Partilhar

Acne canina: causas e tratamento

Acne canina: causas e tratamento

Ver fichas de  Cachorros

Às vezes, você pode notar em seu cachorro uma ou várias espinhas, em diferentes partes do corpo. Elas podem ter várias causas, como você verá neste artigo do PeritoAnimal. Se o seu cachorro tem acne na pele, isso pode indicar que está sofrendo com algum problema dermatológico, mas os cistos também podem ser consequência da presença de parasitas, como pulgas e carrapatos ou de alergias ou podem na realidade ser abcessos, cistos ou tumores. Continue lendo para descobrir tudo sobre acne canina, as causas e tratamento e saiba como preveni-la.

Também lhe pode interessar: Dermatite canina: tipos, causas e tratamento

Acne canina no queixo

Se o seu cachorro tem espinhas na pele da área do queixo e é um filhote, é possível que esteja sofrendo de acne canina. Assim, o cachorro terá espinhas, das quais pode sair pus. Isso também poderá afetar os lábios inferiores e, com menor frequência, a zona genital, o períneo ou a virilha.

Parece que este tipo de acne em cachorros é produzido por uma obstrução dos folículos pilosos e existem raças predispostas, como boxer e bulldog. O tratamento consiste em banhos com produtos desinfetantes, embora existam casos em que apenas isso não resolve e é necessário administrar antibióticos. De todas as formas, é um transtorno que normalmente desaparece quando o filhote atinge a maturidade sexual.

Acne canina nas patas

Embora exista mais causas do que as que explicaremos nas seções abaixo, se seu cachorro está com espinhas na pele das patas, especificamente nos pés, é possível que sofra de pododermatite. Essa doença consiste em uma inflamação que pode ter diversas causas, desde golpes a corpos estranhos, passando por alergias, parasitas ou fungos.

Além disso, o quadro pode se complicar com o aparecimento de infecções bacterianas, o que é chamado de pioderma interdigital. A pata ficará inchada, com um ou várias espinhas que podem ter secreção, por isso, o cachorro poderá mancar. Para avaliar a causa, é necessário determinar se há uma ou mais patas afetadas, o tratamento dependerá do diagnóstico correto. Naturalmente, se houver uma infecção bacteriana o veterinário receitará antibióticos.

Acne canina no ânus

Se o seu cachorro tem espinhas na pele do ânus, ou perto do ânus, isso pode ter diversas causas que também produzirão espinhas em outras partes do corpo, como veremos. No entanto, há um motivo para o surgimento de pequenas protuberâncias exclusivas desta localização. Trata-se de infecções nas glândulas anais, pólipos ou tumores em cachorros que podem se originar no reto ou nessas glândulas. Você vai percebê-los como protuberâncias de diferentes tamanhos que podem crescer, se ulcerar ou liberar secreções. O veterinário deverá chegar ao diagnóstico, já que depende dele o tratamento.

Acne canina: causas e tratamento - Acne canina no ânus

Acne canina com pus

Se seu cachorro tem espinhas na pele em qualquer parte do corpo, pode se tratar de um abscesso, que não é nada além de uma acumulação de pus sob a pele. Eles podem ser causados por mordidas, picadas, feridas, etc. Podem ter diversos tamanhos, isso e a localização é que determinarão a importância na saúde do cachorro. Também podem ocorrer espinhas verdes ou amarelas.

Alguns desses abscesso são muito dolorosos e podem chegar a impedir a alimentação do cachorro, se ele tiver uma espinha desse tipo na cabeça e no pescoço. O veterinário será o responsável por drená-los, desinfetá-los e receitar antibióticos.

Acne canina por parasitas externos

Pulgas e carrapatos podem explicar porque um cachorro tem espinhas na pele. Os carrapatos são parasitas que, para se alimentar, precisam introduzir sua cabeça no corpo do cachorro, geralmente com preferência por áreas com poucos pelos. Às vezes, quando se soltam ou os são arrancados depois de se alimentarem, deixam suas cabeças lá dentro e se forma uma espinha vermelha ou um pequeno abcesso no lugar. Você vai notar que o cachorro tem espinha na orelha, no pescoço, entre os dedos, etc. Podem se resolver sozinhos, porém, se tiverem pus, será necessário tratamento veterinário. É claro, a prevenção com uso de produtos antiparasitários é a melhor opção.

As pulgas, por sua vez, também se alimentam do sangue dos cachorros, podendo causar espinhas, especialmente em cachorros com alergia à picada. Nesses casos, elas vão aparecer na região lombossacral, perineal, abdominal, posterior das patas traseiras ou músculos. O cachorro terá espinhas e o pelo cairá devido ao intenso arranhar causado pela coceira. Se não for tratado, a pele vai engrossar e escurecer, pode ser necessário tratamento para esses sintomas e você deve sempre desparasitar o animal.

Desta forma, as espinhas vermelhas em cachorros são normalmente resultado da presença de pulgas ou carrapatos. Como já dissemos, em alguns casos, especialmente quando se está diante de carrapatos, você vai observar espinhas com sangue no cachorro, você pode eliminar estes parasitas com remédios naturais quando a infestação é leve, mas se for maior, é necessário recorrer ao veterinário para tratar com produtos antiparasitários ou medicamentos, caso ocorra reação alérgica à picada.

Acne canina: causas e tratamento - Acne canina por parasitas externos

Acne canina por dermatite de contato

Se seu cachorro tem várias espinhas na pele em áreas com poucos pelos, você pode pensar que ele entrou em contato com algum substância irritante. Se o cachorro tem espinhas nos testículos, pode ser porque sentou sobre o solo impregnado com alguma substância abrasiva. Se o cachorro tem espinhas no focinho, você pode pensar que é uma dermatite alérgica por entrar em contato com pratos de plástico. Assim, dependendo da área em que a substância incide no corpo do cachorro, observe em diferentes partes do corpo espinhas vermelhas, coceira e inflamação. Pode haver supuração e, devido à coceira, existe a possibilidade de complicações por infecções bacterianas.

Em todo caso, é necessário descobrir o agente irritante e evitá-lo. As lesões dermatológicas são tratadas com antibióticos e anti-inflamatórios receitados pelo veterinário.

Acne canina: causas e tratamento - Acne canina por dermatite de contato

Acne canina em todo o corpo

As causas que mencionamos nas seções anteriores podem produzir espinhas em diferentes áreas. Falamos de abcessos, parasitas, cistos ou tumores. Além disso, é possível assinalar a foliculite como transtorno secundário a outras patologias como sarna, alergia ou hipotiroidismo como a causa de várias espinhas na barriga, axilas, virilha e dorso do cachorro. Isso se deve à infecção do folículo piloso, você precisa procurar a doença subjacente para poder tratá-la, geralmente são prescritos banhos e, em casos mais graves, antibióticos.

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Acne canina: causas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Problemas da pele.

Escrever comentário sobre Acne canina: causas e tratamento

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
1 comentário
A sua avaliação:
Julio Mendes
Existe sabonete para acne canina?

Acne canina: causas e tratamento
1 de 4
Acne canina: causas e tratamento

Voltar ao topo da página