menu
Partilhar

Por que meu gato esfrega o bumbum no chão?

 
Por Laura García Ortiz, Veterinária especializada em medicina felina. 10 janeiro 2022
Por que meu gato esfrega o bumbum no chão?

Ver fichas de  Gatos

Você já viu um gato esfregando o bumbum no chão? Os felinos são especialistas em esconder de nós o que está acontecendo com eles, e é por isso que as doenças crônicas das quais eles sofrem muitas vezes se tornam evidentes quando estão muito avançadas. Entretanto, isto não acontece em todos os casos, pois há coisas que eles não podem esconder, e entre elas estão a dor, o desconforto ou a coceira anal. Nestes casos, os gatos tendem a esfregar o traseiro no chão como consequência da sintomatologia irritativa do processo.

O comportamento de esfregar o traseiro e a cauda no chão é chamado "scooting" e geralmente é causado por cinco causas principais: parasitas, coceira e comichão, alergia, tumores e problemas nas glândulas anais, portanto, esses gatos precisarão de atenção veterinária. Continue lendo este artigo do PeritoAnimal, onde explicamos por que seu gato arrasta o traseiro no chão e qual é a solução, dependendo da causa.

1. Parasitas intestinais

Os parasitas intestinais internos, especialmente comuns em gatinhos, podem ser a causa de seu gato esfregar o traseiro no chão. Estes organismos podem ser do grupo dos vermes redondos (ancilóstomos, tênias, ténias), lombrigas (ténias) ou protozoários (toxoplasma, giardia, coccidia). Destes, o mais comumente associado à coceira anal em gatos é o Dipylidium caninum flatworm, verme chato ou tênia devido a seu ciclo de vida.

As pulgas de gato (Ctenocephalides felis felis) transportam o parasita Dipylidium caninum, que é transmitido ao gato por ingestão das pulgas durante a sua higiene natural. Estas pulgas, quando alcançam os ácidos estomacais, liberam as larvas parasitárias, que passam para o intestino e se instalam. Lá, elas se desenvolverão e, quando adultas, se reproduzirão. Como resultado da reprodução, as fêmeas produzem ovos parasitas nos últimos anéis de seu corpo, que serão excretados nas fezes. São precisamente estes anéis gravídicos que causam a coceira quando se movem nas proximidades do ânus quando estão sendo expulsos.

Tratamento

A única maneira de prevenir e tratar este duplo parasitismo é usando desparasitantes internos (anti-helmínticos) e externos (para pulgas) feitos especialmente para gatos, que você pode encontrar em uma clínica veterinária mais próximo. Graças a este produto, você evitará que estes parasitas continuem danificando o intestino do felino, bem como a irritação, nervosismo e coceira que ocorre quando eles vão ser expulsos.

No vídeo abaixo falamos sobre a desparasitação e vacinas em gatos:

2. Coceira anal

Um outro motivo que explica por que temos um gato arrastando o traseiro no chão é o fato dele sentir ardor ou coceira na área ao redor do ânus. Assim, ele tenderá a esfregá-lo para se aliviar. Também é comum que eles tentem morder ou lamber excessivamente a área. No caso de gatas fêmeas, isto pode corresponder a uma infecção ou inflamação vulvar ou vaginal, portanto devemos observar se a área está avermelhada ou tem algum tipo de secreção indicativa de um processo deste tipo. Gatos com infecções nessas áreas também podem ter febre, especialmente se o útero tiver sido infectado (piometra), juntamente com sinais como poliúria-polidipsia, depressão e perda do apetite.

Tratamento

Para tratar essas infecções, deve-se consultar uma clínica veterinária para o tratamento antibiótico necessário. Em alguns casos, a hospitalização, cirurgia ou esterilização pode ser fundamental.

3. Dermatite alérgica

A alergia em gatos também pode causar problemas dermatológicos que levam a arranhões, irritação e esfregamento anal, bem como outros sinais clínicos. A alergia que pode fazer com que estejamos diantes de um gato esfregando o bumbum no chão, pode ser causada pelos seguintes tipos de alérgenos:

  • Alérgenos ambientais: ervas daninhas, esporos fúngicos, pó ou pólen podem causar irritação da pele e prurido na área.
  • Alérgenos alimentares: particularmente comum em gatos jovens, este é o resultado da hipersensibilidade a um tipo ou tipos de proteína, tais como frango ou peru. Além dos sinais digestivos, como diarreia ou vômito, pode causar sinais dermatológicos como prurido e vermelhidão na área perianal.
  • Alérgenos parasitários: os gatos são sensíveis às picadas de pulga porque a saliva deste inseto pode produzir uma reação de hipersensibilidade. Os sintomas comuns incluem prurido perianal, fazendo com que os gatos esfreguem seu traseiro.

Tratamento

A solução para estes processos envolve desparasitação, limpeza e desinfecção frequentes da casa, bem como o estabelecimento de uma dieta de eliminação com novas proteínas ou proteína hidrolisada para evitar a fonte de proteína que causa a alergia.

4. Entupimento das glândulas anais

As glândulas anais felinas estão localizadas em ambos os lados do ânus e sua função é auxiliar na deposição das fezes armazenando uma substância lubrificante de cor escura-amarelada. Esta secreção é normalmente liberada durante a defecação, mas às vezes pode ser retida, causando grande dor e desconforto nos gatos afetados, fazendo com que estes felinos arrastem o ânus no chão.

Tratamento

As glândulas devem ser desobstruídas assim que o bloqueio for detectado, pois são propensas a infecções, inflamações, desconforto, cistos, mau cheiro e até mesmo tumores. Neste ponto, a melhor coisa a fazer é ir até a clínica veterinária para que as glândulas sejam desobstruídas e eles explicarão como desobstrui-las corretamente e com que frequência. Também, neste outro artigo, explicamos o processo de como esvaziar as glândulas adanais em gatos.

Por que meu gato esfrega o bumbum no chão? - 4. Entupimento das glândulas anais

5. Tumor perianal

Por fim, outra razão que explica por que temos um gato arrastando o bumbum no chão, embora com muito menos frequência que os cachorros, seja um tumor nas proximidades do ânus. Estes tumores incluem adenoma perianal (benigno) e adenocarcinoma dos sacos anais (maligno). Neste último, um aumento do cálcio sanguíneo pode ser detectado em gatos afetados. Gatos com este tipo de tumor, além de esfregar o ânus no chão por causa do desconforto e dor causados pelo caroço ou cisto, podem apresentar sinais clínicos como lambida da área, ulceração, sangramento, anorexia, infecções, febre, falta de apetite, constipação e defecação difícil ou dolorosa.

Tratamento

A solução nestes casos é ir até o centro veterinário para o tratamento cirúrgico do tumor. Em alguns casos, a quimioterapia e a radioterapia também serão necessárias. Em adenomas perianais, a esterilização pode reduzir o risco de futuras recorrências do tumor.

Agora que você já sabe os cinco possíveis motivos para um gato arrastando o traseiro no chão, não perca o vídeo a seguir em que explicamos os motivos para um gato que está se lambendo muito:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Por que meu gato esfrega o bumbum no chão?, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Outros problemas de saúde.

Bibliografia
  • Harvey, A., Tasker, S. (Eds). (2014). Manual de Medicina Felina. Ed. Sastre Molina, S.L. L ́Hospitalet de Llobregat, Barcelona, España.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?
Por que meu gato esfrega o bumbum no chão?
1 de 2
Por que meu gato esfrega o bumbum no chão?

Voltar ao topo da página