de gravidade:

  • Cravos que são espinhas e que podem ser confundidos à primeira vista com excrementos de pulgas;
  • Se o problema avançar, podem aparecer pústulas e pápulas, inclusive com pus;
  • Nos casos mais graves, você vai ver furunculose, que é a infecção de todo o folículo piloso e do tecido que o rodeia ou infecção bacteriana cutânea;
  • As complicações dão origem a um edema, que é um inchaço causado pela acumulação de líquido, e a inflamação dos gânglios linfáticos mais próximos;
  • Esses quadros agravados geram também coceira.
Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento - Acne felina: sintomas
Imagem: Reprodução/innovaveterinaria.com

Acne felina: causas

A causa dessa acne é um problema na queratinização folicular que se complica com uma infecção secundária. A queratina é uma proteína presente na epiderme que, neste caso, forma uma tampa no folículo. As glândulas sebáceas que estão localizadas no queixo, associadas aos folículos pilosos, vão produzir uma quantidade maior de gordura, que é o que predispõe a acne felina e começa a originar os pontos negros, geralmente o primeiro sintoma que se nota.

Veja as doenças mais comuns nos gatos nesse artigo do PeritoAnimal.

Acne felina é contagiosa?

Se você tem dúvida se acne felina é contagiosa, é importante saber não é uma doença contagiosa e sim que, como já explicamos, é produzida por um excesso de sebo do gato afetado. Esse problema em seu queixo é um condição que jamais poderá ser transmitida a outro gato ou outro animal com quem ele conviva, incluindo os seres humanos.

Como tratar acne felina

Saber como tratar acne felina deve ser algo determinado pelo veterinário, porque todas as soluções precisam de prescrição veterinária. O profissional irá avaliar o quadro que o gato apresenta e, em função dele, receitará uma medicação, basicamente com efeito anti-inflamatório, antibiótico e desinfetante.

O objetivo do tratamento para a acne em gatos é focado em eliminar o excesso de sebo para prevenir a formação das espinhas e as infecções secundárias. Nos casos mais leves, uma limpeza com clorexidina 2-3 vezes ao dia pode ser suficiente. Você deve saber que os casos mais graves podem ser difíceis de tratar e precisar de tratamentos prolongados. Nesses casos, prefere-se a administração de medicamentos por via oral. Às vezes, os episódios de acne se repetem, de maneira que essas gatos vão precisar de limpezas diárias indefinidamente.

A respeito do uso de água oxigenada para a acne felina, ela é peróxido de hidrogênio e, neste caso, é mais recomendável o peróxido de benzoíla, devido à sua atividade específica contra a acne.

Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento - Como tratar acne felina

Acne felina: remédios caseiros

Agora, vamos falar sobre como cuidar de um gato com acne para controlar este problema em casa, levando em conta medidas como as seguintes e, é claro, também as recomendações do veterinário:

  • Raspe o pelo do queixo;
  • Limpe diariamente com clorexidina;
  • Os casos leves podem ser controlados a longo prazo com a aplicação de retinóides, que são as formas inativas da vitamina A;
  • Os ácidos graxos por via oral podem funcionar em alguns gatos;
  • É recomendável utilizar comedouros e bebedouros metálicos ou de cerâmica, evitando os de plástico, porque estão associados ao aparecimento da acne felina e à piora dos sintomas;
  • Se seu gato suja muito o queixo quando come, você deve limpá-lo, pois essa situação também tem ligação com o desenvolvimento da acne. Nesses casos, você pode buscar uma comida mais seca, que deixe menos restos, e comedouros onde o gato não precise encostar ou introduzir o queixo.

Leia também: Remédio caseiro para ferida de gato

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Escrever comentário sobre Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento
Imagem: Reprodução/innovaveterinaria.com
1 de 3
Acne felina - Contágio, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página