menu
Partilhar

Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento

 
Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento

Ver fichas de  Gatos

Os gatos são animais sensíveis às mudanças que ocorrem em seu ambiente, por isso é necessário que o tutor se atente a qualquer alteração no seu comportamento e a quaisquer sintomas estranhos que possam indicar uma situação que causadora de estresse ou um caso de enfermidade ou doença.

O fato de serem tão sensíveis acaba com o mito popular de que o gato é um animal que tem sete vidas, pois pode ser acometido por inúmeras doenças que atacam também o homem, além das que são típicas dos felinos.

Dito isso, vamos falar sobre a pneumonia em gatos. Continue lendo e descubra neste artigo do PeritoAnimal os sintomas e o tratamento se seu amigo felino estiver com pneumonia.

O que é a pneumonia

Também chamada de pneumonite, a pneumonia uma doença que ataca os pulmões. Consiste na inflamação dos alvéolos pulmonares e é extremamente delicada, tanto em humanos quanto em animais. Pode causar dor devido ao inchaço desses órgãos vitais e pode ser fatal se não for tratada a tempo e de maneira adequada. Além disso, quando se está passando por um quadro de outras doenças respiratórias, é possível contrair pneumonia, que é altamente contagiosa para quem está ao nosso redor.

Agora, como é a pneumonia em gatos? Assim como para os humanos, a pneumonia pode ser fatal para os felinos. Não apenas pelos danos que causa aos pulmões, mas também porque é muito comum o gato se recusar a ingerir qualquer alimento ou água, caindo facilmente em um quadro de desidratação severa.

Embora possa afetar qualquer felino, é mais comum em animais jovens, pois seu sistema imunológico ainda não está fortalecido; em animais idosos, visto que são mais fracos; ou em felinos em situação de rua, por estarem expostos a todo tipo de bactérias e agentes contagiosos. O que fazer se meu gato está com pneumonia? Como proceder? Continue lendo.

Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento - O que é a pneumonia

Causas da pneumonia em gatos

Existem muitas razões pelas quais um gato pode ter contraído esta doença, e o mais comum é que se trate de uma doença de origem bacteriana, causada principalmente por um vírus denominado calicivírus felino. É um vírus do trato respiratório que, se não tratado a tempo, pode levar ao desenvolvimento de pneumonia.

No entanto, a doença também pode surgir devido a outros fatores, como a presença de um corpo estranho que o gato respirou e que se alojou em suas vias respiratórias. Uma alimentação deficiente e sem os nutrientes necessários para seu desenvolvimento saudável também pode contribuir para que seu gato contraia pneumonia.

Além disso, a presença de outras doenças, como a leucemia viral, tornam seu gato mais propenso a desenvolver pneumonia em algum momento de sua vida. Da mesma forma, mudanças bruscas de temperatura, frio e correntes de ar, bem como situações que causam estresse em seu amigo peludo, como a chegada de outro animal em casa, uma mudança de casa ou alteração da localização de objetos na casa, o tornam mais vulnerável a adoecer devido ao estresse derivado de esses eventos. Muitas pessoas podem pensar que se tratar apenas de uma gripe felina, mas o quadro pode evoluir para a pneumonia.

É por isso que você deve prestar atenção a qualquer sintoma ou comportamento incomum para consultar imediatamente o seu veterinário.

Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento - Causas da pneumonia em gatos

Tipos de pneumonia em gatos

Existem dois tipos de pneumonia felina, que são classificados de acordo com a causa que os origina. Esses tipos são os seguintes:

  • Pneumonia por aspiração: algum objeto estranho está incrustado no trato respiratório do gato, seja como consequência de um vômito ou pela aspiração de algum ácido gástrico. Por causa disso, os pulmões do seu gato incham e ele precisa de cuidados médicos. O mais comum é que se administre antibióticos e oxigênio para ajudá-lo a respirar.
  • Pneumonia bacteriana: se caracteriza pelo acúmulo de líquido nos alvéolos e nos pulmões, produto do contágio de alguma bactéria ou fungo. Se não for tratada a tempo, este tipo de pneumonia em gatos pode ser complicada pelo acúmulo de pus no sangue devido ao desenvolvimento de outras bactérias, uma vez que o sistema imunológico já estará muito vulnerável.

Sintomas da pneumonia em gatos

Alguns sintomas da pneumonia podem ser semelhantes aos de uma gripe em gatos, como espirros e até febre. Por isso, é bom prestar atenção a qualquer um destes sintomas:

  • Tosse e espirros
  • Febre
  • Ruídos respiratórios
  • Letargia
  • Fraqueza
  • Perda de apetite e peso
  • Dificuldade para engolir
  • Pele azulada
  • Respiração acelerada

Se observar qualquer um desses sintomas, você deve levar seu amigo felino imediatamente ao veterinário para que ele possa ser examinado e tratado, bem como para descartar qualquer doença grave.

Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento - Sintomas da pneumonia em gatos

Diagnóstico da pneumonia felina

O veterinário vai realizar uma série de testes no gato, incluindo uma radiografia da região do tórax e dos pulmões, uma vez que isso permitirá determinar a gravidade da infecção e o estado dos órgãos.

Também vai extrair amostras do conteúdo dos pulmões para analisar se é um caso de pneumonia de origem bacteriana e, em caso afirmativo, determinar qual é a bactéria. Se houver suspeita de pneumonia por inalação, serão realizados exames de urina e análise do esôfago utilizando um endoscópio.

Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento - Diagnóstico da pneumonia felina

Tratamento e cuidados em casa

Ao determinar que de fato se trata de um caso de pneumonia felina, é mais provável que seu peludo precise permanecer hospitalizado por alguns dias. Se o gato estiver com muita falta de ar, oxigênio será administrado. O tratamento é feito a base de antibióticos, sendo prescritas principalmente a penicilina ou amoxicilina. Também é possível que recomendem um diurético para eliminar o líquido acumulado no trato respiratório.

Em casa, você deve mantê-lo hidratado o tempo todo, ajudando-o caso ele não consiga beber água sozinho. Repita este cuidado com a comida, triturando-a e oferecendo com uma seringa, se necessário, pois o gato emagrece muito rapidamente ao parar de comer. Para facilitar, você pode reservar ração úmida para ele ou algo que ele realmente adore para tentar incentivá-lo a comer sozinho. Do contrário, recorra à alimentação assistida já mencionada.

Da mesma forma, é importante mantê-lo aquecido e isolado de outros animais de estimação, para evitar que seja incomodado e prevenir possíveis infecções nos demais pets. O tratamento recomendado pelo veterinário deve ser seguido à risca no que se refere a medicamentos, horário de administração e dose de cada um.

Toda pessoa que convive com um gato sabe como pode ser difícil fazê-lo tomar um remédio, mas é preciso ser engenhoso para ajudá-lo a se recuperar rapidamente. Se for um xarope, experimente dar aos poucos com uma seringa, introduzindo o líquido nas laterais da boca. Se forem comprimidos ou pastilhas, escondê-los na comida é uma boa opção, caso o gato seja capaz de comer sozinho. Do contrário, você terá que colocá-lo suavemente em sua garganta e distraí-lo para que engula. Não importa o que você tente, o importante é que seu gato tome o remédio, mas lembre-se de ser delicado para não assustá-lo ou machucá-lo.

As massagens torácicas são recomendadas em casos de problemas respiratórios, consulte o seu médico sobre como realizá-las. Deixe o gato descansar e dormir para que possa recuperar a força mais rápido. Fique atento a quaisquer alterações ou pioras.

Lembre-se sempre de verificar tudo com seu veterinário e não automedicar seu animal de estimação.

Agora que você já sabe tudo sobre a pneumonia em gatos, não perca o vídeo que deixamos a seguir sobre as 10 doenças mais comuns em gatos:

Este artigo é meramente informativo, no PeritoAnimal.com.br não temos capacidade para receitar tratamentos veterinários nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Sugerimos-lhe que leve o seu animal de estimação ao veterinário no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Se deseja ler mais artigos parecidos a Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento, recomendamos-lhe que entre na nossa seção de Doenças respiratórias.

Bibliografia
  • FERREIRA DA SILVA, J. M., et al. Pneumonia em gato por Aelurostrongylus abstrusus–necessidade de um diagnóstico precoce Aelurostrongylus abstrusus pneumonia in a cat–need for a precocious diagnosis. 2005. Disponível em: <http://www.fmv.ulisboa.pt/spcv/PDF/pdf3_2005/100_103-106.pdf>. Acesso em 20 de maio de 2021.
  • ZARDO, Izadora Loeff, et al. Pneumonia química devido à intoxicação por querosene em gato–relato de caso. 2018. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/182531>. Acesso em 20 de maio de 2021.

Escrever comentário

Adicione uma imagen
Clique para adicionar uma foto relacionada com o comentário
O que lhe pareceu o artigo?

Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento
1 de 5
Pneumonia em gatos - Causas, sintomas e tratamento

Voltar ao topo da página